11 de dezembro de 2014

CÂMARA DOA TÍTULO DE CIDADÃO ITAITUBENSE NO ATACADO!

quinta-feira, dezembro 11, 2014

Câmara de Itaituba banaliza títulos honoríficos, andando de marcha ré

Dois indicados por cada um do vereadores para receber a honraria de Cidadão Itaitubense, ou o título de Honra ao Mérito já era um número elevadíssimo. Mas, esta semana, o Poder Legislativo municipal superou-se ao aumentar para três nomes as indicações de cada vereador.

Na relação das pessoas que serão homenageadas na sessão solene de segunda-feira, 15, dia do aniversário da cidade, 45 pessoas serão homenageadas, numa solenidade que promete ser longa, desinteressante e enfadonha.

Entre os 45 nomes aprovados, existem muitos que ninguém conhece fora do perímetro onde moram.

O requisito básico exigido para que uma pessoa receba uma homenagem desse quilate é que ela tenha algum serviço prestado à sua comunidade. Não basta ter aberto uma mercearia há alguns anos, como há casos de homenagens neste ano de 2014, ou ter feito apenas o trabalho para o qual é pago para fazer. Tem que ser reconhecido pela comunidade por seu envolvimento em algum tipo de luta pela melhoria do município onde vive. Mas, isso não é relevante para os vereadores desta legislatura.

Até o ano de 1989, somente duas pessoas eram homenageadas por ano.

Cada vereador indicava um nome, que teria que passar por uma rigorosa análise. Depois, os vereadores votavam para escolher os dois que seriam agraciados com títulos de Cidadão Itaitubense, ou Honra ao Mérito.

Houve um período em que chegou a ser votada uma lista tríplice, que era apreciada pelos edis, da qual dois nomes eram escolhidos.

Existiu um tempo, na década de 1990, na qual a farra de títulos honoríficos fez essa honraria baixar a níveis nunca visto antes.

Quem mais se destacou nesse particular, foi o vereador Peninha, que deu títulos a torto e a direito para juízes e promotores. Eles mal desciam do avião, e já eram homenageados.

No começo desta década a Câmara deu uma melhorada, mas, agora, voltou a cair em tentação e desmoralizou completamente a importância desses títulos.

Quando a imprensa e a sociedade fazem pesadas críticas por causa da atuação da atual composição do nosso legislativo, tem vereador que fica zangado. Mas, no momento em que os edis confundem o fato de que uma pessoa para receber um título dessa importância, deve ter prestado relevante serviço à comunidade onde vive, e não, apenas pelo fato de ser amigo pessoal desse ou daquele vereador, eles não estão pedindo pelo amor de Deus, para serem criticados?


Postado por José Parente de sousa

Reações:

3 comentários:

O Grande Troll disse...

Vamos por partes aí:

1º Concordo plenamente que uma outorga tão importante se torne um meio de vereador puxar saco de empresário ou quem tem grana para garantir favores em época de eleição...aquele famoso ARREGO...um dinheirinho pra campanha eleitoral.

2º Se a pessoa vem de outra cidade ou região do País, mas fez ações benéficas pra comunidade, qual o problema? O importante é fazer, não importa quem. Percebi que aqui também aquele preconceito com quem vem de fora. Falam do Sul e Sudeste, mas aqui fazem o mesmo.

3º Vi no Blog do Jubal, que o próprio foi mencionado pra receber a honraria mas a maioria dos vereadores não aprovou. Porque dizem que o Jubal fala mal da Câmara. Isso é errado. Porque a honraria se dá a quem faz algo de relevante na cidade. Falar mal da camara todo mundo fala. Agora queria saber o que o Jubal fez de relevante pra ser mencionado a receber a honraria.

4º Queria saber quem são esses 45 cidadãos que vão receber esse título. Podem ter certeza que daí sairão uns 3 ou 4 que merecem. O resto é tudo puxa saquismo explícito.

Não vou perder isso por nada desse mundo.

Daniel Ferreira disse...

ComprarAM

Anônimo disse...

AO GRANDE TROLL: EU CONCORDO PLENAMENTE COM SEU COMENTÁRIO, E QUANTO AO SR.JUBAL, EU APENAS DIGO A ELE QUE " É MELHOR MERECER E NÃO RECEBER, DUQUE RECEBER SEM MERECER ".....,AFINAL DE CONTAS SER HOMENAGEADO POR ESTA CAMÂRA,NÃO TEM NADA DE RELEVANTE...,VC JUBAL ESTÁ MUITO ACIMA DESSES SRS, QUE ACHAM QUE SÃO " POLÍTICOS "É MUITO TRISTE E PATÉTICO....,