18 de julho de 2016

SANTARÉM/PA - POLICIAL MILITAR DE FOLGA É ESPANCADO ATÉ A MORTE POR POPULARES FURIOSOS!

Apenas as investigações da Polícia Civil vão esclarecer o que de fato ocorreu na noite deste domingo (17), em um bar localizado na travessa Assis de Vasconcelos com a rua 24 de Outubro, no bairro Aldeia, em Santarém, no oeste do Pará e se realmente o policial militar David Lira Sampaio, 35 anos, que estava de folga, teria sacado sua arma e efetuado vários disparos acertando pelo menos duas pessoas. Um dos tiros acertou Erickmenton Sena Serra, 25 anos, lavador de carro. Ele morreu na hora.

Uma segunda pessoa, João Danilo Nogueira Torres, também ficou ferida. De acordo com relato de testemunhas, após efetuar os disparos, amigos e familiares da vítima desarmaram o policial militar e o espancaram impiedosamente. O militar estava desacordado e mesmo assim ainda era espancado pelos populares ensandecidos até a chegada da PM.

A polícia foi acionada e rapidamente chegou ao local, diversas viaturas, afastando os curiosos e tentando conter as pessoas mais alteradas.

O policial David Lira Sampaio estava todo machucado e foi imediatamente socorrido e conduzido às pressas para o Pronto Socorro Municipal, onde deu entrada em estado grave. Alguns minutos depois, ele morreu devido à gravidade dos ferimentos.

A outra vítima também foi internada no PSM bastante machucada. 

Há várias versões sobre este caso e muitas contradições. 

Uma das versões sugere que o soldado da PM tentou controlar uma confusão supostamente iniciada por Erickmenton Sena, quando, possivelmente, mexeu na mesa de sinuca onde havia outras pessoas jogando. Daí, ainda segundo uma dessas versões, começou toda a confusão, inclusive com o militar David Lira, sacando sua arma e disparando no interior do estabelecimento, acertando mortalmente Erickmenton. O policial tentou deixar o local, mas teria sido agarrado por populares, espancado e teve sua arma tomada na hora da confusão. 

O comando do 3º Batalhão de Polícia Militar não se pronunciou ainda sobre esse caso. O delegado Germano do Valle está à frente das investigações.

Postado por Marcos Santos

Reações:

0 comentários: