28 de setembro de 2017

SÃO PAULO/SP - GERENTE NÃO PERMITIA NEGROS SE DIVERTINDO EM BOATE❗


“Quero saber quem liberou”, disse no WhatsApp gerente do Villa Mix sobre cliente negro

Conversas pelo aplicativo anexadas a uma ação trabalhista mostram questionamento de executivo da casa de baladas na zona sul de São Paulo a funcionários sobre 'quem deixou entrar' uma pessoa que não se enquadrava no perfil de frequentadores 'pré-estabelecidos'

Conversas de WhatsApp mostram um gerente do Villa Mix, em São Paulo, questionando funcionários sobre ‘quem deixou entrar’ um cliente negro na casa noturna.

Os diálogos foram anexados em ação trabalhista que uma ex-recepcionista do estabelecimento, que foi afastada de seu emprego um dia após ter autorizado a entrada do rapaz. A empresa foi condenada a indenizar a ‘hostess’ em R$ 60 mil a título de danos morais.


A ex-funcionária, que é negra, afirma que a casa de baladas a obrigava a ‘restringir’ o ingresso de pessoas de raça negra, pois não se enquadravam no perfil de frequentadores ‘pré-estabelecidos’.


Luiz Vassallo

Reações:

0 comentários: