2 de fevereiro de 2015

GREVE DOS PMS - JUSTIÇA INTERROGA POLICIAIS MILITARES!

A Justiça Militar fará, de hoje a 6 de fevereiro, o interrogatório dos policiais militares envolvidos na paralisação ocorrida em abril de 2014. O promotor de Justiça Armando Brasil Teixeira, que ofereceu a denúncia em junho do ano passado, vai acompanhar os depoimentos. 

Brasil, havia denunciado 41 praças da Polícia Militar sob acusação de participarem da paralisação e manifestação ocorridas em abril do ano passado, quando os policiais obstruíram a rodovia BR-316. Os praças protestavam contra o reajuste salarial dado pelo Governo do Estado apenas para os oficiais, excluindo os praças.

No dia 3 de abril de 2014, pela manhã, por ocasião da entrada de serviço das guarnições, ocorreu nas instalações do quartel do 6º BPM o amotinamento de policiais militares. Segundo o MP, os policiais se insurgiram contra a ordem do Comandante daquele Batalhão. 

A interdição da rodovia causou grande congestionamento, transtornos e problemas a toda a população, o que levou a Promotoria de Justiça Militar a instaurar o inquérito.

PROMOTOR

Segundo o promotor de Justiça Armando Brasil, “se extrai dos autos que todos os denunciados incidiram na prática das seguintes condutas criminosas: motim, revolta, organização de grupo para a prática de violência, omissão de lealdade militar, conspiração, aliciamento para motim ou revolta, incitamento, recusa de obediência e reunião ilícita.

Já as associações dos militares do Estado, em conjunto com a associações dos familiares de praças do Pará, estão organizando para hoje, em frente à sede do Ministério Público Militar, na rua 16 de Novembro, uma manifestação em apoio aos militares que participaram do movimento em 2014. O evento deve começar por volta das 8h e deve acabar 11h30, segundo seus organizadores. 

(Diário do Pará)

Reações:

0 comentários: