23 de maio de 2019

SANTARÉM/PA - CAMPANHA PETISTA EM PROL DE BANDIDO NA UFOPA, É DENUNCIADA POR PROCURADOR


Caros leitores e leitoras do blog, prestem BEM atenção no rodapé da foto acima e vejam quem patrocina a 'palestra' de Fernando Haddad no auditório da Universidade Federal do Tapajós-UFOPA (abaixo, publicarei o cartaz, do mesmo evento, distribuído por simpatizantes esquerdistas nas redes sociais); a suposta palestra é para dar cunho 'científico' e de 'legalidade' à descarada campanha política de Haddad e dos partidos de esquerda que, mesmo fora do poder, procuram usar bens públicos em proveito próprio e, pior, para pedir a soltura de um ladrão, Lula, condenado em três esferas judiciais.

A visita do político Fernando Haddad, do Partido dos Trabalhadores (PT), à universidades federais no Pará tem causado polêmica, principalmente nas redes sociais, por causa do uso de espaço público por parte de Haddad.

Em Santarém, na manhã da próxima sexta-feira (24), Haddad participará de um ato político na Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA). O evento faz parte da “Caravana Lula Livre”.

O descarado deputado federal petista Airton Faleiro fez questão de mostrar, sem qualquer constrangimento, que a 'palestra' na UFOPA nada mais é do que a infame campanha 'LULA LIVRE', conforme imagem abaixo. É muita cara de pau!!

Porém, uns simpatizantes do Ladrão, após a polêmica causada com o convite do deputado descarado, postaram o cartaz da 'palestra', mas sem os patrocinadores. Porém, como o diabo é moleque, o rabo do PT ficou à mostra, como se verifica abaixo. É mais uma tentativa do PT em ludibriar o povo brasileiro. Mas, o melhor é saber que muitos que perguntam pelo Queiroz, estarão no auditório da UFOPA. É o sujo falando do mal lavado!


Ato 2 

Na mesma sexta-feira, mas durante a tarde, o candidato derrotado na última eleição presidencial, participa de outro ato político, desta vez na Universidade Federal do Pará (UFPA), em Belém. 

Aqui cabe, uma pergunta: Quem está pagando essas despesas, exceto o uso dos prédios públicos?

O procurador da República, Ailton Benedito, afirmou em seu Instagram que iria encaminhar notícia desses fatos ao Ministério Público Federal (MPF) para que “providências pertinentes” sejam tomadas. Assim, esperamos que o MPF se manifeste o mais rápido possível e corte o mal pela raiz.

Veja abaixo print do procurador:




Texto adaptado de postagem de Augusto Alves 

Reações:

0 comentários: