9 de julho de 2019

ITAITUBA/PA - JUSTIÇA FEDERAL CONFIRMA NÃO HAVER PEDIDO DE PRISÃO CONTRA PREFEITO

Diretora de Secretaria substituta da Justiça Federal em Itaituba afirmou ao Giro que não houve nenhum pedido de prisão preventiva contra o prefeito Valmir Climaco no caso da apreensão do avião com droga.

Valmir Climaco afirma estar
com a consciência tranquila
e já prestou todas as informações à Polícia Federal.
A notícia sobre um suposto pedido de prisão preventiva contra Valmir Climaco, prefeito de Itaituba, feito pela Polícia Federal à Justiça Federal, veiculada nesta terça-feira (9) em alguns sites de notícias fantasiosos, não procede; o mentiroso sítio de 'notícias' afirmou que no dia de ontem a Polícia Federal havia feito um pedido de prisão preventiva contra Valmir.

E diante dessa falsa notícia, o blog em contato com membros da família de Valmir, logo cedo dispôs um comunicado em vários grupos de whatsapp afimando a falsidade da postagem que, inclusive afirmando que "...domingo, depois da apreensão da droga, os policiais federais fizeram uma devassa na residência do prefeito, onde foram apreendidos armas, celulares, dinheiro e computadores. A caminhonete apreendida na operação está no nome de um segurança de Climaco, identificado como Júnior." (http://www.portalparanews.com.br/noticia/pa/itaituba/policia/cocaina-apreendida---pf-faz-devassa-na-casa-de-valmir-climaco-e-pede-a-prisao-preventiva-do-prefeito)

Porém, apurou o Portal Giro junto à sra. Magda Mendes Ferreira, Diretora de Secretaria substituta da Justiça federal de Itaituba, que não havia nenhum pedido de prisão contra Valmir, o que vem confirmar, de forma categórica e cabal, o fake news. Valmir irá representar jurídicamente contra tais jornalistas.

“Não chegou nenhum pedido de prisão contra Valmir; o que temos é a prisão em flagrante, que se converteu em prisão preventiva, dos dois elementos que estavam na aeronave apreendida com drogas na fazenda.”, afirmou a secretária

Um dos advogados de Valmir, Ricardo Aguiar, também relatou ao Giro que não tinha conhecimento de tal pedido, e caracterizava as notícias veiculadas como Fakenews, uma vez que a foto utilizada nas reportagens se tratava de imagem feita em uma ocorrência antiga, há aproximadamente 3 anos.

“Valmir está tranquilo quanto à isso, não passam de boatos.” disse o advogado.

Foto tirada em 2016 e utilizada em matéria atual sobre o caso de Valmir.

Entenda

Na manhã desta terça-feira (9), a notícia de que a Polícia Federal teria ido até a residência de Valmir Clímaco e apreendido armas, celulares, computadores e dinheiro, e ainda, que teria protocolado um pedido de prisão preventiva contra o prefeito à Justiça Federal, foi veiculada em alguns blogs e portais.

Sites como Pará News e Portal Roma News, de Belém, além de alguns blogs da região, publicaram a notícia que logo começou a repercutir na cidade, uma vez que o suposto pedido de prisão também seria ocasionado pela apreensão, no último domingo (7), de quase 600 Kg de cocaína em avião que pousou na fazendo do prefeito.

Adaptado de postagem do Portal Giro

Reações:

0 comentários: