6 de agosto de 2014

NONATINHO, PRESIDENTE DA CELPA

Aconteceu hoje, a partir das 11h, no CDL, capitaneada pelos srs. Davi Menezes e Fabrício Schuber, à trav. Paes de Carvalho, próximo à Getúlio Vargas, reunião com o Presidente da CELPA, sr. Raimundo Nonato, que fez explanações acerca dos motivos para o aumento na tarifa de energia elétrica com vigor a partir de 07 do mês em curso.
Diversos membros da imprensa compareceram à reunião.

O presidente da concessionária mostrou gráficos comparativos de quanto cabe à Celpa sobre uma fatura de energia elétrica, antes e depois desse aumento; fez mea-culpa sobre o péssimo serviço prestado à população, informando ainda que a maior parte de uma fatura corresponde a tributos municipais (iluminação pública), estaduais (ICMS e outros) e federais (PIS e CONFINS), e que ano passado coube bruto à empresa mais de R$900 milhões, e que espera para esse ano lucro líquido de quase R$2 milhões, pois atualmente trabalham no vermelho.

O sr. Nonato, após suas explicações, abriu espaço para as perguntas e este administrador, Queiroz Filho, Jota Parente, Dr. Diego Cajado fizemos questionamentos e de pronto respondido ou ficou à disposição para maiores esclarecimentos. Até aí, tudo correu normalmente, mas, a partir do momento em que o sr. Fred, conhecido como integrante dos atingidos pelas barragens (mas que não foi atingido pelo bom senso e pela educação!), fez suas intervenções sem cabimento, a reunião começou a desandar, chamando o presidente da Celpa de Nonato e o acusando de estar roubando os consumidores e tendando levar a reunião para um debate ideológico sobre sistemas de mercado capitalismo versus socialismo, no que foi rebatido pelo sr. Nonato. Outro que tumultuou a reunião foi o sr. Teixeira, presidente do bairro Bom Jardim.

Esses dois senhores não mostraram respeito pelos convidados (Celpa) e aos presentes à reunião. E, por causa disso propus ao sr. Davi Menezes que fizesse inscrições das pessoas que pretendiam formular perguntas, inclusive este administrador (mas antes disso, o confrade Jota Parente já tinha deixado a reunião ante visualizar o bate boca que se projetava!) mas o sr. Fred, atingido pela falta de educação, juntamente com o sr. Teixeira, polemizaram o debate e nada de produtivo produziram. Uma pena que pessoas que se dizem esclarecidas, sejam as primeiras a não querer o debate!

Mas voltando ao lado bom da reunião, ficaram dúvidas no ar, tal como, se é dos governos estadual e federal a maior parte do valor de uma conta, esse percentual irá incidir sobre a conta cheia ou somente sobre a energia consumida; esse aumento será gradual ou parcelado; e quanto ao crédito que as concessionárias tinham para com os clientes; está sendo feita fiscalização in loco no residencial Vale do Piracanã, onde existem diversas mansões para se saber quem realmente pode usufruir da taxa mínima.

Abaixo, imagens (Norton Sussuarana e Jota Parente) da reunião até o momento em que foi assistida por este blog que, assim como o jornalista Jota Parente, não viu resultado satisfatório. Esperamos que pessoas mais responsáveis possam comparecer nas próximas reuniões e que contribuam para o debate!

O que não entendi foi a presença da Polícia Militar na porta do CDL, haja vista que o povo de Itaituba é muito 'ordeiro' e não gosta de participar dos eventos que possam trazer melhorias estruturais para nossa cidade.

Nessa reunião, faltou somente o tal de Fred chamar o presidente da Celpa de Nonatinho. Só faltou isso, mesmo!





A tabela de cima mostra o ganho da Celpa antes do aumento e a debaixo, depois do aumento. Há uma perda para a Celpa. Será!






Imagens: Norton Sussarana e Jota Parente

Reações:

1 comentários:

Anônimo disse...

Essa celpa é um quadrilha de ladroes. Aumentar a energia em 34,4% é um assalto aos bolsos dos paraenses. Um estado gerador de energia deveria ter a luz mais barata e não a mais cara do Brasil.
Justiça já. Parabens ao Jatene, que entrou na justiça pra barrar mais um roubo de Dilma atraves da agencia que da aumento.
Fora Dilma e Celpa ladrona