5 de abril de 2016

ITAITUBA/PA - SAÚDE ABANDONADA E PERSEGUIÇÕES SEM FIM!

Jamile Roberto, ex-atendente do SAMU
Há muito se falava dos diversos problemas enfrentados pelos profissionais do Serviço de Antedimento Móvel de Urgência-SAMU de Itaituba, que vão da falta/insuficiência de equipamentos médicos, problemas mecânicos das ambulâncias, falta de fardamento (incluindo coturnos!), baixos salários, falta de material humano, perseguição política a agressões verbais aos superiores e que são as fofocas que demitem/admitem servidores!

Mas agora, nada disso mais é mito, tendo em vista as chocantes informações repassadas ao blog por Jamile Roberta, ex-telefonista do SAMU desde 04/04/2016, que foi exonerada por Eliene Nunes a pedido de Deusmar, motorista da única ambulância do SAMU que ainda funciona precariamente na cidade.

Conforme depoimento de Jamile ao blog, tudo começou no dia 22/03/2016 quando, por volta das 20h10, Jamile recebeu uma ocorrência, via rádio, do Corpo de Bombeiros para que o SAMU fosse atender um senhor de 78 anos com edemas generalizados , tosse seca, dispneia, hipertenso, diabético e estado geral comprometido e, ao repassar a ocorrência para Deusmar, condutor-socorrista, este falou "Eu já falei, Jamile, que não é para receber esse tipo de ocorrência do Corpo de Bombeiros que eu não vou fazer!". Ao que Jamile retrucou dizendo que era para ele, Deusmar, ligar para o Corpo de Bombeiros e informar que ele não iria fazer a ocorrência. Deusmar, então, disse que era para Jamile fazer a ligação, pois ela era a telefonista. Em seguida, Jamile ligou para o Corpo de Bombeiros e repassou o recado de Deusmar.

Após alguns minutos, o major Tito, comandante do Corpo de Bombeiros de Itaituba ligou para o SAMU querendo saber qual a equipe de plantão daquela noite, 22.

Após toda essa discussão a responsável pelo plantão, a técnica em enfermagem Ana Cleide, determinou que Deusmar fosse fazer a ocorrência, sendo de pronto atendida. Mas ao retornar da ocorrência para a base do SAMU, Deusmar, batendo palmas ironicamente começou a ameaçar Jamile dizendo "Me aguarde!" e fazendo várias ameaças à Jamile de demissão, o que realmente se concretizou no dia de ontem, 04. Que após ser muita humilhada com uma possível demissão e com os nervos à flor da pele, Jamile proferiu diversos palavrões contra Deusmar. Que após pedir e insistir na demissão de Jamile, inclusive informando à prefeita que a telefonista ainda estava na escala do mês de abril/2016, a prefeita enviou uma mensagem a Deusmar confirmando a exoneração de Jamile.

Tal mensagem da prefeita a Deusmar foi mostrada a diversas pessoas como uma espécie de troféu e do poder da fofoca que reina no atual governo. 

Diante de sua demissão de forma arbitrária e desumana, Jamile procurou a delegacia de Polícia Civil e fez ocorrência para resguardar possíveis direitos, pois acha que sofreu assédio moral e perseguição política. E, tendo em vista todas as humilhações sofridas, resolveu contar a real situação da base do SAMU e da única ambulância que ainda funciona na base da gambiarra e de peças retiradas da ambulância que está abandonada no HMI, local de base do SAMU.

Relata Jamile que a ambulância não ultrapassa os 40Km/h e não tem condições mecânicas de atender ocorrências na zona rural de Itaituba, não podendo chegar nem no km-17 da rod. Transamazônica, sentido Itacimpasa. Relatou ainda que a base não possui vigia e nem pessoa para fazer a limpeza da base, um serviço gerais-SG, devendo a limpeza ser feita pelo pessoal do SAMU, incluindo a telefonista. Mas, conforme Jamile, isto é de menos, ante o não funcionamento do AMBU, do aspirador e do DEYA, desfibrilador, que não funciona por causa de pilhas, pois as que tinham ainda eram as fornecidas pelo governo passado mas que, com o tempo, perderam sua carga e até hoje o atual governo não repôs as pilhas e, consequentemente, o desfibrilador, item de suma importância em uma ambulância, não funciona.

Continuando com seu relato acerca das mazelas pela qual passa o SAMU de Itaituba, Jamile afirma que existe apenas uma farda para os membros da ambulância e, quando há atendimento em período chuvoso, os socorristas são obrigados a ficarem com a roupa molhada porque não tem farda para fazerem a troca, correndo risco de adquirirem uma pneumonia; até os coturnos estão em péssimas condições de usos. E diante desse quadro lastimável das fardas dos socorristas, apenas dois membros do SAMU representaram o órgão no desfile de 07/09 pretérito e, apesar do pessoal ser registrado como do SAMU, recebem salários bem abaixo do piso salarial da categoria, tendo os socorristas (técnicos em enfermagem) uma redução salarial de mais de R$1.500,00. 

Aduz, ainda, dizendo que Deusmar, mesmo de plantão, constantemente se ausenta da base do SAMU para levar e buscar filhos no colégio, deixando quem necessita de atendimento à mercê da sorte.
          
Diante de todo esse quadro deprimente em que se acha o SAMU de Itaituba, Jamile pergunta como a prefeita pode dar crédito à fofoca e a uma pessoa que não respeita seus superiores, pois Deusmar se refere ao chefe dos enfermeiros de forma jocosa e homofóbica; chama de p... para a Secretária de Saúde, sendo que à diretora do HMI, sobra o epiteto de ladrona. Tais ofensas são testemunhadas por diversos servidores.

Finaliza Jamile afirmando que os servidores temporários não tem assegurado nenhum direito determinado no Regime Jurídico Único dos servidores municipais pois, mesmo tendo feito cirurgia de hérnia inguinal, foi obrigada a tirar somente 15 dias de licença médica e se fosse tirar mais dias de licença médica, seria exonerada ou deveria pagar outra pessoa para ficar em seu lugar!

Ressalta Jamile que somente recebeu seu salário relativo a março por causa da providencial interferência da Secretária de Saúde, Cleocy Aguiar!

Reações:

13 comentários:

Anônimo disse...

Que coisa feia senhora prefeita, e a secretaria de saúde dispensa comentários.

Anônimo disse...

Já passei por coisas horríveis nesta secretaria e entendo plenamente esta senhora.

Anônimo disse...

Excelente matéria Norton.

Anônimo disse...

Eu conheço muito bem o perfil desta prefeita e avisei várias vezes as pessoas que aquela cara de santinha era só na campanha, não quiseram ouvir agora estão sofrendo, espero que ela não engane mais ninguém por que o principal prejudicado sera a população do município.

Anônimo disse...

Sem contar com a atitude do motorista que se recusou a transportar um paciente idoso e doente, essa prefeita é cega? Ele merece continuar lá botando banca pra atender quem precisa e a moça foi demitida por fazer seu trabalho em passar a ocorrência pra equipe. O que deu pra entender é que a razão ta com ele que se negou a fazer o atendimento... Pode isso???

Anônimo disse...

Melhor blog de denúncia política da região isto se não for do Pará.

Anônimo disse...

Uma prefeita que não faz jus ao cargo. Se deixa levar por fofoquinha de quem não tem o que fazer... Ou melhor, não quer fazer o que tem pra fazer. Usando da amizade com a prefeita pra acumular inimizades com os colegas de trabalho.

Anônimo disse...

Infelizmente, esse rapaz não usou a cabeça, acarretou inimizades com pessoas que vão continuar trabalhando com ele quando essa prefeita sair... Comportamento de quem não tem profissionalismo. Só pelo foco onde começou a confusão já dá pra ver que não tem compromisso com o que faz.

Anônimo disse...

essa coisa que acha que e servidor do municipio. ele e um babaca esse motorista. a prefeita vai sai. e ele vai fica. mais vamos espera . quem sabe um dia ele vai presisa da viatura e vai ser outra pessoa o motoridta

Anônimo disse...

Ouço dizer corriqueiramente de servidores dissidentes da prefeita assediando moralmente outros servidores.

Anônimo disse...

Esse blog é maravilhoso.

Anônimo disse...

A Eliene enganou a todos, com sua aparência de santa conciliadora. Na verdade é uma pessoa sem escrúpulos, perseguidora e injusta. Basta analisar a sua conduta em relação ao Júnior do Colorau, ao Armando Miqueiro e outros inúmeros casos, como esse em tela.

Anônimo disse...

A secretária de saúde é péssima também, perseguidora.