20 de dezembro de 2018

ITAITUBA/PA - EX-PREFEITA ELIENE NUNES QUERIA 2o TURNO EM ITAITUBA. PERDEU NOVAMENTE

Valmir Climaco, atual prefeito de Itaituba 

O PSD itaitubense, após fragorosa derrota nas eleições de 2016, quando vergonhosamente ficou em terceiro lugar, tentou fazer um segundo turno daquelas eleições, quando os votos do atual prefeito foram maior que a soma dos dois outros concorrentes; inconformada com tamanha derrota, a ex-prefeita Eliene Nunes (PSD) tentou ganhar a eleição no tapetão, mas, assim como em 2016, colheu duas derrotas, conforme decisão do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) paraense, que publicou o acórdão (vide íntegra da decisão ao final da matéria) do julgamento do recurso contra a decisão de 1ª instância que absolveu o prefeito de Itaituba, Valmir Climaco (MDB), por suposto crime de caixa 2 na eleição de 2016. 

À unanimidade, os integrantes do TRE indeferiram o recurso, em decisão proferida na terça-feira (18), em Belém. Ontem (19), foi publicado o acórdão. A coligação Juntos com o Povo, capitaneada pelo PSD, pode ajuizar novos recursos contra a decisão.

A AIJE (Ação de Investigação Judicial Eleitoral) tramita desde setembro de 2016.

Climaco e o vice-prefeito Nicodemos Aguiar são acusados de gastos ilícitos e não declarados na prestação de contas de campanha deles, bem como da prática de caixa 2.

A sentença de primeira instância, favorável aos dois atuais gestores de Itaituba, foi proferida pelo juiz Rafael Grehs em junho do ano passado. Em Belém, em fase recursal, o Ministério Público Eleitoral emitiu parecer pela manutenção da sentença.

O relator do caso, juiz federal Arthur Pinheiro Chaves, acatou o recurso, mas negou-lhe acolhimento. Votaram com o relator o desembargador Roberto Gonçalves de Moura e os juízes Altemar da Silva Paes, Amilcar Roberto Bezerra Guimarães, Luzimara Costa Moura e José Alexandre Buchacra Araújo.

O julgamento foi presidido pela desembargadora Célia Regina de Lima Pinheiro.

Veja a íntegra do Acórdão






Adaptado de publicação do blog do Jeso Carneiro 

Reações:

0 comentários: