13 de outubro de 2014

COMEÇO DE SEMANA VIOLENTO EM ITAITUBA!

Bolão foi preso no km 28

O homem de nome Augusto César, mais conhecido por Bolão, que matou sua sogra Maria Lúcia Lopes da Silva, por volta das 8 horas da manhã de hoje, na 22ª Rua, bairro Bela Vista, próximo da Transamazônica, foi preso pela Polícia Militar.

A prisão aconteceu no final da manhã, na comunidade do km 28, sentido Itacimpasa.

Não houve reação, segundo a PM.

Ao ser ouvido pelo repórter Mauro Torres, da TV Tapajoara, ele negou o crime.

O que complica a vida dele é o fato de uma das filhas da vítima, Andreia Lopes da Silva estar no local na hora em que ela recebeu as duas facadas que tiraram sua vida.

A filha que testemunhou o assassinato disse que ainda tentou tomar a faca da mão de Bolão, mas, não teve força suficiente. E no esforço ela ainda sofreu um corte em dois dedos.

Inicialmente a informação dava conta de que Bolão havia fugido pela estrada de Barreiras. Mas, a Polícia Militar gastou pouco tempo nessa estrada, levantando logo a verdadeira pista do acusado pelo assassinato da senhora de 60 anos.

Bolão estavas separado da ex-esposa Ana Lúcia Lopes da silva, com quem tinha dois filhos, há mais ou menos um mês.

Segundo foi informado, ela teria dito que iria embora com outro homem, o que teria motivado uma discussão áspera entre os dois, ao ponto dele ter ameaçado fazer alguma coisa com a mãe da ex-esposa, o que se consumou hoje.

Assalto rendeu R$ 160 mil aos bandidos em Itaituba

Bandidos armados assaltaram o senhor conhecido como Fabão, dono de um bar muito movimentado.

Segundo confirmou para o blog, o repórter e âncora do telejornal Balanço Geral, Júnior Ribeiro, foram levados de Fabão, a soma de R$ 160 mil.

A matéria completa vai estar daqui a pouco, no Balanço Geral, na TV Itaituba.
Os dois bandidos estavam em uma moto Honda Fun, sendo que um deles ainda chegou a retirar o capacete na hora do assalto.

Senhora de 60 anos é assassinada pelo genro

Uma senhora aproximadamente 60 anos foi assassinada na manhã de hoje por seu genro, motoqueiro muito conhecido em Itaituba pela alcunha de Bolão.

Aconteceu na 22ª Rua, na Bela Vista.

Ele é irmão de Rubinho, que foi candidato a vereador na eleição passada no grupo de Deuzin.

As primeiras informações dão conta de que sua esposa o tinha abandonado e que somente a sogra saberia onde ela estava, não tendo informado a vítima ao acusado o paradeiro da filha, o que teria motivado o crime.

Pelo whatsaap mantive contato com o amigo Helder Gomes, que acabara de falar com um dos irmão de Bolão, o qual confirmou a ocorrência.

Reações:

1 comentários:

Anônimo disse...

TODOS OS DOIS CASOS FORAM ELUCIDADOS PELA POLICIA MILITAR, ACUSADOS PRESOS, ATÉ QUANDO NÃO SEI RSRSRSRSR