20 de outubro de 2015

ITAITUBA/PA - DE TERRENO DOADO À UFOPA, PARTE É 'DOADO' À UMA IGREJA!

VEREADOR QUER SABER: QUEM FEZ A DOAÇÃO DE UM TERRENO DA UFOPA PARA UMA IGREJA PELA PMI?


PREFEITA GOVERNA IGNORANDO VEREADORES

Na sessão ordinária desta terça feira dia 20, o vereador Iamax Prado, à direita, cobrou explicações da prefeita Eliene Nunes a respeito da doação de uma parte de um terreno destinado à construção de um prédio da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA) no bairro Maria Madalena. 

O Vereador Iamax mostrou documento em que a Câmara aprovou em lei a doação do terreno para a UFOPA, mas está questionando que de forma ilegal e imoral alguém da prefeitura fez doação de parte do mesmo terreno doado através de lei à  UFOPA para uma igreja. Iamax considera a atitude do poder executivo absurda, pois na hipótese de doação de qualquer bem público, a prefeita Eliene Nunes devia ter mandado um projeto de lei solicitando permissão da Câmara.

COMO PODE UM TERRENO SER DOADO DUAS VEZES? EM ITAITUBA, TUDO PODE!!

Lei de doação de terreno à UFOPA
Iamax Prado, como legítimo representante do Povo, vai procurar informações junto ao Setor de Terras da PMI para saber quem foi que efetuou a doação de parte do terreno. Iamax ressalta que não está sendo contra apoiar uma igreja, mas sim a forma ditatorial de como vem agindo o governo municipal, ignorando totalmente a Câmara de Vereadores. Com essa atitude de doação arbitrária e ilegal, somada a outras que o executivo vem tomando desde que assumiu os rumos administrativos de Itaituba, Eliene vem demonstrando que não dá à minima para a Câmara e, muito menos, para a população

Sobre tal espinhoso assunto não houve qualquer manifestação do novo líder de governo, vereador Wescley Tomaz.  (Adaptado de texto de Nazareno Santos).

E agora, com essa 'doação' feita à Igreja, onde será construído o novo prédio da UFOPA? Haverá também nova inauguração de placa? Essa é mais uma demonstração da forma ditatorial que a prefeita Eliene Nunes governa Itaituba, como se fosse uma extensão de seu quintal, onde seus assessores são os peões, servindo apenas, cegamente, para executar suas mais esdrúxulas ordens, como no caso da mudança mundana feita no brasão de Itaituba, sem a devida anuência da Câmara de Vereadores de Itaituba.

A imagem à esquerda, conforme seta na parte inferior, mostra que o terreno doado à Igreja Católica fica dentro do imóvel destinado à construção do campus da Universidade Federal do Oeste do Pará-UFOPA, inclusive com edital de licitação já publicado em outubro/2014. Vale salientar que a construção do campus da UFOPA é sonho acalentando há muito pela população estudantil de Itaituba e região, pois não precisarão mais se deslocar até  Santarém.

Agora, fica mais uma questão: não há nenhuma área destinada para construção de uma igreja? Outras igrejas também serão beneficiadas com doação, ou também os assessores da prefeita desconhecem que o estado brasileiro é laico? 

O certo é que o atual governo nada sabe, de tão pouco que já fez, o que fez. enquanto isso, vão servindo de chacota!!!

Até quando 'nossos' representantes agirão como legítimos representantes da prefeita em detrimento do povo? Apenas poucas exceções na Câmara de Vereadores merecem ser chamados de Vereador, como o Vereador Iamax. 

Sítio da PMI informando a grande obra que será (seria?) o campus da UFOPA em Itaituba
Abaixo, imagens da grande festa promovida pela prefeita aquando da inauguração da placa alusiva à obra do prédio da UFOPA, e, conforme o blog de Júnior Ribeiro de que "Foram publicados no Diário Oficial da União, entre os dias 15 e 17 de outubro, os avisos de licitação da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA) para contratação de empresas de engenharia que executarão as obras dos prédios dos câmpus da Universidade em Monte Alegre, Itaituba e Alenquer."




Três últimas imagens extraídas do sítio da PMI

Reações:

2 comentários:

Anônimo disse...

Como é que uma prefeita que se dizia preparada, comete uma lambança em cima de outra em nosso município. Um governo que não conhece nem a lei do município, pode querer governar uma cidade. è por isso que depois da lambança do Brasão do Brasão do município, que mais parece um sapo do que qualquer outra coisa, está sendo chamado de governo perereca. Pra quem muito prometeu a prefeita de Itaituba, está apenas cumprindo o que o ex prefeito Valmir já a chamava durante os debate, "de despreparada". Parece um peru tonto não sabe pra onde vai e ainda se recusa receber apoio de quem quer ajudar, quer resolver tudo sozinho pra ganhar mérito sozinho, mas se esquece que, quando se elegeu buscava apoio de todos, até de quem não gostava, apenas com a sede de chegar no poder.

Anônimo disse...

na minha opinião,nem um vereador está nem um pouco preocupado com a cidade e tão pouco com o povo que os elegeram, e sim consigo próprio....e nesse caso eles não tem moral para questionar o que sua patroa faz ou deixa de fazer.....,pois vcs são no mínimo IMORAL.....mas atentem si para que em breve vcs irão bater nas portas dos mesmos que os elegeram, aí vcs irão ouvir a resposta do povo " besta" como vcs mesmo falam.....e com certeza vcs irão ter a certeza que o povo não são " BESTA" ASSIM......AGUARDEM......!!!!!!!!!!!!!!!!!!!