6 de dezembro de 2017

ÓBIDOS - 5 CORPOS RESGATADOS DO EMPURRADOR DA BERTOLINI NAUFRAGADO

Resgatados 5 corpos do empurrador da Bertolini que afundou em Óbidos Os corpos serão transportados a Santarém, para o trabalho de identificação

O empurrador foi içado ontem e colocado em cima de uma balsa
Um total de 5 corpos foram resgatados de dentro do empurrador da empresa Transportes Bertolini içado do rio Amazonas, em Óbidos, no primeiro dia em que a embarcação foi colocada à tona.

Os corpos estavam semi-esqueletizados. Apenas com perícia mais apurada, a ser feita em Santarém, é que os corpos poderão ser identificados oficialmente.

Os trabalhos de içamento do empurrador Bertolini CXX, que começaram na semana passada pela empresa Smit Salvage BV, do Grupo Boskalis, da Holanda, reiniciam na manhã desta quarta-feira, 6.

Os 5 corpos encontrados estavam em duas áreas do empurrador: o corredor interno e no camarote de descanso da tripulação.

ACIDENTE
O empurrador afundou no rio Amazonas depois de se chocar com o navio cargueiro Mercosul Santos, próximo à Costa do Paru, município de Óbidos, na manhã do dia 2 de agosto deste ano. 9 pessoas estavam a bordo do Bertolini CXX no momento do acidente.

Assista ao vídeo abaixo feito pela primeira equipe de reportagem a chegar no local do acidente, a Sentinela TV (Band/Canal 7), ainda na manhã do dia 2 de agosto.


QUEM PARTICIPA DO PLANO DE RESGATE
— Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup);
— Marinha do Brasil; — Corpo de Bombeiros;
— Polícia Civil; — Polícia Militar;
— Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec);
— Centro de Perícias Científicas Renato Chaves;
— Secretaria de Estado de Comunicação (Secom);
— Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster);
— Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp);
— Smit Salvage BV; — Transportes Bertolini Ltda.
— Mercosul Line.

O empurrador içado do fundo do rio Amazonas

Fonte: http://www.jesocarneiro.com.br/acidente/resgatados-5-corpos-do-empurrador-da-bertolini-que-afundou-em-obidos.html

Reações:

0 comentários: