5 de dezembro de 2015

ITAITUBA/PA - HOSPITAL MUNICIPAL TEM DEMISSÃO COLETIVA

 Este blog nunca tentou, nem em pensamento, ser profético, mas a postagem feita neste blog em 07/10/2015, sobre a edição de Portaria pela PMI para contenção de gasto, lá foi dito que:

"No artigo 6º da Portaria 1231/2015, há diversas pérolas, sendo uma delas a redução se aplicar somente para os casos de urgência/emergência, justamente o pessoal que mais têm necessidade de fazer horas extras devido à necessidade do trabalho. Se não é assim, vejam o que diz esse inciso: "I - reduzir e limitar o pagamento  de horas extras, adicionais noturnos, plantões, descanso remunerados e demais jornadas especiais SOMENTE para os casos de urgência/emergência..". O pessoal do SAMU e do Hospital Municipal são os principais atingidos!! Quem será que fez a redação desse inciso?"

Portanto, como previu este blog na postagem acima, a prefeita na data de ontem, pediu à Secretária de Saúde que reunisse com vários enfermeiros e propusesse a esses profissionais a redução de 50% nos salários ou a demissão dos mesmos caso não aceitassem a 'generosa' oferta. Como os enfermeiros, pais e mãe de famílias, não aceitaram tal 'presente' natalino, restou à Secretária de Saúde demitir esses 11 profissionais que muito têm contribuído para que o HMI, mesmo sem oferecer condições adequadas de trabalho, pudesse oferecer um trabalho condizente, mesmo com perseguições políticas. E entre os demitidos, estão enfermeiros da emergência e da área cirúrgica.

Mas achando que ainda não tinha terminado o serviço, 35 técnicos em enfermagem também serão demitidos em prol da tão propalada 'contenção de despesa'.

Agora, se o HMI estava em situação ruim, sem esses profissionais irá piorar. E muito!!

Mas enquanto a prefeitona, conforme comentário na imagem acima, e os Secretários continuam  com seus super-salários, muitos que hoje trabalham vão passar o Natal e o Ano Novo na incerteza de que poderão ficar sem trabalho.

E AS PERSEGUIÇÕES CONTINUAM

E as perseguições e as cobranças indevidas pelo atual governo aos profissionais de saúde continuam!

Agora é contra os enfermeiros recém aprovados que, por lei, devem trabalhar apenas 12 horas, mas estão fazendo jornada dupla e andam feito zumbis pelos corredores do HMI ante cansaço pela excessiva jornada de trabalho. Alguns desses enfermeiros estão se sujeitando à essa carga extenuante porque estão sendo chantageados, pois muitos têm parentes temporários na PMI. Denúncia contra esses abusos serão feitas ao Conselho Regional de Enfermagem-COREN! 


EDUCAÇÃO

Como desgraça não vem sozinha, mas deseja só um começo, o pagamento do salário de dezembro da educação ainda não está certo. E para corroborar o que o blog fala, vejam o Termo de Acordo que a Secretaria de Educação mandou para escolas para não pagar o 1/3 de férias do pessoal de apoio, conforme imagem abaixo.



Será que a prefeita, conforme imagem acima, já esta assinando o decreto-lei diminuindo o salário dela e dos Secretários. Ou sera assinando mais 'bondades'?

Reações:

23 comentários:

Anônimo disse...

Os temporários que tem que ser demitidos são os puxa sacos que entopem a folha de pagamento das secretarias. Mas como sempre quem paga o pato é quem trabalha de verdade sobrou desta vez para a turma da saúde. Parabéns prefeita por a senhora saber como fazer e fazer todo mundo de besta.

Anônimo disse...

Espero que ao menos a clientela que procura os serviços na sala de emergência do hospital municipal de Itaituba tenha o bom senso de fazer suas reclamações pelo atendimento precário diretamente junto a administração e não venha a descarregar a fúria nos poucos funcionários que restam ali, que por sinal estão trabalhando cada vez mais desmotivados nesse governo que "sabe fazer e ta fazendo o povo de besta"!

Anônimo disse...

Por que não são demotidos essas dezenas de acessores que são pagos pra fazer "nada" . So o nome consta na documentação mas so aparece no dia do pagamento.. Essas pessoas não irão fazer nenhuma falta pra população ao serem demitidos, contrário desses profissionais da área de saúde (que cá entre nós, são ainda otimistas para trabalharem naquelas condições e com o salário que ganham..
O povo de Itaituba tem que acordar. Deixarem de ser acomodado,aceitar tudo o que acontece em nossa cidade . Pois a partir do momento que ninguém toma nenhuma providência estão aceitando tudo de bom grado..
Vemos que 4 ,5 se manifestam, mas so não conseguem fazer nada. O povo reclama, fala mal ,mas não bprocuram fazer nada pra mudar. Acabar com essa administração que em todo esse tempo so soube fazer coisas em benefício próprio e prejudicando a população a qual deveria ser ao menos respeitada..
ACORDEM POVO, o povo brasileiro conseguiu tirar um presidente da república uns anos atras e fazer pagar pela corrupção.. Qual a diferença pra uma prefeita dessa cidade?

Anônimo disse...

Uma humilhação um técnico trabalhar na madrugada feriado domingos ter seus proventos reduzidos e ganharem 900 reais.
Meu Deus.
Ainda bem que a secretária é enfermeira.
Mas acredito que ela não conheça a realidade do hmi pois do trabalhava aos sábados e domingos.
Agora quer fazer isso com quem luta de segunda a segunda.

Anônimo disse...

O hospital municipal já vem sofrendo com a escassez de funcionários, com a superlotação do setor de emergência e internação, a falta de leitos, a equipe de profissionais em grande estresse assumindo atividades adicionais impossibilitando a missão de dar um atendimento de qualidade aos pacientes. O trabalho da enfermagem é física e emocionalmente exigente, a pressa, a fadiga, a atenção reduzida aos detalhes estão ligadas as lesões e aos erros no atendimento. Esse "governo de todos" está expondo a população e funcionários a esses riscos. Reflitam na próxima eleição!!

Anônimo disse...

O hospital municipal já vem sofrendo com a escassez de funcionários, com a superlotação do setor de emergência e internação, a falta de leitos, a equipe de profissionais em grande estresse assumindo atividades adicionais impossibilitando a missão de dar um atendimento de qualidade aos pacientes. O trabalho da enfermagem é física e emocionalmente exigente, a pressa, a fadiga, a atenção reduzida aos detalhes estão ligadas as lesões e aos erros no atendimento. Esse "governo de todos" está expondo a população e funcionários a esses riscos. Reflitam na próxima eleição!!

Anônimo disse...

Assim fica fácil, a prefeita diminui o salário dela, mas pede aprovação no orçamento de quase 15 mil reais por mês para manutenção de sua casa. Desse jeito até eu quero de diminua meu salário. Dilma, Ana Júlia e Eliene, as três mulheres que receberam a confiança do povo e não souberam aproveitar.

Carla Pillon disse...

Meu Deus...
Onde vai parar os desmandos dessa prefeita...

Anônimo disse...

Olha norton, não sou defensor da prefeita, mas me pareceu que a imagem do documento fotografado está manipulada. Não sei se pra destacar o texto ou mesmo má fé. Caso eu esteja enganado me desculpe, caso contrário publique a imagem correta sem edição.

Norton Sussuarana disse...

Caro(a) leitor(a), caso você se refira à imagem que reproduz parte da portaria de contenção de gastos, não há qualquer manipulação da mesma ou edição da mesma, pois esta portaria é de domínio público. Além disso, qual parte pode ter sido manipulada?

Anônimo disse...

O município tá numa crise tão grande que a prefeita quer gastar 15 mil por mês só com as despesas da casa dela, eu também queria tá numa crise dessas. "Eu sei fazer e vou fazer o povo de besta"

Anônimo disse...

Quem foi manipulado, foi o povo durante a campanha da atual prefeita Dilmiene Nunes, por que prometeu mundo e fundos mesmo sabendo que não poderia cumprir. Isso não tem nada haver com a crise, a falta de investimentos no município é pela falta de competência e honestidade da gestora com a população do município. Fez igual a Dilma só queria saber de ganhar a eleição sem saber como iria conseguir cumprir suas promessas de campanha. Pra um bom entendedor sabíamos que ela não conseguiria cumprir o que prometeu, mas é uma pena que a maioria da população não tem a menor noção sobre isso. Acha que tudo que é falado durante o horário eleitoral vai ser feito. como por exemplo, shopping popular, as 500 pontes de concreto, UPAS em Miritituba e Moraes Almeida, Câmeras de vigilâncias nos postes, guarda municipal, ruas bem pavimentadas com meio fio e esgoto, construção de 5 mil casas populares, incentivo ao esporte e a cultura, conclusão da Orla, recuperação do mercado municipal, recuperação das nossas praças, contratação de médicos especialistas, reforma completa do hospital municipal. Ela só esqueceu de mostra para a população de onde viria esse dinheiro todo. só a construção de 5 mil casas populares custariam para o município cerca de 300 milhões de reais, quase o orçamento total dos 4 anos de seu governo. então é nessa hora que falta um pouco de conhecimento por parte da população de quanto o município recebe todo mês de arrecadação própria e de repasses dos governos estaduais e federais. sabendo disso nenhum eleitor nunca mais será enganado durante a campanha, pois de posse dessas informações ele saberá quando um candidato está prometendo uma coisa que não poderá cumprir.

Anônimo disse...

Me referia ao termo de acordo não a portaria. Achei diferença nas fontes usadas. Mas pode ter sido só impressão minha. Desculpe qualquer coisa. Se julgar pertinente pode excluir meu comentário.

Anônimo disse...

A parte do artigo 6°

Anônimo disse...

Secretarias de Saúde e Educação serão as mais afetadas. Só da Educação serão mais de 700
A prefeita Eliene Nunes reuniu todo o seu secretariado e outros setores do primeiro escalão de seu governo, no final de semana, para tratar dos cortes que precisam ser feitos, com urgência.

A prefeitura gasta, atualmente, cerca de R$ 9 milhões com a folha de pagamento.

Isso passa do teto estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal, o que pode causar problemas legais para a gestora.

Porém, não se trata apenas de adequar a folha à Lei de Responsabilidade Fiscal, mas, de se enquadrar dentro da atual realidade da economia do país, que está em frangalhos, tanto na iniciativa privada, quanto nos governos.

A diminuição contínua na arrecadação da União tem levado a perdas no FPM.

A Secretaria de Educação é a mais atingida nos cortes, pois vai ter que demitir em torno de 700 temporários.

Em seguida vem a Secretaria de Saúde, que já fez demissões, incluindo enfermeiros do Hospital Municipal, que foram desligados, o que gerou uma onda de críticas à prefeita.

“Nós já estamos com a segunda reunião, e o ajuste passa por cada uma das secretarias. Temos que levar em consideração a situação do Brasil, como a gente tem falado pelos meios de comunicação, e eu tenho dito que não podemos ser irresponsáveis. Temos que tomar atitudes para evitar que aconteça o que já aconteceu aqui mesmo no município de Itaituba, da gente ter os servidores e não ter condições de pagá-los.

É importante que a gente fale a verdade para a população, fale a verdade para os servidores e mostre a realidade do que tem ocorrido nesses últimos meses em todos os setores do município, principalmente na Educação e na Saúde, para que a gente tome atitudes em cima disso.

Os valores de repasses para a Assistência Social e para a Saúde tem diminuído, sendo que alguns desses recursos não estão caindo na conta e a gente precisa falar para essas pessoas que são atendidas por esses programas. Então, é necessário reduzir”, disse Eliene.

Uma coisa muito pouco provável de acontecer, mas, que a prefeita acha que não vai, é a qualidade do serviço público, que ela acredita que não vai cair.

Pelo andamento das coisas, as demissões deverão passar bem de 1.000 servidores, e a probabilidade de não haver prejuízos na prestação de alguns serviços parece muito reduzida.

Ela apelou para os servidos concursados, que terão, em certos setores, que se desdobrar, em alguns casos, um servidor fazendo o trabalho de dois.

Eliene conclamou os concursados a se empenharem para que não haja solução de continuidade no serviço público municipal, apesar das centenas de demissões.

É evidente que não resta alternativa para a prefeita Eliene Nunes, se não, demitir o quanto for preciso, e só pode demitir servidores temporários, sob pena de entrar em um processo de ingovernabilidade.

Diante dessa necessidade imperiosa, é possível que até apadrinhados de vereadores da base governista sejam alcançados pelos cortes, o que se acontecer, será uma prova dura para a prefeita, pois não se sabe qual será a reação de quem tiver assessores desligados.

Blog Jota Parente

Anônimo disse...

Ainda tem concursados aprovados na lista de espera...

Norton Sussuarana disse...

Quanto ao termo de acordo, não tive acesso fisicamente a ele, mas foi me mandada a imagem por um diretor de escola. E realmente as fontes são diferentes, mas não sei quem adicionou o art. 6°. Mas esse mesmo documento está em outras escolas, conforme foi falado por outros diretores.

Anônimo disse...

Obrigado por se preocupar com minha colocação. Desculpe se fui um leitor chato.

Norton Sussuarana disse...

POXA, QUEM DERA TODOS OS MEUS LEITORES FOSSEM ASSIM, PROCURANDO INTERAGIR, CRITICANDO, TIRANDO DÚVIDAS. FIQUE SEMPRE À VONTADE. SÃO VOCES QUE FAZEM ESSE BLOG VIVER!!!

Anônimo disse...

A enfermeira Bernadete estar trabalhando mais que o horário permitido por lei ela é excelente pessoa ótima enfermeira nao entendo o porque pois pelo o que eu sei ela e concussada os que mandam la estavam em Brasília curtindo!! Gente vamos dar um basta nisso.. quero so ver se a Eliene vai ter a cara de pau de ainda se candidatar tem enfermeiro trabalhando la que chegou ontem de Santarém e eles ligam chamando a pessoa acho que se formou agora é vai fazer nos de cobaia

Anônimo disse...

Cadê a justiça deste município? Porque pra não acatar os resultados de uma CPI com várias acusações de irregularidades eles foram rápidos. Mas pra estas denúncias eles fecham os olhos.

Unknown disse...

Ela diz que a folha de pagamento chega a 9 milhões, mais não tem quem faça ela mostrar, sintep já pediu vereadores pediram mais ela não mostra, porque será?

Jair Monteiro disse...

Ela diz que a folha de pagamento chega a 9 milhões, mais não tem quem faça ela mostrar, sintep já pediu vereadores pediram mais ela não mostra, porque será?