19 de novembro de 2016

LAVRAS/MG - MÃE MATA FILHA DE DOIS ANOS APÓS PERDER A GUARDA

Inicialmente jovem alegou ter sido vítima de roubo, mas depois disse à polícia ter esfaqueado a filha; vizinhos destruíram a casa dela

Rene Moreira,
Especial para o Estado
18 Novembro 2016


FRANCA - Uma mulher de 29 anos é investigada pela morte da filha de 2 anos em Lavras, no interior de Minas Gerais. Sabrina Silva confessou ter assassinado o bebê nesta semana a facadas e não revelou o motivo do crime. Mas para a polícia acredita que tenha relação com o pedido de prisão expedido por dívida de pensão alimentícia. 

Foto: Divulgação
O crime aconteceu na noite do último domingo, 13, dois dias após a suspeita perder a guarda da criança e pagar parte da pensão atrasada para não ser presa. O bebê levou três facadas no pescoço, e ela inicialmente alegou que teria sido vítima de roubo. Depois, segundo a polícia, confessou ter matado a filha.

O crime ocorreu na rua Ibrahin da Silva, no bairro Fonte Verde, em Lavras/MG, no início da noite deste domingo (13). Segundo a polícia, foi a mãe da criança quem acionou a polícia dizendo que ela e a filha haviam sido assaltadas na rua e que a filha estava ferida. De acordo com a Polícia Civil, em depoimento, a mulher afirmava que o crime teria sido cometido pelo assaltante, mas caiu em contradição ao ser questionada pelos policiais.

Depois de um tempo, ela disse que a guarda da criança era compartilhada com o pai da menina e que a filha só ficava com ela aos domingos. A mãe teria dito que se ela não podia ficar com a filha, o pai também não poderia.

A mulher será indiciada por homicídio. A menina chegou a ser socorrida e levada em estado grave para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) na cidade, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Revoltados com o crime, moradores destruíram a casa da mulher no Residencial Fonte Verde, a ponto de estourarem até as paredes.

Reações:

0 comentários: