22 de novembro de 2016

ITAITUBA/PA - APÓS DERROTA, ELIENE NUNES É ABANDONADA POR ALIADOS E É CONVOCADA PARA PRESTAR ESCLARECIMENTOS NA CÂMARA DE VEREADORES.


    Vereador Peninha (PMDB) - Foto: Jota Parente
O vereador Peninha (PMDB), que tem feito oposição desde que tomou posse no atual mandato, portanto, continua onde sempre esteve, apresentou um requerimento o qual defendeu quando usou a tribuna na manhã de hoje.

Esse requerimento, que foi aprovado pela unanimidade dos vereadores presentes, onze ao todo, convoca a prefeita Eliene Nunes para comparecer à Câmara Municipal para explicar para os senhores edis e para a população em geral, a verdadeira situação atual do município, pois são muitas as notícias de que a gestão dela não está conseguindo honrar compromissos inadiáveis, como o não pagamento de fornecedores de produtos da merenda escolha, falta de recolhimento de parcelas de empréstimos consignados tomados por servidores municipais, que foram descontados em folha, mas, não foram repassados aos bancos, como no caso da Caixa, não recolhimento do INSS, além de outras acusações.

Imagem: Internet
“Eleição se ganha e se perde. É diferente de futebol, que tem vitória, empate ou derrota. Quem entra em uma campanha deve ter lutar para ganhar, mas, também não pode se esquecer de trabalhar com a possibilidade da derrota. E a prefeita Eliene Nunes, pelo jeito, não pensou nisso.
A atual gestão perdeu, não só a eleição, mas, perdeu completamente o rumo da governança. Hoje, o que se vê é esse descontrole, que caminha para que o podemos chamar de caos. Fala-se que a atual gestão pode terminar no dia 31 de dezembro com cerca de R$ 10 milhões de débitos. 
Não se pode esquecer que, de acordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal, todo e qualquer débito que não for quitado até o próximo dia 31 de dezembro, só poderá ficar para o próximo governo se estiver empenhado e com dinheiro em caixa. 
Do contrário, tudo isso vai ficar na conta da prefeita.
Por isso, com a assinatura de vários colegas e com aprovação unânime, apresentamos esse requerimento que a convoca para vir aqui dar explicações. Ela poderá trazer sua assessoria para consultar quando achar que deve. Mas, de acordo com a Lei Orgânica do Município, ela terá que vir”, afirmou o vereador.
Sem dúvida, essa foi a matéria mais impactante do dia na Câmara Municipal.
Abaixo, requerimento aprovado:






Reações:

0 comentários: