23 de fevereiro de 2018

TUCURUI/PA - PANCADARIA NA CÂMARA DE VEREADORES. VEJA O VÍDEO


O presidente da Câmara Municipal de Tucuruí, Antônio Joaquim da Cunha Nunes, precisou encerrar a sessão desta manhã após manifestantes tomarem a Câmara de Vereadores e provocarem tumulto, interrompendo os trabalhos. Em decorrência da situação, algumas pessoas chegaram a ser detidas e encaminhadas para a Delegacia de Polícia Civil.

O protesto foi iniciado por apoiadores do prefeito Artur Brito. Na sessão de hoje seria apresentada nova denúncia por improbidade administrativa contra ele e os manifestantes estavam revoltados porque, anteriormente, foram apresentadas denúncias contra Brito e contra Bena Navegantes, que estava respondendo pela prefeitura, mas os vereadores acataram apenas a denúncia contra o prefeito que estava afastado.

Os manifestantes chegaram a tomar microfones e retiraram a toalha da Mesa Diretora. Há três dias os manifestantes já haviam ocupado a frente da Câmara Municipal de Tucuruí para acompanharem sessão que discutia decisão do Supremo Tribunal Federal de reconduzir Artur Brito ao cargo de prefeito da cidade. Na ocasião, também houve tumulto entre grupos que estão a favor e contrários a Brito.

No último dia 16, o Supremo Tribunal Federal (STF), por meio de liminar concedida pelo ministro Alexandre de Moraes, decidiu pela anulação do afastamento cautelar determinado pela Câmara Municipal e a favor da recondução em caráter de urgência de Artur de Jesus Brito ao cargo de prefeito de Tucuruí.

Fonte: Jornal O IMpacto, via Correio de Carajás

Reações:

1 comentários:

Anônimo disse...

Todo mundo querendo mamar nas tetas do governo, mataram até o prefeito pra poder assumir o poder.