3 de setembro de 2014

VEREADOR WESCLEY TOMAZ RESPONDE AO VEREADOR DIOMAR FIGUEIRA.

Wescley responde a Diomar


O presidente da Câmara, vereador Wescley Tomaz, iniciou seu discurso parabenizando o Jornal do Comércio pelo aniversário de nove anos de fundação, que ocorre hoje. Em seguida, respondeu ao vereador Diomar Figueira, que o criticou na sessão de ontem.

Começou informando que o motivo de sua ida a Santarém, ontem, foi para se reunir com a direção regional do ICMBio para tratar de interesses da comunidade de Crepurizinho, que foi castigo por um grande incêndio, semana passada.

Wescley mostrou alguns números relativos ao que a Câmara recebe de repasse mensalmente. São R$ 365 mil, dos quais sobram R$ 52 mil para o presidente administrar a casa. Disse que foi em sua gestão que foram concluídos os novos gabinetes da Casa, incluindo a mobília. Também lembrou que foi trocado todo o piso, solucionado o problema das infiltrações que havia por todo o prédio da Câmara e recuperou os banheiros, que se encontravam todos entupidos.

"Vou entregar a Câmara no final do mandato de presidente, sem débitos com servidores ou fornecedores", afirmou o presidente.

Sobre a questão do telefone, outro motivo de reclamação de Diomar e outros vereadores, Wescley explicou que a razão para que a operadora pergunte para onde é a ligação, é para que haja algum controle, pois tem gente (será vereador(a)?) que pede para ligar para o Maranhão, para o Piauí e para outros estados, certamente para tratar de assuntos particulares.

Outra questão abordada pelo vereador foi quanto a prestação de contas de presidentes da Casa de Leis. Ele disse não entender porque as contas de 2011 para cá, nenhuma delas foi encaminhada pelo TCM, enquanto que as suas contas já estão a caminho, devendo ser julgadas em breve.

Quando falou do susto que levou com um pouso de emergência na estrada, há pouco mais de uma semana, quando estava em campanha, o presidente se emocionou e quase não consegue continuar.

Para fechar sua fala, Wescley cravou a frase que deixou no ar alguns questionamentos: "Não vou parar no meio do caminho para atirar pedras em cachorro".

Reações:

0 comentários: