18 de janeiro de 2018

SAÚDE - GEL FEITO POR BRASILEIRO PROMETE SECAR HERPES LABIAL EM UM DIA

CHERRIESJD/ISTOCK

Pesquisadores brasileiros encontraram um método para acabar com as feridas de herpes labial em apenas um dia. O método, que ainda está em fase de testes, representa um enorme avanço para o controle da doença que atinge entre 20 e 40% da população mundial e não possui cura.

Até então, a doença, que é transmitida através do contato íntimo ou do compartilhamento de objetos que vão à boca, era tratada com antivirais que levavam, em média, uma semana para secar as feridas labiais.

Secar herpes na boca rápido: gel promete

De acordo com o professor de odontologia da Universidade de São Paulo (USP) de Ribeirão Preto Vinícius Pedrazzi, responsável pelo desenvolvimento do gel, a descoberta foi feita quase que "por acaso".

Uma paciente chegou ao seu consultório anos atrás pedindo a colocação de uma prótese dentária, mas, como estava com herpes labial, o especialista alertou que o procedimento seria muito dolorido e, portanto, contraindicado.

Contudo, devido à proximidade do Natal, a paciente insistiu, e o dentista realizou a técnica, aplicando posteriormente um tipo de anestésico local para amenizar as dores que a mulher sentiria.

Horas depois, ela ligou informando que as lesões labiais haviam desaparecido, o que levou o especialista a investigar a ação do composto no combate à herpes.

JANINE LAMONTAGNE / ISTOCK

Levando em consideração que o anestésico, ainda que de forma preliminar, teve resultados mais rápidos do que qualquer outro antiviral, Pedrazzi e outros estudiosos iniciaram um estudo sobre como o produto atuava na recuperação das lesões causadas pelo herpes e transformaram o produto em um tipo de gel que, se aplicado de 8 em 8 horas, é capaz de eliminar as feridas em apenas um dia.

O medicamento, que está sendo testado há mais de dois anos, ainda não possui previsão de quando estará disponível no mercado. "Temos resultados que podem ser considerados muito bons. Em 86 pacientes, tivemos apenas 3 que não apresentaram melhora após o tratamento", explicou Pedrazzi ao VIX.

O que é herpes?
Herpes são lesões causadas por um vírus altamente contagioso e que podem ser classificadas nos tipos 1 e 2. O tipo 1 está associado mais frequentemente às lesões orofaciais (como herpes bucal), enquanto o tipo 2 manifesta-se nos genitais.

LEVENT KONUK / ISTOCK

No rosto, o mais comum é que as lesões aconteçam na mucosa labial e na região de transição entre o lábio e a pele do lábio. Entretanto, podem aparecer também na base do nariz e próximo aos olhos.

O aparecimento da infecção depende do sistema imunológico e da exposição de cada indivíduo. Em alguns casos, é possível que a doença permaneça em um estado latente (sem apresentar sintomas) no indivíduo por toda a vida. "A incidência do vírus não possui preferência por etnia, sexo ou idade", afirma Pedrazzi.
Sintomas

Antes de aparecerem as lesões, que são visíveis, os pacientes infectados sentem ardor, coceira e dormência na região onde, futuramente, as feridas irão aparecer.

Depois, com o aparecimento das lesões, a ardência se transforma em desconforto e em diversos graus de dor. 

Quando as bolhas estouram, a ferida se transforma em algo doloroso e suscetível a infecções secundárias.


 
ESCRITO POR BRUNA ALENCAR

Reações:

0 comentários: