29 de maio de 2016

JURUTI/PA - PROFESSOR É SUSPEITO DE PARTICIPAR DE ESTUPRO COLETIVO DE MENOR!

Adolescente de 17 anos é vítima de estupro coletivo em Juruti; professor é um dos acusados


O crime ocorreu na casa de um professor de prenome Douglas. Ele e mais dois violentaram a menor

Três homens acusados de participar de estupro coletivo estão presos na carceragem da Polícia Civil do Pará em Juruti [foto]. A prisão deles, em flagrante, ocorreu ontem, 28.

O crime foi cometido na madrugada de sexta-feira, 27, naquela cidade.

A vitima é uma adolescente de 17 anos, que estava participando de festinha particular na casa de um professor da rede municipal de ensino.

O nome dos acusados ainda não foi revelado.

Eles teriam dopado a menor com vodka e cachaça.

O delegado Jaime Paixão, titular da Polícia Civil em Juruti, é quem está no comando das investigações do caso. O inquérito aberto por ele tem prazo de 10 dias para ser concluído.

A lei sobre esse tipo de crime foi alterada em 2009, e passou a considerar, além da conjunção carnal, atos libidinosos como crime de estupro.

Como ocorreu o estupro

A adolescente foi convidada para participar da festinha na casa do professor de prenome Douglas. Lá, ela teria sido induzida a beber vodka e cachaça. A casa de Douglas, conforme o blog apurou, fica no bairro Portelinha.

O estupro teria ocorrido quando a menor estava bêbada.

Reações:

0 comentários: