8 de fevereiro de 2016

RIO DE JANEIRO/ RJ - SECRETÁRIA MANDA DOENTE CATAR COQUINHO!

"Vai catar coquinho", diz secretária de Petrópolis a vítima de Guillain-Barré

DO RIO

A secretária de Trabalho, Assistência Social e Cidadania de Petrópolis, na serra fluminense, Fernanda Ferreira, publicou neste sábado (6), em sua página pessoal no Facebook, um texto onde mandou uma vítima da síndrome de Guillain-Barré "catar coquinho".
A paciente, Sabrina Moraes, 29, mora na Baixada Fluminense, em Magé, cidade vizinha a Petrópolis, onde ficou internada por oito dias.
Em reportagem publicada no jornal "O Globo", no último sábado (6), Sabrina relatou que peregrinou em três unidades de saúde da baixada, antes de conseguir ter o diagnóstico comprovado em uma UPA de Petrópolis.
No entanto, a vítima disse que teve de esperar 24 horas para conseguir a internação, período que permaneceu sentada em uma cadeira de rodas.
A secretária não gostou da reclamação da paciente e publicou sua opinião no Facebook.
"Vale dizer que ela é de Magé. Confiram matéria no Globo. Ela passou por atendimento no município dela, que é Magé, não foi atendida. Foi em Duque de Caxias, não foi atendida. E vem criticar minha cidade, vai catar coquinho né. Dar conta da Baixada é demais", escreveu a secretária na publicação.
Em postagem seguinte, a secretária disse que a expressão "vai catar coquinho" foi direcionada ao Estado, a Magé e a Duque de Caxias, que não conseguiram prestar o atendimento adequado à paciente.
"Em nenhum momento tive intenção de falar sobre a paciente, mas em relação à crise da saúde no Estado, que não está conseguindo dar conta dos atendimentos".
Alguns internautas reprovaram a atitude da secretária. "Que vergonha!", escreveu um. Outro, disse que ela "está certa em dizer a verdade".
A paciente com a síndrome foi transferida na última sexta-feira (5) à noite para o Hospital da Lagoa, zona sul do Rio e seu quadro de saúde é estável.
A Folha não conseguiu contato com a secretária municipal de Petrópolis.

Reações:

0 comentários: