6 de abril de 2015

VICIADO É ASSASSINADO COM VÁRIAS FACADAS


A polícia suspeita que o uso de drogas e o envolvimento com o tráfico, tenham sido as causas do assassinato de Kailon Moura Lira, que foi esfaqueado e morreu no hospital.  Era cabeleireiro formado e já foi de grande destaque na sociedade de Itaituba, até se envolver com o consumo de drogas.

O seu envolvimento com o tráfico foi em pequena escala, e, raras vezes, ele traficava somente para consumir a droga. Kailon andava às voltas com esse problema há vários anos, e chegou a ser internado duas vezes, mas voltou a consumir droga. Ele também chegou a ser preso, mas voltava às ruas e continuava com o vício. Kailon se emocionava ao falar da sua vontade de largar as drogas, e esse mal pode ter sido o motivo que o levou á morte. 

Segundo informações de uma testemunha, Kailon nutria uma certa animosidade com um sujeito identificado como Johnatan Silva Almeida, de 21 anos, conhecido por “Neguinho da Banana”. Na manhã desta segunda-feira, “Neguinho” teria ido à casa de Kailon e adentrado o quarto, onde o rapaz dormia. Ele teria se aproveitado para desferir uma violenta facada no peito de Kailon, que acordou e ainda tentou reagir, mas não conseguiu. Socorrida e levada ao hospital, a vítima não resistiu e morreu por volta das 14h horas.
Flagrante da transferência de "Neguinho"

“Neguinho da Banana” foi preso por uma guarnição da Polícia Militar e apresentado ao plantão da 19ª Seccional de Polícia na manhã desta segunda-feira (06). Segundo o delegado Rafael Oliveira, que preside o inquérito, em princípio, o acusado seria autuado por tentativa de homicídio. Mas Kailon morreu horas depois. Por conta disso, houve mudança no procedimento e Johnathan Silva, o “Neguinho da Banana” voltou a ser autuado, desta vez por homicídio consumado.

O procedimento foi encaminhado à Justiça, que manteve o flagrante. Por volta das 16h, ele foi transferido para o Centro de Recuperação Regional de Itaituba (CRRI), onde permanece à disposição da Justiça.

Postado por Junior Ribeiro

Reações:

0 comentários: