12 de julho de 2015

FALECE EM SANTARÉM GERENTE DO BRADESCO BALEADO EM ASSALTO!


Rodrigo Coutinho , 28 anos, ferido por arma de fogo durante um assalto na Agência do Bradesco no município de Trairão, oeste do estado, infelizmente não resistiu e veio a óbito por volta das 20 horas, na UTI do Hospital Municipal de Santarém. Seu corpo está sendo encaminho para o IML para realização do exame necroscópico.

Rodrigo Coutinho, que era gerente do banco Bradesco, foi baleado no assalto que aconteceu na sexta-feira (10), no município de Trairão e , devido a seu estado de saúde gravíssimo, foi transferido para Santarém com objetivo de receber atendimentos que pudessem salvar-lhe a vida. No entanto, os familiares de Rodrigo nunca poderiam imaginar que o Hospital Regional Baixo Amazonas pudesse recusar em continuar o tratamento da vítima.

Completamente em choque, lutando pela vida, o gerente do Bradesco teve o tratamento negado. Com hemorragia intensa devido a grave lesão vascular sofrida na perna direita, Rodrigo necessitava de avaliação do cirurgião vascular e de uma arteriografia, que só é feita no Hospital Regional.

O paciente permaneceu nas dependências do Hospital por 2 horas à espera de atendimento adequado ao seu caso mas, ao invés de estabelecer a recusa com argumento de que aquele era o hospital errado para atendimento necessário ao caso de Rodrigo, o Hospital Regional de Santarém-HRS resolveu devolver o paciente para uma ambulância.

Rodrigo, então, foi levado para o Hospital Municipal de Santarém, onde duas teve paradas cardíacas, uma na sala de cirurgia e outra, na reanimação do HMS, onde passou a noite aguardando leito na UTI, fato que conseguiu na manhã deste sábado.

NÃO RESISTIU AOS FERIMENTOS

Diante de toda essa burra burocracia hospitalar, Rodrigo Coutinho infelizmente não resistiu e veio a óbito por volta das 20 horas de hoje (11), na UTI do Hospital Municipal. Seu corpo está sendo encaminho para o IML para realização do exame necroscópico. A família ainda não definiu onde será velado. A policia continua a procura dos assaltantes, mas até agora apenas um suspeito foi preso.

Nota do Blog: O descaso com que foi tratado a necessidade de atendimento a Rodrigo Coutinho, é tema de discussões acaloradas nos grupos de WhatsApp, assim como o temo Direitos Humanos, que é somente lembrado quando a polícia mata um bandido, mas totalmente esquecido na morte de policiais, pais de famílias e jovens brutalmente/covardemente assassinados por facínoras da pior espécie, que encontram guarida para seus crimes em defensores dos direitos dos manos! Não sou a favor da pena de morte, linchamento ou qualquer outro tipo de justiça com as próprias mãos, mas bandido bom, é bandido morto e o exorbitante aumento da criminalidade deve ser creditado a certeza dos bandidos de que não serão punidos! Nossas leis são feitas para beneficiar o bandido, sendo que os policiais, advogados e juízes soltam esses vagabundos transvestidos de cidadãos porque há permissão da lei. Então, quando você, leitor e leitora, for vota para deputado federal e senador, os que fazem as leis que podem manter ou soltar um criminoso, vote sabendo que o seu futuro, ou a morte de um ente querido/amigo, está nesse voto!!

Adaptado de postagem de Junior Ribeiro

Reações:

0 comentários: