20 de março de 2019

ITAITUBA/PA - QUEM OLHARÁ PELOS ESQUELETOS?


No início de seu governo  a prefeita Eliene Nunes deu início às obras das creches dos bairros Bom Jardim, Piracanã e do Distrito de Miritituba. Essas três creches fazem parte de um único termo de convênio junto ao FNDE – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.

Neste post, nos ateremos tão-somente acerca da creche do bairro Bom Jardim, localizado na rua das Flores; a obra teve a sua construção iniciada de forma inadequada, em um terreno desnivelado (ladeira) que oferece grandes riscos às crianças que deverão ser atendidas naquela unidade educacional.

Em uma vistoria do FNDE na época, foram constatadas diversas irregularidades e, em virtude desses problemas, a obra foi embargada e os serviços paralisados para que fossem tomadas as providências de aterramento e nivelamento de todo o terreno. 

Diante das exigências do FNDE, a empresa responsável pela obra se negou a dar continuidade aos trabalhos, sob a alegação de que o serviço iria custar muito caro, sendo que já havia feito parte do aterro da área, serviço esse que ficou no valor de R$280.000,00 (duzentos e oitenta mil reais) pagos pela empresa construtora, mas que deveria ser reembolsado à empresa, pela prefeitura, através de aditivos, na época.

Conforme levantamento do blog, a empresa responsável pela construção e abandono da obra é a Construtora D’ Almeida Ltda, de propriedade do senhor Ivan D’ Almeida, conforme Edital Licitatório nº 004/2013, contrato nº 0148/2013, firmado em 19/09/2013, junto ao Fundo Municipal de Educação, no valor de R$ 1.555,403,61 (Um milhão, quinhentos e cinquenta e cinco mil, quatrocentos e três reais e sessenta e um centavos), com prazo de entrega de 180 dias. O empresário Ivan D'Almeida concorreu à chefia do executivo no último pleito municipal, ficando em 2o lugar.

Porém, depois de mais de cinco anos de iniciada, a obra ainda está inacabada, abandonada pela empresa supracitada, servindo de abrigo para viciados e outros delinquentes, além ter várias de suas partes furtadas, como telhas, caixilhos; o mato e a sujeira fazem morada nesta obra, assim como os mosquitos da dengue.

Porém, há outro grave problema na execução de tal obra, que é o fato da empresa já ter recebido mais de 85% do valor integral da obra, enquanto construiu apenas 70% dos serviços.


Entretanto, há também outro problema, mas que este só quem pode resolver é um oftalmologista para tratar a cegueira seletiva de uns vereadores que se intitulam FISCAIS DO POVO, mas que fiscalizam apenas o que lhes interessa.

Por onde se anda nos bairros de Itaituba, depara-se com vários 'esqueletos' do governo passado, do qual uns 'fiscais do povo' atual faziam parte; são creches, praças, postos de saúde; até uma escola foi derrubada para se construir um tal de shopping popular.

Por que esses fiscais não enxergam essas obras? Por que esses fiscais não acionam a Justiça, Ministério Púbico para requerer que o(a) responsável preste os devidos esclarecimentos?

Vou bem ali no Posto Ipiranga para saber de tais respostas......amanhã darei continuidade a este post em outra publicação sobre a creche acima. Aguardem.

P.s.: Ante processo ajuizado por UNS vereadores, conforme a definição do Michaelis (para quem não sabe, é um dicionário da língua portuguesa), abaixo a definição do pronome INDEFINIDO uns e a definição de PRONOME INDEFINIDO.

uns

pron indef pl


1 Certa quantidade indeterminada; alguns: Encontrei uns amigos na praia.
2 Pouco mais, pouco menos: Não o vejo há uns anos.
ETIMOLOGIA

lat unos.

Pronomes indefinidos:

São aqueles que se referem à 3ª pessoa do discurso de modo vago, genérico e impreciso. 
Pode funcionar como pronome adjetivo ou pronome substantivo. Veja: Todos poderão participar do concurso literário. Muitos alunos dessa escola foram classificados para a fase final do concurso. 
Alguns pronomes indefinidos são variáveis, ou seja, sofrem flexão de gênero e número, como nenhum, outro, qualquer. 
Outros são invariáveis, como tudo, nada, cada, quem. 
Quando um grupo de palavras desempenha função de pronome indefinido, recebe o nome de locução pronominal indefinida. Exemplos: qualquer um, cada qual, todo aquele que etc.

Reações:

1 comentários:

Anônimo disse...

SERIA BOM TAMBEM A PREFEITURA CORRE ATRAS E PRECIONA OS RESPONSAVEIS POIS NOSSO DINHEIRO PUBLICO FOI JOGADO FORA