10 de maio de 2016

ALTAMIRA/PA - PRESOS GRAVAM A PRÓPRIA FUGA DE PENITENCIÁRIA

Presos registram fuga e divulgam vídeo na internet em ALTAMIRA.


Um vídeo mostrando a fuga de três internos do Centro de Recuperação de Altamira, sudoeste do Pará, ganhou as redes sociais durante a madrugada desta terça-feira (10). As imagens mostram a ação de três presos, que pulam um muro que separa as alas, passam por cima do telhado, atravessam correndo o pátio, pegam uma escada que estava no chão, e conseguem deixar o presídio pulando o muro. Tudo foi gravado com um celular, que nas imagens, parece estar com um interno. O pátio onde a ação aconteceu fica na parte leste da unidade, onde os apenados do semiaberto passam o dia. O que mais impressiona nas imagens, é a liberdade com que os três agem, já que na hora da fuga não há nenhum agente prisional no local. Outro ponto que chama bastante atenção é a escada no chão, que acaba sendo utilizada para facilitar a ação criminosa, e por fim, o vídeo, que tudo indica ter sido feito por um presidiário, o que confirma a presença de celulares ativos dentro do presídio e nas mãos dos internos.

O vídeo, no entanto, revela o que o sistema prisional do estado do Pará insiste em esconder. Em menos de cinco meses, o centro de recuperação de Altamira acumula mais de 10 fugas; um interno foi assassinado; um segundo espancado e por pouco não morreu; um terceiro teria cometido suicídio, e até agora pelo menos três incidentes foram controlados pela polícia, evitando fugas em massa. Números que assustam a população que vive nas proximidades da unidade prisional, e podem ter como explicação, a ausência da Secretaria de Segurança Pública, e a superlotação.

O centro tem capacidade para 192 apenados, mas está abrigando mais de 300. A situação já foi denunciada ao Ministério Público Estadual por familiares de internos, e pelos próprios presos, que escreveram cartas reclamando da falta de condições no local. Um representante do MP esteve na unidade em março deste ano, e prometeu discutir o caso junto à Secretaria de Segurança Pública do Estado, mas até agora, nenhuma medida foi tomada no sentido de por um fim a crise no sistema.

Em nota, a assessoria de comunicação da Superintendência do Sistema Prisional informou que o vídeo ainda não é de conhecimento das autoridades. Enquanto isso, as imagens viralizam na internet, e escancaram uma situação que parece ser insustentável.

Assista o vídeo abaixo.
 
 
Fonte: Oxingu.com

Reações:

0 comentários: