9 de março de 2019

PARÁ - FALECEU O FUNDADOR DE CASTELO DOS SONHOS, LÉO HECK


É com imensa tristeza que anunciamos o falecimento do desbravador e fundador de Castelo de Sonhos/Pará, Léo Heck, de 84 anos, ocorrido na noite da sexta-feira(08), na cidade de Sinop-MT, onde se encontrava em tratamento de saúde.

 

O adeus da pesarosa comunidade castelense ao amado grande líder Léo Heck, acontece a partir do meio dia deste sábado(09) até as 10h da segunda-feira 11/03 no Pavilhão da Igreja Católica de Castelo de Sonhos, de onde sairá para sepultamento no cemitério local.


Foto: divulgação

Leo Heck é gaúcho, natural de Carazinho Rio Grande do Sul, Brasil, casado com a senhora Irene Heck (in memória), com quem teve quatro filhos. E foi impulsionando pela propaganda do governo federal: “Integrar a Amazônia para não Entregar aos interesses estrangeiros”, que ele veio para Mato Grosso em 1974, tendo como foco a região do Pará, onde em plena selva amazônica, numa área de mata fechada ele fixou um improvisado barraco de lona e passou a habitar com sua família, enfrentando ali todos os tipos de perigo e privações devido a grande distancia dos povoados.

Mas o espirito empreendedor e de liderança de Leo Heck o encorajou a desbravar a mata enfrentando animais ferozes diversos ladeado da sua guerreira esposa Irene e filhos, lutando com toda garra no garimpo e no comércio e prosperando dia-a-dia, enquanto chegava naquela região dezenas de famílias, muitas das quais acolhidas na sua casa, o que idealizou a criação de um povoado nas margens da BR-163, distante 1.100 quilômetros de Altamira, com o loteamento e demarcação de áreas os quais eram na maioria doadas à famílias que ali chegavam diariamente, recebendo mais tarde esse lugar o nome de “CASTELO DE SONHOS”, título da música sertaneja de Walter Basso, que na época, no auge, acondicionava a vida dos garimpeiros, especialmente nas horas de descanso, quando inclusive Leo Heck ligava a sua vitrola e curtia: “Do meu castelo de sonhos você é a rainha / Do meu céu sem estrela você vive a bailar/ Eu te amo meu bem mais que a minha vida/ Só não posso viver sem o teu olhar”. Lembrando que a referida vitrola existe até hoje em seu escritório na Imobiliária Heck. 


Apesar dos percalços enfrentados pelo caminho no decorrer da implantação da cidade, como a traição de Márcio Martins (Rambo do Pará), que ambicionado pelo ouro invadiu áreas de garimpo, cometeu atrocidade ocasionando a morte de muitas pessoas e a mudança de muitas famílias da comunidade, mesmo assim o trabalho árduo da família Heck, a determinação e coragem do Sr. Léo geraram resultados satisfatórios, produziram bons frutos, especialmente a grande e sincera amizade conquistada pelo fundador da parte da comunidade que o tinha como amigo, pai, conselheiro, e até médico quando por muitas vezes retirou balas, costurou ferimentos, medicou, enfim, acolheu em sua própria casa e cuidou com muito amor de garimpeiros machucados ou vítimas de atentados. 


Contando com total apoio das Organizações Heck, empresários implantaram variados ramos de comércios, melhorias e Castelo de Sonhos foi recebendo, como escolas, delegacia, posto de saúde, etc, passando a Distrito do Município de Altamira e aumentando ainda mais o sonho do seu fundador de assistir a emancipação da cidade, sonho esse que apesar do seu esforço e de outras lideranças locais, como do seu sobrinho Roni Heck, infelizmente Sr. Leo não viu concretizado, mas certamente seus pioneiros, administradores, a comunidade continuará lutando para se tornar realidade.


Vale salientar que a economia de Castelo de Sonhos é voltada para a mineração de ouro, extração de madeira, o plantio de soja e principalmente o comercio. A cidade fica na região da Serra do Cachimbo, sendo a cidade administrada atualmente por uma subprefeitura mantida pela Prefeitura de Altamira. 

 

Pela bravura, por toda luta, pelo suor e lágrimas derramados, pela doação e atenção dedicada da parte de Leo Heck e família a todos que adentraram em Castelo de Sonhos e deles necessitaram, o muito obrigado, os parabéns, rogando a Deus que refrigere seus corações aliviando a dor dessa irreparável perca.

Nossos mais sinceros pêsames! Muito Obrigado, Léo Heck, descanse em paz!!! 

DLuz / Folha de Colider

Reações:

0 comentários: