20 de julho de 2016

JURUTI/PA - PROMOTORA DE JUSTIÇA É ALVO DE OFENSAS POR RECOMENDAR CANCELAMENTO DE SHOW DE VICTOR & LÉO!!

Em nota, Ampep sai em defesa da promotora de Juruti, alvo de ofensas nas redes sociais
Publicado 20 de julho de 2016 | Por Jeso Carneiro


Imagem: Facebook
Em nota emitida hoje, 20, a Ampep (Associação do Ministério Público do Pará) saiu em defesa da Promotora de Justiça Lívia Tripac Miléo Câmara, de Juruti/PA, alvo de ofensas e informações inverídicas nas redes sociais.

Foi ela que recomendou o cancelamento do show de 300 mil reais da dupla Victor & Léo que o prefeito Marquinho Dolzane (PSD) resolveu bancar com recursos públicos.

Segundo a nota, Lívea Câmara pediu o cancelamento para “garantir a defesa do patrimônio público e social”, já que servidores municipais estão com salários atrasados.

Abaixo, a íntegra da nota de esclarecimento
♦ ♦ ♦
A Associação do Ministério Público do Estado do Pará (Ampep) vem a público prestar esclarecimentos a respeito de recomendação expedida pela associada Lívia Tripac Mileo Câmara, titular da promotoria de justiça de Juruti.

Esta Associação repudia as ofensivas e inverídicas declarações proferidas contra o Ministério Público por meio das redes sociais.

Com o objetivo de elucidar os fatos, a Ampep presta os seguintes esclarecimentos:

– A recomendação solicita o cancelamento do contrato no 37/2016, por meio do qual o município de Juruti contratou a dupla de cantores Victor e Léo para a festa dos visitantes no Festival das Tribos 2016. O valor acordado foi de 300 mil reais;

O pedido de cancelamento foi feito após o recebimento de diversas denúncias de falta de pagamento do funcionalismo público municipal. A promotora informa, inclusive, que já abriu procedimento para apurar o motivo desse atraso estar ocorrendo;

Além do cancelamento, a recomendação pede que seja contratada uma atração cultural que esteja em consonância com a realidade econômica atual da cidade, realocando parte dos recursos para que seja feito o pagamento correto do funcionalismo público municipal. Diversos outros artistas também possuem visibilidade e capacidade de atração de público;

– A recomendação expedida foi uma atitude de caráter preventivo, que visou garantir a defesa do patrimônio público e social.

Os servidores possuem direitos sociais previstos na Constituição Federal e os seus salários são créditos de natureza alimentar.

Além disso, em municípios com dificuldades financeiras o administrador tem o dever de otimizar a alocação de recursos públicos e satisfazer as necessidades mais urgentes da população.

Esta Associação reafirma ainda o seu compromisso em defender as prerrogativas dos membros do Ministério Público e repelir quaisquer interferências ou iniciativas difamatórias a seus associados.

Os membros ministeriais pautam seus atos em normas e leis, agindo sempre em prol da sociedade de um modo geral.

MAIS SOBRE O CASO!
Show de Victor & Léo em Juruti: MP quer saber a origem do dinheiro
Publicado 12 de julho de 2016 | Por Jeso Carneiro

O MP (Ministério Público) do Pará em Juruti entrou no caso do show de R$ 300 mil, denunciado pelo blog, que o prefeito de Juruti, Marquinho Dolzane (PSD), contratou para a festa de abertura do festival das tribos no próximo dia 28.

A promotora de justiça Lívia Tripac Miléo Câmara deve enviar, ainda hoje, ao prefeito ofício no qual solicita informações sobre a origem do dinheiro desembolsado para a apresentação da dupla sertaneja Victor & Léo (foto).

Em contato há pouco com a mineradora Alcoa, o blog obteve a informação que a empresa não repassou à prefeitura nenhum recurso para patrocínio do show da festa dos visitantes.

Nota do Blog: A Promotora de Justiça Lívia Câmara foi servidora da Justiça do Trabalho em Itaituba, onde sempre mostrou desempenho exemplar e, quando de sua nomeação, fiquei muito feliz ao saber que iria assumir uma vaga no MP de Itaituba. Uma pena, pois Itaituba estaria bem melhor. E, sobre as críticas e ofensas recebidas, são proferidas por pessoas que não querem o melhor para sua cidade!!!

Reações:

0 comentários: