11 de setembro de 2016

ALTAMIRA/PA - INFERNO ASTRAL DA FAMÍLIA AMARAL PARECE NÃO TER FIM!!

JOSY AMARAL, CANDIDATA DO PSB À PREFEITA DE ALTAMIRA, FALSIFICOU DIPLOMA UNIVERSITÁRIO!

Josy Amaral (PSB), que concorre à prefeitura de Altamira, foi denunciada à Justiça Eleitoral após apresentar certificação falso (Foto: Divulgação)


Após condenação pela Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Pará de Vando do Amaral, prefeito afastado de Vitória do Xingú, a mais de oito anos por corrupção, além de ter vários recursos denegados, a inferno astral da família Amaral parece não ter fim. 

Agora, que está no centro de mais um escândalo a atazanar a família, é Joseilda da Silva Amaral, mais conhecida como Josy Amaral (PSB), candidata à prefeitura de Altamira pela coligação “União pelo Progresso”, que está sendo acusada de ter falsificado diploma de nível superior. O diploma falso consta da documentação apresentada em registro de candidatura junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PA). Josy Amaral foi denunciada pela coligação “O Trabalho vai Continuar”, que tem como candidato Domingos Juvenil (PMDB), à Polícia Federal, ao Ministério Público Eleitoral (MPE) e ao juizado da 18ª Zona Eleitoral por crime de falsidade ideológica e falsificação de diploma. Também é acusada de ter apresentado diploma falso nas eleições de 2014,quando concorreu ao cargo de deputada estadual.

A candidata do PSB, que se intitula pedagoga e professora, apresentou certificado de conclusão de curso de Licenciatura em Pedagogia, que teria feito na Faculdade de Ciências de Wenceslau Braz (Facibra), localizada na cidade de Wenceslau Braz, no Paraná.

Documento da universidade afirma que Josy nunca estudou na instituição (Reprodução)

Certificado apresentado pela candidata (Foto: Reprodução)

O certificado da Facibra, datado de 23 de maio de 2013, leva as assinaturas de Fabiano Teixeira da Cruz, diretor-geral da instituição, e de Luciene Maria dos Reis, secretária acadêmica da faculdade. Ocorre que o diploma é falso, como afirma o próprio diretor-feral da universidade, em documento registrado em cartório, com firma reconhecida.

FALSIFICAÇÃO

Em resposta a um ofício encaminhado à Facibra pela Secretaria de Administração de Altamira (SEMAD), Fabiano Cruz informa que Joseilda Silva Amaral “não é e não foi aluna desta instituição e que as assinaturas do certificado enviado por e-mail não são verdadeiras”. 

O fato é que a candidata nunca frequentou a instituição, nem foi graduada lá. Segundo a denúncia, consta do certificado que Josy Amaral, que é servidora pública da Prefeitura de Altamira, teria concluído o curso de Licenciatura em Pedagogia, na Facibra, em dezembro de 2013. Mas a data de emissão do documento é de 23 de maio de 2013, ou seja, de 7 meses antes.

Segundo a denúncia, a candidata juntou documento que sabia ser falso à Justiça Eleitoral, para modificar seu grau de escolaridade “em busca de uma maior qualificação eleitoral e com o intuito de passar maior credibilidade ao eleitorado de Altamira”. O DIÁRIO fez contato com o advogado de Josy - Sérgio Vidigal -, que afirmou que enviaria documentos em defesa da sua cliente. Mas, até o fechamento desta edição, nada foi enviado.

DIPLOMA FALSO
- Na última sexta-feira (2), o DIÁRIO entrou em contato com a direção da Facibra, para confirmar a fraude. Por telefone, a secretária-geral da instituição afirmou que o diploma apresentado por Josy Amaral é falso. Ela assegurou, ainda, a autenticidade do documento, em papel timbrado da Facibra, no qual a faculdade afirma que a candidata à Prefeitura de Altamira nunca estudou lá.

NA INTERNET
- Em vídeo publicado nas redes sociais de Altamira, Sérgio Vidigal Jr., advogado de Josy Amaral, classifica como “mentirosas” as informações de que ela não teria curso superior. “Apresentaremos à sociedade e à Justiça a verdade dos fatos”, garante. Procurado pelo DIÁRIO, ele disse que enviaria documentos ao jornal. Mas a redação nada recebeu até a noite da última sexta-feira (2).


(Luiz Flávio/Diário do Pará)

DE NOVO?
A candidato do PSB à prefeitura de Altamira, Josy Amaral, já está sendo acusada de ter apresentado outro diploma falsificado à Justiça Eleitoral. Nas eleições estaduais de 2014, quando concorreu a uma cadeira na Assembleia Legislativa, Josy Amara informou ao TRE, possuir diploma de pós-graduação em Gestão Pública, concedido pela Faculdade de Ciência de Wenceslau Braz (Facibra), no Paraná, mesma instituição que negou que ela tenha cursado Licenciatura em Pedagogia naquela faculdade.

Reações:

0 comentários: