10 de junho de 2015

CASO CPI - PARA QUEM DIZIA QUE NÃO TEMIA A CPI, PREFEITA TRAVA, JUDICIALMENTE, TRABALHOS DA COMISSÃO PROCESSANTEII!!!

Já é público e notória as mentiras do atual governo, que sempre se 'ajoelha' às palavras divinas para dar credibilidade às mentiras. Como exemplo dessas mentiras deslavadas são os cartazes propagandeando os grandes feitos com 40 obras inauguradas e a serem inauguradas pelo Governo de Todos Despreparados, 'esquecendo-se' eles de informar que TODAS essas obras começaram no governo passado e, somente após dois anos e cinco meses de (des)governo, é que começaram a terminar algumas dessas obras!

E, agora, mais uma mentira!

E qual é a mentira? A mentira é a prefeita dizer que não teme a CPI, mas está se 'pelando' de medo dessa Comissão, pois, quem anunciava que estava com os documentos nas mãos para serem mostrados a CPI, conforme falou o Secretário de Governo que "...a administração municipal esta tranquila com relação à criação da CPI, pois não (há) nenhuma irregularidade nos processos licitatórios que foram feitos pelo município, e que prefeitura esta com as informações necessárias para repassar aos vereadores caso a CPI seja criada..", teve que recorrer à Justiça para impedir que a CPI solicitasse os documentos que o Secretário de Governo disse que estavam à disposição da CPI. Portanto, mais uma mentira!

Esse impedimento a um trabalho mais amplo da CPI, deu-se através de um Mandado de Segurança MS-0008275-74.2015.8.14.1465, para evitar que a Comissão vá a fundo na Caixa Preta tão bem guardada.

Se o atual governo dos despreparados não teme a CPI, então por que entraram com  esse Mandado de Segurança?

Se o atual governo dos despreparados não teme a CPI, então por que não fornecem os documentos que eles dizem "estar em mãos"?

É também notório que a CPI está extrapolando seus limites, mas se o Governo de Todos Despreparados não teme essa investigação, por que não envia os documentos solicitados? No governo passado, o hoje vereador Isaac Dias (PSB) quando presidente do SINTEPP e do Conselho do FUNDEB, teve acesso à folha de pagamento da SEMED, pois quem não deve, não teme!

Pelo parco conhecimento que tenho acerca das funções do Legislativo, umas delas é fiscalizar o Executivo. E em que consiste essa fiscalização?

Uma Câmara Municipal exerce, principalmente, funções legislativas e fiscalizadoras, participando da elaboração de leis sobre matérias de competência exclusiva do município e exercendo o controle da Administração local, principalmente quanto aos atos e as contas do Poder Executivo do Município.

Portanto, não podendo a CPI requerer tais documentos por força de trabalhar com assunto certo e delimitado, pode a Câmara de Vereadores requer tais documentos! Mas basta querer.

CASO ESPOSA DO VEREADOR JOÃO PAULO

Anteriormente já falei que o Governo de Todos Despreparados, quando lhe é conveniente, usa a lei a seu favor, como no caso dos professores que foram levados à força de dentro do Gabinete de Fachada da sub-Prefeita para a Delegacia de Polícia; também com o uso da PM para retirar os moradores que ocuparam a rua Décima Sexta por exigirem melhores condições na infra estrutura da cidade e, por último, como acima relatado acerca do uso de um MS para travar os trabalhos da CPI. Mas.....quando é solicitado a cumprir a lei, o Governo de Todos Despreparados finge que não é com ele. 

Cadê o cumprimento das determinações contidas no TAC a respeito da construção do famoso Shopping Popular? O administrador desse blog já solicitou vários documentos, via Lei de Acesso à Informação ao Governo de Todos Despreparados, mas até presente data, nada!

Então, é de se estranhar o surgimento rápido e faceiro do documento que comprova o cadastro da esposa do vereador João Paulo Meister (PT) que, quando fez o cadastro, encontrava-se separada de seu atual esposo, conforme relatado pelo agora vereador.

O documento ao lado, por ser público e encontrar-se rasurado no campo relativo ao ano e na data de nascimento da filha da declarante, não tem nenhuma valor legal, a não ser o de achincalhar com o vereador João Paulo.

Outra incongruência gritante do documento é o endereço no cabeçalho ser na rod. Transamazônica, Km-13, posto que a cadastrada 'compareceu' à Semdas para trocar o endereço justamente para a rod. Transamazônica. Assim, o endereço que deveria constar no cabeçalho deste documento é o da trav. Carlos Sarmento. Ou seja, o primeiro endereço!

Outro dado sem sentido é quanto a declarante ser solteira, mas no quadro Composição Familiar constar João Paulo Meister como esposo. Se a declarante era casada, por que não constou o nome de seu esposo no campo 'Nome do Conjugue'(sic)? E a pessoa que assinou a ficha é a mesma que preencheu as linhas do 'informações adicionais'?

Esse é o governo que fala tanto no nome Dele! Mas como bem diz a música: "O que adianta ir prá igreja rezar e fazer tudo errado...?"

Reações:

6 comentários:

Anônimo disse...

Inconstitucional

Anônimo disse...

Sem dúvida nenhuma esse é o pior governo que Itaituba já teve. Só dispreparado nesse governo, minha cidade ta acabada.

Anônimo disse...

Primeiro ela diz que sabe fazer e não faz nada, agora ela diz que não teme, mas vai à justiça para suspender os trabalhos de investigação da CPI. Que descaramento dessa prefeitinha mentirosa.....

Anônimo disse...

A prefeita vai ganhar tempo com esse mandado de segurança e depois vai aparecer com esse documentos tudo ok como se nada tivesse acontecido e ainda arrotando honestidade como tem feito em muitos casos. Essa já perdeu toda a credibilidade e nada mais faz com que a população mude de idéia.

Anônimo disse...

Soube através de um conceituado jornalista, que um veículo roubado foi flagrado e apreendido, prestando serviços para a SEMINFRA.... Um verdadeiro absurdo!!!

Anônimo disse...

Meu Deus!