23 de setembro de 2017

NOVA FRIBURGO/RJ - ENCONTRO DE QUATRO AMIGOS EM MOTEL TERMINA COM UM BALEADO NA CABEÇA!

Segundo a polícia, disparo acidental foi provocado por uma das mulheres, depois que eles resolveram esticar uma festa neste sábado (23).
Por Aline Rickly e Filipe Carbone, G1 Região Serrana
Amigos foram para motel de Nova Friburgo para dar uma esticada na noite (Foto: Alex Almeida | Inter TV)

Um encontro de quatro 'amigos' em um motel terminou com um jovem de 22 anos baleado na cabeça na madrugada deste sábado (23), em Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio. De acordo com a Polícia Civil, o disparo acidental foi provocado por uma das mulheres depois que os quatro resolveram esticar uma festa em um motel, na RJ-130, no bairro Córrego Dantas.

O acidente ocorreu por volta das 5h. A vítima foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros em estado grave e levada para o Hospital Municipal Raul Sertã. Segundo a polícia, ele foi transferido ainda na manhã deste sábado para o Hospital da Unimed.
Jovem de 22 anos foi atingido na cabeça por disparo de arma (Foto: Alex Almeida | Inter TV)

De acordo com os policiais, a vítima foi para o motel com duas amigas, de 22 e 29 anos. Segundo elas, o jovem também chamou um amigo policial militar para o encontro. Ao chegar, o PM deixou a arma particular em cima de um móvel, mas uma das mulheres pegou o revólver e disparou acidentalmente. A informação foi confirmada para a Inter TV.

"Foi um acidente. Peguei a arma de curiosidade", disse a amiga, de 22 anos, afirmando que era muito amiga da vítima e que não faria isso propositalmente.

Após ouvir as testemunhas, o delegado Robson Pizzo, reafirmou que foi um "disparo acidental pelo uso indevido da arma de fogo".

A jovem vai responder, segundo o delegado, em liberdade, pelo crime de Lesão Corporal Culposa, quando não há intenção de matar. Ainda de acordo com Robson, a arma calibre 380 mm foi apreendida.

Com relação ao policial militar, o delegado disse que ele vai responder administrativamente à PM. O G1 tenta contato com a Polícia Militar e aguarda resposta sobre o caso.

O G1 também encontrou em contato com o hospital para saber sobre o estado de saúde da vítima, mas ainda não teve retorno.

O motel também foi procurado pelo G1, mas não se pronunciou até a publicação desta matéria.

Reações:

0 comentários: