13 de agosto de 2016

ITAITUBA/PA - JUSTIÇA FEDERAL MANDA SOLTAR INVESTIGADOS DA OPERAÇÃO MADEIRA LIMPA.

O juiz Érico Pinheiro, da 2ª Vara Federal em Santarém, revogou a prisão preventiva de 5 dos 7 investigados da Operação Madeira Limpa, que ainda estavam presos desde que a operação foi executada pela Polícia Federal em agosto do ano passado. Dos 30 acusados de participação no esquema, que causou prejuízos na ordem de R$ 31,5 milhões ao patrimônio público, só Paulo Sérgio da Silva, o Paçoca, e Rodrigo Beachini de Andrade, permanecem presos. Dois estão foragidos – Danilo Oliveira Fernandes e André Luís da Silva Suleiman.

Ontem, foi revogada a prisão de Edimilson Rodrigues da Silva, preso em Belém, Alcides Machado Júnior (Santarém), Charles Pires de Araújo (Santarém), Sidney dos Santos Reis (Itaituba) e Enilson Alcântara Pereira (Belém). Eles só serão soltos mediante pagamento de fiança arbitrada em R$ 15 mil. O juiz determinou que os 5 terão que usar tornozeleira eletrônica, com proibição de saírem da área urbana da cidade onde residem. Estão ainda proibidos de manter contato com os demais réus do processo. Érico Pinheiro manteve a prisão de Paçoca por ser considerado, segundo o MPF (Ministério Público Federal), o chefe da organização criminosa.



Fonte: http://www.jesocarneiro.com.br/
Postado por Junior Ribeiro

Reações:

0 comentários: