5 de setembro de 2018

CELPA ALERTA: NÃO USE O CELULAR LIGADO NA TOMADA ELÉTRICA

Celpa alerta para riscos de acidentes com uso de celular na tomada

Nos últimos três anos já aconteceram dois acidentes fatais envolvendo o uso de aparelhos enquanto ainda estão carregando

O uso de celulares, enquanto as baterias estão carregando na tomada, tem virado hábito para algumas pessoas. Mas esse costume é altamente perigoso e pode trazer uma série de riscos para o usuário, devido a possíveis explosões ou descargas elétricas. Embora seja raro, esse tipo de acidente pode ser fatal. Nos últimos três anos, dois casos foram registrados. Um em Santarém e outro no município de Santa Maria do Pará, com vítima fatal.

De acordo com o técnico de Segurança da Celpa, Áquila Carvalho, o superaquecimento do aparelho é o principal problema ao manuseá-lo durante o carregamento da bateria, especialmente em celulares com as opções de carga "rápida" ou "turbo", devido à grande quantidade de energia e volts utilizadas na ação. 

“O ideal é deixar o celular carregando sem mexer nele, porque enquanto carrega o aparelho fica esquentando e quando é manuseado, esquenta mais e fica ainda mais exposto ao risco de explosão”, explica.

Os perigos também estão relacionados a procedência dos equipamentos, tanto dos celulares como dos carregadores de bateria.

Telefones móveis pirateados podem ter algumas peças de segurança retiradas para baratear custos. Portanto, o uso representa risco dobrado para o usuário. Os carregadores de celular sem certificação de segurança também tem ganhado cada vez mais espaço no mercado informal e segundo a Associação de Consumidores dos países asiáticos, esses dispositivos fora dois padrões de segurança podem transformar o aparelho em granadas.

O fator mais agravante está relacionado ao uso dos aparelhos móveis que ficam carregando na tomada durante tempestades. O ideal é evitar utilizar não só o celular que estiver recebendo carga, mas qualquer outro eletrodoméstico durante uma chuva intensa com muitos raios.

As descargas elétricas podem penetrar na rede elétrica, atingir o carregador do telefone, ou de outro equipamento eletrônico, e causar uma fatalidade. Eventuais instabilidades na rede elétrica também podem facilitar a passagem de corrente através do carregador. 

MAIS CUIDADOS

Também é importante ficar atento ao local em que o celular ficará carregando. Os aparelhos costumam esquentar durante o procedimento, e a mistura de calor com superfícies inflamáveis pode ser bem perigosa. 

O Corpo de Bombeiros costuma alertar que essas situações aumentam a chance de um incêndio. 

Deve-se ainda evitar carregar o celular em ambientes úmidos, seja um banheiro cheio de vapor ou as proximidades de uma piscina, porque a água é uma boa condutora de eletricidade. Isso faz com que os riscos de curto e de choque elétrico aumentem.

Reações:

0 comentários: