27 de agosto de 2014

POLÍCIA FEDERAL PRENDE FIGURÕES EM NOVO PROGRESSO;PA

PF combate os maiores desmatadores da Floresta Amazônica brasileira

27/08/2014
PF combate os maiores desmatadores da Floresta Amazônica brasileira
Belém/PA – A Polícia Federal deflagrou hoje (27/8) a Operação Castanheira, destinada a desarticular organização criminosa especializada em grilagem de terras e crimes ambientais na cidade de Novo Progresso, região sudoeste do Pará. Os envolvidos nas ações criminosas são considerados os maiores desmatadores da Floresta Amazônica brasileira. O dano ambiental causado por eles, estimado em perícias, ultrapassa R$ 500 milhões.
Participam da ação de hoje 96 policiais federais e 19 servidores do IBAMA.  Estão sendo cumpridos 40 mandados judiciais: 22 mandados  de  busca  e  apreensão;  11  mandados de  prisão  preventiva;  3  mandados de prisão  temporária;  e  4  mandados de condução  coercitiva.  Além de Novo Progresso/PA, diligências estão sendo  realizadas também em cidades de São Paulo, Paraná e Mato Grosso. A operação é resultado de uma investigação conjunta da  Polícia  Federal, do IBAMA, da Receita Federal e  do  Ministério Público  Federal.
Investigações apontaram que a quadrilha agia invadindo terras  públicas  (dentre  elas,  a  Floresta  Nacional  do  Jamanxim) e  realizava  desmatamentos  e  queimadas  para  formação  de  pastos.    Posteriormente  a  área  degradada  era  loteada  e  revendida  a  produtores  e  agropecuaristas.
Os envolvidos, na medida de suas participações, deverão ser indiciados pelos crimes  de  invasão      de     terras    públicas,      de furto,    de crimes ambientais, de falsificação de  documentos, de formação de quadrilha, de sonegação fiscal e de lavagem de dinheiro. Somadas, as penas podem ultrapassar os 50 anos de reclusão aos condenados. 
Será concedida entrevista coletiva, às 17h, na Superintendência da Polícia Federal do Pará, localizada na Avenida Almirante Barroso, nº 4466, Souza, em Belém/PA. 

* O nome da operação é uma alusão à árvore castanheira que é protegida por Lei  e  símbolo  da  Amazônia,  abundante  na  região  de  Novo  Progresso/PA. 

                                      Comunicação Social da Polícia Federal no Pará  
                  Contato: (91) 3214-8029 
registrado em: 

Reações:

0 comentários: