16 de abril de 2015

ITAITUBA PERDIDA!


Nota do Blog: Às vezes ficava eu a pensar que por criticar tanto a falta de governo, e não vendo quase mais ninguém falando sobre o desgoverno que se instalou em Itaituba, estaria eu ficando lelé da cuca, pois as televisões, jornais e 98% dos blogs de Itaituba nada falam, mostram ou dizem. A mim, ao Júnior Ribeiro, José Nazareno, aos radialista Antônio Santana e Neemias Cordeiro, veio se juntar nosso dileto amigo Jota Parente, jornalista ímpar, comprometido com a informação. Vale ressaltar que J. Parente já vinha  mostrando o descaso e descalabro administrativo que tomou conta de Itaituba, mas que agora está mais contundente em suas análises. Seja bem vindo, amigo Jota Parente, Itaituba agradece!!


Nove dias ausente da cidade para cuidar da saúde, retornei ontem à noite, encontrando Itaituba de ponta cabeça. O caos impera porque o que se vê é uma ausência de governo capaz de gerenciar nossa urbe. 
O corpo governamental está acéfalo porque a cabeça separou-se do corpo faz tempo.

Está ficando cada vez mais difícil para a prefeita Eliene Nunes juntar os cacos para emendar os pedacinhos dessa administração que se complica cada vez mais pelo modo como a máquina está sendo tocada. Os problemas se multiplicam com greves e a intervenção de vias públicas, como é o caso da estrada do BIS.

Ontem, pelas redes sociais, foi muito comemorado por assessores e políticos com e sem mandato, simpáticos à prefeita, a liminar da justiça mandando parar a greve do pessoal da educação.

Será que essas pessoas acham mesmo que essa foi uma grande vitória? Foi, sim, uma vitória de Pirro, aquela em que o vencedor nada ganha. Perdem os trabalhadores da educação porque não estão conseguindo seu merecido reajuste e perde a gestão atual, porque piora o processo de desgaste da imagem de Eliene, que já vem acontecendo faz tempo.
A incompetência está falando mais alto.

Empresários reunem com índios para desobistruir Estrada do BIS



Diante da inércia e da desorientação da administração municipal, que parece perdida sem saber que rumo tomar, um grupo de empresário resolveu tomar a responsabilidade tentar resolver alguns problemas mais urgentes.

Hoje pela manhã houve uma reunião com os indígenas que interditam a estrada do BIS na tentativa de reabrir a via e evitar o completo desabastecimento de combustível, que desde ontem já falta na maioria dos postos.

O os indígenas querem é o asfaltamento daquela via. Se for para asfaltar tudo, a negociação tem tudo para emperrar, porque vai ser preciso juntar muito dinheiro, pois a matéria prima é cara.

É válida a iniciativa dos empresários, que sentem na pele, assim como o restante da população, os problemas advindos de uma total falta de combustíveis na cidade.

O acordo foi assinado e agora é esperar para ver o que vai acontecer. Com certeza o que foi acordado será cumprido pelos empresários, diferente do que acontece com os políticos.

Reações:

3 comentários:

Anônimo disse...

O pior é que depois de não ter feito nada, ainda vai querer tirar proveito da situação. Porque pelo que eu sei se realmente essa obra sair, vai ser através do governo do estado ou federal ou até da iniciativa privada. falando em privada me lembrei mais uma vez desse governo.

Anônimo disse...

Hoje em Itaituba existem medicos especialistas em todas as areas,nao é preciso levar doentes p santarem,nossas ruas nao tem mas buracos, lixos nas ruas ninguem ver mas,urubus so em lixao longe da cidade, agora na educaçao tudo errado,nao tem merendas,escolas caindo em cima dos alunos,professores em greve. Digo isso porqe so vejo o Sintepp brigando contra a prefeita, cade o Sindsaude? Cade o Sinsermi? Porque estao calados? Sera se ja pegaram a mala preta cheia de dinheiro? Cim a palavra o franklin e dona Ana

Anônimo disse...

O problema de Itaituba é sempre os mesmos as pessoas pensando em benefício próprio. Os empresários só se reúnem pra busca melhorias para o município quando começa a atingir o bolso deles. Há muito tempo essa via está abandonada assim como outras do município. Mas nunca vimos eles procurarem o poder público pra resolver. Mas como a interdição trouxe prejuízo para os donos de postos eles resolveram se movimentar. Agora eu pergunto e a educação, saúde e infraestrutura não tem incomodados os outros empresários do município. Porque nessa reunião só tinham donos de postos.