27 de março de 2016

SANTARÉM/PA - DELEGADOS CANDIDATOS SERÃO SUBSTITUÍDOS E SEGURANÇA SERÁ MANTIDA!

Gilberto Aguiar: “Delegados de outros municípios vão ajudar na segurança da região”

Superintendente de Polícia se prepara para substituir delegados que vão concorrer nas eleições deste ano


Superintendente da Polícia Civil, Gilberto Aguiar
Com a aproximação das eleições municipais de 2016, uma grande preocupação toma conta da população de Santarém, oeste do Pará. Existe a expectativa, de que, pelo menos cinco delegados que atuam na cidade, se afastem do trabalho na Polícia Civil, no início do mês de abril, para concorrerem nas eleições.

Em entrevista ao Jornal O Impacto, o superintendente Gilberto Aguiar fala desta situação, bem como sobre o planejamento inicial da Superintendência para garantir um trabalho efetivo da Polícia Civil, resguardando juntamente com outros órgãos, a ordem pública do pleito. 
Acompanhe:

Jornal O Impacto: Superintendente Gilberto Aguiar, quais são as ações planejadas para a atuação da Polícia Civil para garantir a segurança das eleições deste ano? Também, levando em consideração o afastamento temporário de pelo menos 50% do efetivo de delegados de Santarém, que deverão concorrer às eleições no Município?

Gilberto Aguiar: Em virtude de em 2016 ser um ano eleitoral, a Superintendência da Polícia Civil, especificamente a 12ª RISP, tem essa preocupação, principalmente em municípios do interior, por conta de situações ocorridas no passado. São situações onde os ânimos ficam exaltados, em razão disso nós já realizamos uma primeira reunião, com os delegados de toda a região, até porque esses delegados entraram recentemente na Polícia, irão participar como autoridades policiais nos municípios, nas suas primeiras eleições. Essa reunião foi basicamente para que a gente passasse as orientações de como eles devem se portar nesse período eleitoral, tendo em vista as inúmeras situações que ocorrem. Nós iremos realizar outras reuniões, até o pleito, em outubro, nós temos a preocupação, também, de manter uma equipe de policiais em todos os municípios. Agora recente, nós tivemos notícias de que algumas autoridades policiais são pré-candidatos, serão submetidos à aprovação. Nós estamos aguardando o posicionamento dos mesmos, que formalizem as suas candidaturas, e informem a Superintendência para que possamos adotar providências no sentido de substituí-los, principalmente aqui na Seccional, em Santarém. 

A saída dos possíveis candidatos irá afetar principalmente a 16ª Seccional de Polícia Civil. Então, nós temos essa preocupação, já estamos movimentando e conversando com o nosso superior em Belém, para que a gente possa trazer outros delegados aqui para Santarém, em substituição a esses delegados que irão possivelmente concorrer. Mas, possivelmente durante o período eleitoral mesmo, durante as eleições no mês de outubro, esses delegados que virão passar esse período aqui, deverão retornar aos seus municípios, para que as eleições nestes municípios de origem, não possam ficar prejudicadas com a ausência da autoridade policial. Em caso de deferimento de nosso pedido para que sejam trazidos alguns delegados para cá, eles irão ficar até o mês de setembro. Esse é o nosso planejamento inicial e esperamos que tudo ocorra dentro do esperado, dentro do planejado, para que as eleições possam transcorrer dentro da normalidade.

Jornal O Impacto: Como irá funcionar o trabalho da Polícia Civil sobre as questões relacionadas às eleições? Quais situações são comuns neste período?

Gilberto Aguiar: Aqui em Santarém, a Polícia Civil não tem tanta situação envolvendo as suas atribuições, tendo em vista que nós temos a Polícia Federal atuando aqui, pois é ela que atua diretamente nestas situações eleitorais, mas no interior não existe a Polícia Federal e, a Polícia Civil atua diretamente nas inúmeras situações que acontecem, principalmente desavenças, ameaças, lesões corporais, danos. Então, são muitas situações que acabam, em decorrência das eleições, gerando essas situações que relatei. Essa é a preocupação maior da Polícia Civil para que possamos manter a ordem pública, dando apoio, não só a Polícia Civil, mas todos os órgãos de segurança pública envolvidos, até porque, no interior, não se faz presente somente a Polícia Civil, pois os demais órgãos de segurança pública também vão estar presentes, principalmente a Polícia Militar, com um efetivo maior, que também dará esse apoio, no período eleitoral.

Em Santarém, nós vamos manter as equipes plantonistas. Na sede, é o único local que a gente atualmente consegue manter uma equipe plantonista 24 horas, para que, a exemplo dos demais anos, possamos, juntamente com os demais órgãos de segurança pública, especificamente a Polícia Federal, atuar nesse apoio e combate às situações que venham por ventura, acontecer durante o pleito eleitoral de 2016.

Por: Edmundo Baía Filho

Fonte: RG 15/O Impacto

Reações:

0 comentários: