26 de maio de 2015

CASO CPI - ENQUANTO UNS NÃO TEMEM. OUTROS FOGEM DOS VEREADORES COMO DIABO DA CRUZ!


Nota do Blog: O que se lamenta nesses depoimentos prestados à CPI, é a ausência de pessoas que se dizem cidadãs, que cobram da CPI atitudes que acabem com a bandalheira perpetrada pelo atual governo, mas quem têm vergonha de comparecer na Câmara aquando dos depoimentos, de mostrar sua indignação, principalmente pela ausência do vereador Dadinho Caminhoneiro, que apesar de membro, nunca está presente na Câmara de Itaituba quando do funcionamento da CPI. E o que dizer da ausência da imprensa de Itaituba? Será que aqui há imprensa ou será preciso vir blogueiros e jornalistas de Santarém para divulgação dos fatos ocorridos nas audiências de oitivas para esclarecimento das denúncias que resultaram na criação da CPI?



Na ultima segunda feira, dia 25, a CPI da Câmara Municipal de Itaituba ouviu os depoimentos de vários empresários.
Pela manhã foi ouvido o representante da firma Construtora D’Almeida, Saint Clair Tolentino de Souza Filho, sendo que a Construtora D’Almeida Ltda é acusado de favorecimento pela administração da Prefeita Eliene, com a Dispensa de Licitação no valor de R$545.136,25 para Operação Tapa Buraco.

O representante da Construtora disse em seu depoimento que é o responsável técnico pela empresa e que a parte financeira da firma é do seu proprietário. Confirmou que a construtora realizou serviços Tapa Buraco na cidade, mas não soube precisar quantos quilômetros e nem as ruas. Apenas citou a Avenida Nova de Santana que foi beneficiada com o trabalho.


Saint Clair Tolentino de Souza Filho, que é engenheiro civil, também disse que é genro do dono da Construtora, sendo que sua esposa é engenheira contratada da prefeitura, mas fez questão de ressaltar que ela não faz fiscalização nas obras que o pai está executando.

Eng. Civil Saint Clair Tolentino de Souza Filho

O engenheiro também declarou que, além da Operação Tapa Buraco, a construtora D'Almeida fez outras obras no município. Vale ressaltar que as obras que a Construtora D’Almeida está fazendo, foram alvo de um processo de cancelamento contra com outras empresas, que no governo passado foram vencedores de licitações e estavam executando estas Obras. Porém, apesar de dizer que sua esposa não assina laudos das obras executadas pela empresa D'Almeida, na pericia feita pelo município, uma das responsáveis, que assinam o laudo é exatamente a filha do empresário Ivan D’Almeida e esposa do engenheiro Saint Clair!

Outro que prestou depoimento na CPI foi Pedro Joatan Passos da Silva, sócio proprietário da firma J.W.MOVELARIA LTDA-ME. Ele disse que a sua empresa participou sozinha no Pregão para a fabricação e instalação de moveis planejados para o município no valor de de R$ 2.053.385,00, mas que recebeu somente R$150 mil pelos móveis entregues. Entretanto, afirmou a CPI não tem comprovante de todas as entregas dos móveis. Isto deixou aos membros da CPI a impressão de que nem todos os móveis foram entregues. Suspeita-se que alguns moveis foram entregues em alguma residência(?).

Já Danilo Goes, representante da firma Casa Centro Ltda-ME, disse que ganhou o pregão para prestar serviço ao município com transportes de cargas para o município. Fazia o transportes de material coletado em pacientes e transportava para Belém, onde era realizado as analises(exames). Só que nas atividades desta empresa cadastrados na Receita Estadual, consta que a empresa foi contratada para a publicação de editais, atas de registros de preços, publicações em jornais e etc. Nada a ver com a atividade que a empresa vinha praticando. Todavia Danilo, disse que já havia formulada uma modificação das atividades, assim como também deixou claro que não quer mais vender para a prefeita Eliene Nunes.

Postado por Blog do Peninha

Reações:

8 comentários:

Anônimo disse...

O engraçado que o sain clair é genro de Ivan D´almeida, o Danilo um membro da família D´almeida, e o Ivan D´almeida quer ser candidato a prefeito de Itaituba. Se já estão fazendo esse estrago to sendo apenas prestadores de serviços, imaginem depois de estarem com a chave do cofre. Ainda tem o Paulo Gilson outro que tem vários contratos com a prefeitura com execução de obras, então meus amigos itaitubense a coisa tá feia pra escolher um candidato ano que vem.

Escolher alguns desses nomes é permanecer no erro, tomara que surjam nomes bons para a eleição de 2016, se não ficaremos em más lençóis por mais 4 anos.

Anônimo disse...

ao anônimo das 08:25, e é bom que vc saiba que a empresa CASA CENTRO, também não é de DANILO GÓES......, e sim de uma irmã de IVAN D'ALMEIDA..!!!!! O DANILO é apenas casado com uma sobrinha do sr ivan..... agora imaginem um d'almêida sendo prefeito..!!!! EITA NÓS.........

Anônimo disse...

O que explica a ausência da imprensa para divulgar os depoimentos colhidos pela cpi

Anonimo disse...

os presentes não são necessariamente donos da empresa, podem ser representantes. E a licitação a que ele foi indagado é referente a um valor de 10mil reais, q até hoje não foi pago por completo. E ele comprovou q estava apto a participar do processo sim!! Agora, minha pergunta: tanta gente pra intimar com obra grande, tantas irregularidades, e esses vereadores não vai atrás.. Quant incompetência

Anônimo disse...

QUEM NÇAO DEVE NÃO TEME. SE HÁ IRREGULARIDADES NÃO É CULPA DOS EMPRESÁRIOS, E SIM DA INCOMPETENCIA DESSES GESTORES.

Marcos Sousa disse...

Se há irregularidades acredito que a culpa nao é dos empresarios e sim dos gestores. CADE A PREFEITA NESSA CPI? Todos sabem que os empresarios nao estao recebendo nada dessa prefeitura, se nao nao estariam pulando do barco. a prefeitura deve deus e o mundo hoje

Anônimo disse...

A filha do Ivan, que é engenheira civil foi contratada pela prefeitura para fazer os laudos de vistoria, que motivaram a suspensão das obras das creches contratadas no mandato do Valmir Clímaco. Posteriormente essas obras foram adjudicadas às construtoras da família D'Almeida através de licitações fraudulentas, conforme denúncias comprovadas e amplamente divulgadas pelo vereador Peninha na imprensa de Santarém.

Anônimo disse...

ao sr marcos sousa: discordo do sr!!!,quando vc diz que eles não tem culpa!!!!,todas as empresas que trabalham para a prefeitura hoje,são de empresários que patrocinaram a campanha da atual PREFEITA,e vc sabe que os dalmeida eram quem emprestavam o dinheiro.....,e vc sabe que empresário da marca deles emprestam um tostão para receber um MILHÃO.....então que aguentem as pontas........,e agora é só votar no IVAN DALMEIDA para prefeito, kakakakakaka...........