15 de outubro de 2016

ITAITUBA/PA - QUADRILHA É PRESA, MAS PODE NÃO FICAR PRESA!

Itaituba-PA: Acusados de uma série de assaltos podem voltar para as ruas após audiência de custódia

No inicio da noite da ultima quinta-feira (13), foi presa um quadrilha que vinha atuando em assaltos e roubos de celulares e motos em Itaituba, Oeste do Estado. Os acusados foram reconhecidos pelas vítimas. Segundo o delegado de plantão, a noite toda de ontem e madrugada de hoje, foram de total calmaria na cidade.

A Operação de combate as esses furtos, continuarão. Essas operações, segundos militares, sempre são realizadas com sucesso, quando a própria população informa, logo após o ocorrido, já que esses acusados, continuam a realizar outros delitos dessa natureza, no mesmo bairro.

A Operação realizada na tarde e noite de ontem, teve a total participação do Núcleo de Inteligência do CPR- X de Itaituba, Policias Civis e Grupamento Tático Operacional – GTO e outros policiais militares. Fonte: BLOG RPI

Comentário - Por outro lado, há um temor público de que esses indivíduos possam estar de volta às ruas em tempo recorde, por conta da famosa 'audiência de custódia', uma ferramenta que só tem utilidade para aumentar a criminalidade, uma vez que, disfarçada de uma medida para evitar a superlotação dos presídios, o Sistema Prisional brasileiro adotou a sugestão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), de que se faça o mínimo possível de prisões. Na verdade, só quem tem a perder com isso são os próprios policiais, que são expostos ao ridículo de acusações esdrúxulas por parte de bandidos reconhecidamente nocivos à sociedade. "A primeira pergunta que o promotor e o juiz fazem ao bandido é 'você foi agredido?'. O que você acha que o indivíduo vai responder?", questiona um policial.

É no desfecho de eventos como esse que se vê que, mesmo com o empenho da polícia, a Justiça tira com a outra mão. Esses meninozinhos já são conhecidos. Inclusive gostam de tocar o horror no residencial WF e adjacências.

Agora, me pergunto... Quando o cidadão se arma, pega uma praga desses e manda pro inferno, ele também vai pra maldita audiência de custódia?! Ou o cidadão vai ser açambarcado com a máxima de que, "sendo cidadão, sabe que não poderia fazer o errado"?!

Ou ele vai dar com os costados no cárcere e ser submetido aos "batismos" da prisão?! É em momentos assim que são criados os mais cruéis, sanguinários e revoltados matadores. Quando a Justiça (?) pune um inocente, nem imagina o tamanho do bandido que está criando...

Nosso país é uma mãe... E a nossa Justiça é uma "filha da mãe"...!

Mauro Torres

Reações:

0 comentários: