26 de dezembro de 2015

ALHOS E OUTROS TEMPEROS DA POLÍTICA ITAITUBENSE

ALHOS E BUGALHOS


PSD INDICA PSB PARA ABRIGAR A PREFEITA ELIENE NUNES

Noticias de bastidores dão conta que caciques do PSD, partido que escorraçou recentemente a prefeita da sua liderança, teria feito intervenção junto ao Cacique mor do PSB Ademir Andrade para que o PSB de Itaituba a aceite como nova filiada, para disputar a reeleição em 2016. Da mesma maneira como Ademir na surdina tirou a presidência de Daniel Soares, terá tutano para destituir o médico dr Leonard para entregar a presidência a Eliene Nunes? Lógico que ela não vai aceitar o posto de soldado raso, quer de general. 

No mais o PSB, local já anda calejado com pessoas que só quiseram usufruir da sigla e depois de eleito debandaram. E se é o PSD quem está solicitando, isso não é liderança política, é mero casamento arranjado, politicamente falando.

IVAN D"ALMEIDA JÁ PREOCUPA CACIQUES E MEDALHÕES DA POLÍTICA LOCAL

Como marinheiro de primeira viagem, ainda neófito debutando na política o empresário Ivan D!Almeida já vem tirando o sono de muitos caciques e medalhões da política local que se acham dono do povo. Uma prova é que quem lotou o Club Porto Seguro em maioria esmagadora foi o povão, gente simples das periferias, dos conjuntos residenciais e muitos inclusive foram a pés como prova de crédito ao aniversariante. Para quem vivia por despeito dizendo que os eleitores do empresário não daria para lotar uma Kombi, agora caiu na real que dá para lotar uma grande frota de ônibus. Ao contrário de quem dizia que sabia fazer e ia fazer e hoje ainda patina em elevado índices de rejeição por falta de trabalho relevante pelo município. Como o tempo é o senhor da razão vamos aguardar 2016 (Nota do Blog: Um evento 'patrocinado' por um pretenso candidato onde tudo é dado gratuitamente, não mede a popularidade de tal candidato)

A SAÍDA E TODOS DEIXAREM SEUS VEICULOS NA GARAGEM

Quem tem carro e moto em Itaituba e cumpre as leis do trânsito vai ter que deixar seus veiculos na garagem e andar a pé ou de bicicleta, porque as ruas estão dominadas por motoqueiros com suas motos envenenadas, andando em alta velocidade na contramão, geralmente bêbados. Em pouco tempo o elevado índice de mortes confirma que a morte nos ronda nas ruas de Itaituba e qualquer um está sujeito a ser mais uma vítima de tragédia. Quando não é esses doidos do trânsito são animais soltos transitando nas ruas também provocando acidentes.

Postado por Nazareno Santo

Reações:

13 comentários:

Anônimo disse...

Quando não é esses doidos?? Eita português legal esse... por isso que tu é blogueiro doido sabe nem concordância verbal até que tava bacana a matéria mas depois desse "quando não é esses doidos " estragou tudo

Norton Sussuarana disse...

Caro anônimo, está postagem não é minha, mas caso queiras ensinar português, estude-o primeiro, pois seu comentário está eivado de erros de português!!

Anônimo disse...

Kkkkkkk a falta de atenção dele ta superando a falta de concordância do texto que está mostrando logo abaixo por quem foi postado.

Anônimo disse...

A política em itaituba tá do jeito que o povo gosta. Com muito dinheiro e pouco conteúdo, pois basta ter dinheiro em nosso município pra ser favorito a vencer uma eleição, mas o resultado já sabemos depois, são buracos, péssima saúde e uma educação de má qualidade. Fazer festa e distribuir comida de graça até o deuzim lotaria qualquer clube.

Anônimo disse...

Ao anônimo das 22:06 de 28/12, vc ta vendo o resultado de ter colocado uma pobretona na prefeitura? Ta se preocupando só de sair de lá rica e a cidade está nessa situação. Mas em relação a fazer festa e oferecer comida de graça, concordo com vc que dessa forma qualquer um lotaria um clube.

Anônimo disse...

Nesta quarta-feira, às vésperas do fim do ano, a Folha de S. Paulo trouxe um furo de reportagem do jornalista Rubens Valente. Segundo um dos delatores da Operação Lava Jato, o senador Aécio Neves (PSDB-MG), presidente nacional do principal partido de oposição e candidato derrotado nas últimas eleições presidenciais, recebeu uma propina de R$ 300 mil da empreiteira UTC.

Em condições naturais de temperatura e pressão, a notícia teria sido estampada na manchete principal do maior jornal do Brasil. No entanto, mereceu apenas uma nota de rodapé na primeira página da publicação, confirmando a tese do colunista André Singer de que a mídia faz de tudo para abafar a corrupção tucana.

"Enquanto o PT aparece, diuturnamente, como o mais corrupto da história nacional, o PSDB, quando apanhado, merece manchetes, chamadas e registros relativamente discretos. O primeiro transita na área do megaescândalo, ao passo que o segundo ocupa a dimensão da notícia comum", disse Singer. "A salvaguarda do PSDB pelos meios de comunicação reforça a tese de que o objetivo é destruir a real opção popular e não regenerar a República." 

O caso de Aécio mereceria ainda mais destaque, quando se leva em conta o fato de que, há um ano, o senador tucano, em aliança com o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), vem liderando uma cruzada moralista para derrubar a presidente Dilma Rousseff, num terceiro turno sem fim que tem causado sérios danos à economia. No entanto, como disse Singer, a denúncia contra o tucano "ocupa a dimensão da notícia comum".

Vale-tudo contra Lula

A Folha, naturalmente, poderá argumentar que, no caso de Aécio, a denúncia de um delator carece de comprovação. Mas não foi esse o comportamento do jornal quando se tratava do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

No dia 16 de outubro deste ano, a Folha cravou em sua manchete a seguinte notícia: "Delator diz ter repassado R$ 2 mi para nora de Lula". Era mentira. A Folha havia apenas embarcado numa "barriga" (jargão jornalístico para as notícias falsas) do colunista Lauro Jardim, do Globo, o que mereceu reparos da ombudsman da publicação.

Mais recentemente, a Folha deu outras demonstrações de sua perseguição a Lula. Ao noticiar uma denúncia contra o senador Delcídio Amaral, a Folha estampou na manchete a foto do ex-presidente. Quando o pecuarista José Carlos Bumlai foi denunciado, ele também perdeu o direito ao nome e foi retratado como "amigo de Lula".

Nas pesquisas recentes do Datafolha, Aécio e Lula têm sido pesquisados como os dois principais nomes da disputa presidencial de 2018 e não faz sentido que os critérios de avaliação dos dois sejam distintos. Se a Folha avança o sinal em relação a Lula, deveria, por coerência, adotar o mesmo padrão com Aécio. Se é cautelosa com o tucano, deveria agir de modo semelhante em relação ao ex-presidente.

Anônimo disse...

Não entendi essa postagem fora de contexto. O desespero dos "luláticos" está tão evidente que ficam defendendo os maus feitos e as ilicitudes do todo poderoso "Brahma" da forma mais intempestiva possível. Acorda mano, que o assunto é política de Itaituba, e não a política suja do PT.

Anônimo disse...

Aguardem o retorno do recesso judiciário. Haverá muita emoção com os novos capítulos da Operação Lava Jato. A "mulher sapiens", seu criador, o todo poderoso "Brahma" e sua prole, irão protagonizar um grande espetáculo para os "incrédulos" militantes petistas.

Anônimo disse...

E o Aecio também ta ferrado ba lava jato.

Anônimo disse...

Diretor do Brazil Institute do King´s College, em Londres, Anthony Pereira, fez uma defesa contundente do Brasil e de seu legado contra crise econômica que o país atravessa; em meio a tanto pessimismo divulgado, pesquisador inglês elogiou a atuação do governo da presidente Dilma Rousseff no combate à corrupção; "Nós não sabemos, por exemplo, se essas investigações serão tão vigorosas sob um governo que não seja do PT a nível federal", afirmou Pereira; "Mas pode ser que, no futuro, vejamos esse período como um momento em que se fundou um novo, e menos corrupto, modo de governar no Brasil", completou; para o brasilianista, o Brasil "não deixará de ser um país grande e importante por causa de alguns anos de recessão"

Anônimo disse...

Nestor Cerveró disse ao MPF que Dilma Rousseff entregou a Fernando Collor de Mello toda a BR Distribuidora. O senador alagoano, porém, abriu mão da presidência e de diretorias comandadas pelo PT, para evitar atritos -- "Que Fernando Collor de Mello disse que não tinha interesse em mexer na presidência e nas diretorias da BR Distribuidora de indicação do PT". É emocionante ver a relação de consideração e respeito mútuo entre Collor, Dilma e o PT.

Anônimo disse...

A denúncia oferecida pelo procurador-geral da República diz que o Lula concedeu a BR Distribuidora ao senador Fernando Collor como barganha para conseguir apoio no Congresso. Essa é forma que o ex-presidente operou e que foi mantida pela presidente Dilma. Método que hoje fez com que Dilma se tornasse uma presidente figurativa de tanto que loteou cargos e ainda o faz para tentar impedir prosseguimento do impeachment.

Anônimo disse...

Segundo a delação de Cerveró, Collor disse que a presidente Dilma tinha lhe concedido todas as diretorias e a presidência da BR Distribuidora (Foto: Reprodução/TV Globo)