6 de novembro de 2017

ITAITUBA/PA - A VIOLÊNCIA NO TRÂNSITO É RESULTADO DE NOSSAS ESCOLHAS

Com ou sem fiscalização de trânsito, a irresponsabilidade se sobressai em Itaituba e, como consequências, mutilações, mortes e muito prejuízo  financeiro para o município de Itaituba.

A prova é o final de semana que passou, no qual uma força tarefa de uma equipe especial do Detran de Belém fez blitz pesadas e, mesmo assim, o número de acidentes foi maior do que a média, que já é muito alta.

E quase totalidade dos acidentes é resultado de total imprudência, aliada a elevada doses de álcool misturada a velocidades altas e peripécias por condutores que se acham experts no volante/guidão. Como ajuda a essa mistura mortal, acrescente-se o excesso de pessoas em uma única motocicleta, como bem exemplificado na imagem ao lado. Não custa lembrar que em um recente acidente envolvendo um ônibus urbano e uma motocicleta no residencial Wirland Freire, quando a moto transportava cinco passageiros, sendo três crianças; muitos ainda acusaram o motorista do ônibus como o único culpado

Imagem: blog nortonsussuarana.com.br
Assim, diante do crescente número de acidentes, e sempre com registro de óbito, o que fazer diante de leis brandas que fazem com que um condutor alcoolizado seja liberado após pagar fiança, geralmente de um salário mínimo!, para momentos depois bater em uma moto com duas pessoas que ficaram em estado grave, no acidente de ontem de manhã próximo da garapeira?

No domingo, em um dos grupos de Whatsapp do qual faço parte, da amiga Andréia Siqueira, foi relatado que vários motoqueiros passaram em alta velocidade na estrada Lázaro Cerqueira (BIS), e logo após, ocorreram os relatos do acidente na frente da Shell, onde ficam estacionados caminhões tanques.
Vítima de acidente na Estrada Lázaro Cerqueira
Vi em grupos pessoas culpando os caminhões, que estavam parados.
Caminhão tanque com o qual a moto se chocou!
Talvez alguns desses caminhões possam ficar um pouco mais perto da estrada do que deveriam, mas, condutor que esteja dirigindo com precaução e sóbrio tem tudo para evitar acidentes.

É bom lembrar que agora o Hospital Municipal de Santarém só recebe pacientes em estado grave, e no Regional, somente quando surge vaga.

O problema do trânsito em Itaituba não é a falta de fiscalização, que é imprescindível, mas, da falta de educação de grande parte dos condutores e dos pais irresponsáveis que entregam motos e carros para filhos menores achando isso uma grande vantagem. Também é sabido que a prevenção é o melhor método para evitar esses grandes desperdícios de dinheiro público por causa desses acidentes, sendo certo que a presença de servidores da COMTRI pela parte da noite, pode inibir esses arruaceiros.

É não adianta apenas ficar apontando o dedo para o governo, que embora tenha culpa por um monte de coisas, não é culpado por tudo de ruim que acontece com a gente. Mas, brasileiro prefere passar-se por coitadinho para eximir-se de suas responsabilidades.

É necessário que o governo municipal, junto com o governo do estado seja cada vez mais presente na fiscalização implacável do trânsito, mas, enquanto esses delinquentes travestidos de condutores continuarem a pilotar motos e a dirigir carros do jeito que fazem, os problemas vão continuar, com mortes e mais mortes nas ruas de Itaituba.

Acidente no Distrito de Moraes de Almeida-Jean da Garapeira
Como disse Machado de Assis no século XIX, antes de mudar as leis, mudem-se os homens.

Adaptação de brilhante postagem de Jota Parente

Reações:

0 comentários: