18 de março de 2015

TECNOLOGIA - WINDOWS 10 SERÁ LIVRE, INCLUSIVE PARA OS PIRATAS!

O diretor executivo da Microsoft, Satya Nadella, apresentou as novidades do Windows 10 - Elaine Thompson / AP

RIO - O Windows 10 será uma atualização gratuita para usuários das versões 7 e 8, mas a Microsoft também está ampliando sua oferta até para os piratas de software.

“Estamos muito animados para o lançamento do Windows 10 neste ano. Qualquer pessoa com um dispositivo qualificado pode atualizar para o Windows 10, incluindo aqueles com cópias piratas do Windows. Acreditamos que os clientes perceberão, ao longo do tempo, o valor do licenciamento correto do Windows e iremos facilitar a passagem dos usuários para cópias legítimas”, disse a Microsoft por meio de sua assessoria em resposta a uma indagação do GLOBO.

Na mesma resposta, a empresa ressalta que já havia anunciado em 21 de janeiro que o Windows 10 estará disponível como uma atualização gratuita durante o primeiro ano para dispositivos novos ou já existentes que tenham, atualmente, o Windows 7, Windows 8 ou Windows 8.1. Dispositivos novos e já existentes do Windows Phone 8.1 também serão contemplados, e assim que o Windows qualificado de um dispositivo é atualizado para o Windows 10, a empresa continuará a mantê-lo atualizado durante a vida do dispositivo, mantendo-o mais seguro, e introduzindo novos recursos e funcionalidades ao longo do tempo.

O blog do Windows traz mais detalhes sobre a novidade: <http://blogs.windows.com/>.

PIRATAS SEMPRE DERROTARAM ATIVAÇÃO DO WINDOWS

A Microsoft tem uma longa história de tentativas de frustrar a pirataria de software.

O Windows XP foi o primeiro sistema operacional da empresa a introduzir ativação do software para verificar as chaves de licença, mas tal expediente foi rapidamente derrotado usando uma chave de licença corporativa que muitos piratas compartilharam via internet em 2001.

A ativação de software tem evoluído ao longo de várias versões do Windows, mas os piratas já em grande parte conseguiram contorná-las a cada nova tentativa da companhia.

Apesar do plano da Microsoft aparentemente beneficiar os piratas de software, estudos descobriram que em vários casos licenças piratas do Windows são instaladas em máquinas novas, sem que os clientes que compram essas máquinas sequer fiquem sabendo que têm uma cópia ilegal do sistema operacional.


A empresa tem tentado vários métodos para incentivar os clientes a devolver seus computadores recém-adquiridos nessa situação ou mesmo a procurar uma cópia legal para instalar. Mas em algumas regiões esse processo acabaria sendo totalmente frustrante.

O ex-CEO da Microsoft Steve Ballmer revelou em 2011 que apenas um usuário em cada dez tinha uma versão oficial do Windows na China. A Microsoft também vem continuamente destacando o impacto financeiro da pirataria de software, mas tal prática continua a ser um problema em países como Brasil, Rússia, Índia e China.

— Essa oferta da Microsoft é brilhante, mesmo que tardia. Mas parece ser uma esmola grande demais, o mendigo desconfia — comenta um analista de sistemas usuário do Windows — É uma jogada de gênio da empresa: instalar o Windows 10 nas máquinas de milhões de ex-piratas, faturar com a loja de aplicativos e, de quebra, capturar legalmente das máquinas de todos esses incautos uma riqueza notável de informações, já que a esmagadora maioria deles não lê a EULA (End-user license agreement).

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/sociedade/tecnologia/windows-10-sera-gratuito-no-mundo-todo-ate-para-piratas-15628451#ixzz3UlxoZZcm

Reações:

0 comentários: