27 de março de 2017

ITAITUBA/PA - CONSTANTES ASSALTOS AOS CARROS DOS CORREIOS, PREOCUPA EMPRESÁRIOS E CONSUMIDORES!

Imagem: Internet
O blog foi procurado por um empresário para relatar que teve um prejuízo de aproximadamente R$12 mil, em apenas um dos eventos, por causa dos assaltos que vêm ocorrendo nos caminhões-baús dos Correios no trecho Santarém-Rurópolis; a revolta do empresário é pelo fato de que nada está sendo feito para coibir essa prática, restando a quem tenta sobreviver cobrir os rombos causados por esses assaltos; também não sabem como andam as investigações.


Imagem: Facebook
Relatou, ainda, que essa não é a primeira vez que sofre prejuízos por causas de tais assaltos, mas que até presente data não foi ressarcido, afirmando que, ao procurar a agência local dos Correios teve a informação de que o transporte de mercadorias postadas são feitos por terceirizados e que deveria ligar para o 0800, imagem acima, da empresa e fazer sua reclamação, e requer o pagamento dos prejuízos.


Imagem: Facebook
Afirmou ainda que somente após sua reclamação, e de um bioquímico da cidade, que teve materiais (vacinas) roubados, é que a empresa colocou em seu sistema que o objeto rastreado havia sido roubado, pois sem essa informação de roubo o cliente não pode fazer reclamação, ou exigir ressarcimento.

O denunciante é do ramo de celular, que tem peças com algo valor agregado, e não somente ele, mas outros comerciantes já tiveram perdas consideráveis e, como são pequenos empresários, sentem bastante esse prejuízo, tendo que trabalhar com margem muito pequena para cobrir os prejuízos. Agora, tal empresário, para evitar maiores prejuízos, irá buscar pessoalmente suas encomendas em Santarém! 

O denunciante é do ramo de celular, que tem peças com algo valor agregado, e não somente ele, mas outros comerciantes já tiveram perdas consideráveis e, como são pequenos empresários, sentem bastante esse prejuízo, tendo que trabalhar com margem muito pequena para cobrir os prejuízos.
Imagem: Facebook
O comerciante indaga como os bandidos sabem quais os materiais transportados, dia e horário que os veículos saem de Santarém; bem como porquê os assaltos ocorrem somente nesse trecho entre Santarém e Rurópolis; também pergunta que, se os caminhões são rastreados, como a empresa de vigilância não sabe onde estão abrindo as portas?

Estranha o denunciante que nenhum dos assaltos foram divulgados pela imprensa de Itaituba e/ou Santarém, mas após postagem no Facebook noticiando sobre o assalto, várias pessoas deram seus testemunhos dizendo-se vítimas dessa quadrilha, como abaixo:

Marcela Leal Licença pra comentar. Também tive mercadoria roubada, enviei de João Pessoa para Itaituba e justo nesse trecho Stm/Itb, a mercadoria foi roubada. Sugiro que façamos todos reclamações nos correios nacional, pelo site ou telefone (eu já fiz a minha).Quem sabe assim eles nos ouçam, pq por aí eles não fazem nada, além de na maioria das vezes não devolverem o valor perdido. Quem sabe assim, com várias reclamações eles façam alguma coisa. #vamosdenunciar
Brenda Vasconcelos Revoltante mesmo, não é a primeira vez. Não vi passando em nem um jornal, eles não investigam isso? Não recuperam nada desses roubos? E não nos dão nem uma satisfação. Estou esperando uma mercadoria, e hoje já soube que outro carro foi roubado, e pelo código de rastreio não mostra nada. E aqui tbm não resolvem nada 😡😡
Yaelen Matos Nunca mostra !!! Eles ficam cozinhando a gente a banho maria pelas contas só esse. Ano foram três carros !!! Quando a marcadoria não chega pela metade aqui
Brenda Vasconcelos Eles já sabem que foi roubada, mas só colocam no sistema se a gente for lá. Ainda falam que quando tiver com 3 dias de atraso pode ir atras que foi roubada 😡 A nossa sempre tá no meio tbm. Não dá pra arriscar mais não 😪
Marcela Leal Bem suspeito não? 🤔. Muito conveniente o tempo todo essas mercadorias sendo roubadas e ficando por isso mesmo.

O blog procurou a gerência local dos Correios, que preferiu não se manifestar acerca dos assaltos, mas o blog conseguiu apurar que, com início em dezembro/2016, já foram quatro assaltos aos caminhões-baús dos Correios, e sempre no trecho Santarém-Rurópolis, sendo que dois assaltos com perda total, um parcial e outro apenas tentativa, com o caminhão alvejado por balas; o caminhão ficou estacionado por uns quatro dias no posto da Polícia Rodoviária Federal em Santarém.

Esse transporte de objetos dos Correios é feito por empresa terceirizada e somente com um motorista, com veículos rastreados por satélite, devendo as portas serem abertas somente em Rurópolis e Itaituba, pois caso contrário, um alarme é acionado. A fonte do blog declarou que os assaltantes, não sabendo precisar quantos, sempre desviam os caminhões para vicinais para fazer o baldeamento das cargas roubadas, enquanto o motorista fica sob a mira de revólver. 

Foi informado ao blog que todas as pessoas que tiveram prejuízos serão indenizadas em sua totalidade, mas tão-somente se fizeram o seguro, pois quem não fez o seguro, que é obrigatoriamente oferecido por todos os atendentes dos Correios e corresponde a 1,5% do valor declarado, não terá o valor reembolsado. Para ser indenizado, não precisa a vítima acionar o PROCON ou a Justiça, pois basta apenas acionar o 0800 da empresa para ter seu valor declarado devolvido.

Foi apurado que a Polícia Federal e a Polícia Civil (que segue uma outra linha investigativa), em Santarém estão investigando esses assaltos. Entretanto, sabe-se que os suspeitos não realizam apenas assaltos aos caminhões da EBCT, mas agem em diversas "modalidades", motivo pelo qual a Polícia Civil também investiga o bando. Porém, cidadãos, empresários, comerciantes e demais usuários dos Correios estão apreensivos com a constância desses assaltos e querem, o mais rápido possível, um basta nesses assaltos!

Reações:

1 comentários:

Norton Sussuarana disse...

Caro Gollyas team, se há bandido e puxa saco, é na sua família. E, da próxima vez, seja homem para colocar seu verdadeiro nome para tazer críticas e ofender.