13 de janeiro de 2015

EM RÁPIDO TRABALHO, POLÍCIA CIVIL PRENDE ASSASSINOS DE MOTOTAXISTA

Policia Civil prende assassinos do moto-táxi Jonatas em Itaituba-PA


Na manhã desta terça feita, 13, a Policia Civil de Itaituba no oeste do estado prendeu (Adalberto Soares Pereira, vulgo, “Junior”) de 18 anos de idade e aprendeu um menor de 14 anos. Os dois confessaram que mataram a facadas e a pedradas o moto-taxista Jonatas Souza Moraes de 30 anos.

Segundo informações, os dois pegaram uma corrida com o moto-taxista no inicio da noite de quinta feira, 08, e pediram que o mesmo os levasse ate as dependências do clube dos 30, de posse de uma faca os dois anunciaram o assalto, mas Jonatas teria reagido e por isso teria sido morto, afirmou “Junior” em entrevista a imprensa. “Junior” disse ainda que apenas segurou Jonatas para que seu colega desferisse as facadas e ele teria sido o autor da pedrada. Depois de morto eles arrastaram o corpo da vitima e jogaram em um mato próximo.

Inicialmente a policia trabalhava com a hipótese de homicídio, mas no decorrer das investigações foi descoberto que foi um latrocínio (roubo seguido de morte) porque os assassinos levaram a moto da vitima. A investigação foi comandada pela delegada Suélem Costa (19ª seccional) com auxilio da superintendência Regional do Tapajós, através do delegado Jardel Guimarães e sua equipe.
A policia prendeu primeiro Adalberto, vulgo “Junior”, que estava empinando moto nas ruas da cidade e era suspeito de realizar assaltos; a principio ele foi preso por esses motivos já citados e com ele a policia aprendeu uma moto titan preta. Na delegacia ao verificar a procedência da moto, foi descoberto que a mesma era produto de roubo e que pertencia a Jonatas Souza Moraes, ai a casa caiu e foi só dar um 'aperto' em Junior que ele confessou o crime e entregou seu comparsa, menor de 14 anos.
Na manhã de hoje os dois foram apresentados na delegacia de policia, dezenas de amigos e parentes foram a delegacia para ver de perto os assassinos; todos muito abalados, o pai da vitima disse que esta satisfeito com o trabalho da policia, mas triste porque perdeu seu filho. Disse ainda que ficou revoltado quando viu os dois jovens. Para a policia a prisão dos dois assassinos é uma resposta à sociedade.


Fonte: Junior Ribeiro

Reações:

3 comentários:

Anônimo disse...

E o caso Lêda Marta, já vai fazer um ano, e até agora nada. Gostaríamos que a polícia civil desse uma resposta para a sua INEFICIÊNCIA E DESCASO.

Anônimo disse...

As vezes não é a deficiência, é que alguns casos são mais fáceis de resolver do que outros.

Anônimo disse...

ACHO TAMBÉM QUE É PURO DESCASO. NÃO ESTAMOS VENDO NENHUMA AÇÃO PARA CAPTURA DESSE ASSASSINO.