23 de outubro de 2017

ITAITUBA/PA - SERIPA RETIRA DESTROÇOS DO AVIÃO DO VOO DA MORTE. FAMÍLIA PRESTA HOMENAGEM, AO COPILOTO


Nesta segunda feira, 23, uma equipe do Seripa (Serviços Regionais de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), esteve em Itaituba para iniciar as investigações da queda do avião Cessna 210 – PT-ORU, que se espatifou no chão no último domingo quando fazia apresentação em comemoração ao Dia do Aviador.


O avião caiu no final da tarde deste domingo, 22, em uma área a poucos metros da pista do aeroporto do município. O piloto, o copiloto e mais três mulheres que estavam na aeronave morreram na queda do avião. 

Por volta das 13h de hoje, uma equipe do SERIPA esteve no local, fazendo registros do avião, recolhendo peças; também a documentação da aeronave foi solicitada pelos militares, que irão investigar as causas do acidente. A equipe de investigadores tentará montar o quebra cabeça em que se transformou a aeronave e após estudo minucioso de várias peças, chegar a um relatório sobre as causas do acidente.


O administrador do blog, em conversas com pessoas que se encontravam no aeroporto, na área dos hangares, no domingo pretérito, foi informado de que o piloto, em voo anterior e com vários passageiros, tentou fazer a manobra tonnoux,  que consiste em fazer um giro 'parafuso' sobre o eixo longitudinal do avião. Como não conseguiu  fazer a perigosa manobra, e após sofrer gozação de outros pilotos, saiu para o fatídico voo, com mais quatro pessoas a bordo para fazer a tal manobra. 

Diversas pessoas, inclusive moradores às adjacências donde caiu o avião, relatam que o avião vinha perigosamente voando baixo e girando; banhistas da praia do Paraná-mirim relatam que o avião acidentado fazia voos rasantes, deixando os banhistas apreensivos, e que procuraram tirar seus filhos d'água pensando no pior.

O blog indagou a uma dessas testemunhas, se o piloto havia ingerido bebida alcoólica em comemoração ao Dia do Aviador, o que foi respondido negativamente, ressaltando que nenhum dos pilotos que fizeram voos, ingeriram qualquer substância alcoólica. Agora, é aguardar o relatório do SERIPA para saber se foi falha humana, ou não, o motivo da queda do avião.








Adaptado de postagem de Junior Ribeiro

Reações:

0 comentários: