17 de julho de 2014

VAI O CORPO. FICA O MESTRE E SUA ALMA!

NOTA DO BLOG: Também hoje soube, transtornado, da grande perda que foi a ida do Irmão José Ricardo para junto do Nosso Senhor Jesus Cristo. Sabemos que todos iremos para o mesmo local, mas não aceitamos que um dia teremos esse fim material. Mas com essa perda, ele ainda teve o grande gesto de querer dormir eternamente em Santarém!

Hoje faleceu o Irmão José Ricardo, porém deixa vivo um legado! Sou parte dessa historia, sou fruto da semente plantada nos corações e mentes de milhares de eternos alunos seus. Minha singela homenagem!
Todos os anos, enquanto minha mãe Graça Miranda, residiu em Santarém o Irmão José Ricardo solicitava autorização para um aluno declamar no aniversário do colégio. Gostaria que algum colega pudesse declamar esta poesia, em sua homenagem.
Amado Dom Amando

Meu colégio tão querido,
Em ti eu tenho vivido,
Dias cheios de emoção.
Por isso estarás presente,
Toda vida em minha mente
E também no coração!

Pois que tive o privilégio
De estudar em ti colégio
Que és o templo do saber
Quero com sinceridade
Por tão grã felicidade
Ao meu bom Deus agradecer

É tão bom o que se sente
Ao viver-se em ambiente
Tão sadio e acolhedor
Em que se tem, via de regra,
Por irmão qualquer colega,
Por pai cada professor!

Já pressinto com franqueza
A dolorosa tristeza
Da hora em que eu te deixar
Mas te prometo Dom amando
Que te seguirei amando
Por onde a vida me levar!

Por Luther Miranda – Santarém - Março/1983
Minha primeira poesia com 13 anos de idade
Ganhou o concurso de poesias do Colégio Dom Amando
Incentivadores:
Meu pai: Lupércio Corrêa de Miranda,
Minha Professora de português e literatura: Gersonita Imbiriba,
Diretor e professor: Ir José Ricardo kinsman

Amigos se despedem de irmão José Ricardo em missa, cortejo e enterro

Homenagens foram prestadas ao norte-americano que adotou Santarém. 
Alunos, ex-alunos, funcionários do CDA e amigos se emocionaram no enterro.

Do G1 Santarém
Comente agora
Missa de corpo presente lotou a igreja matriz de Santarém (Foto: Weldon Luciano/G1)Missa de corpo presente lotou a igreja matriz de Santarém (Foto: Weldon Luciano/G1)
A missa de corpo presente marcou a despedida do ex-diretor do Colégio Dom Amando (CDA), irmão José Ricardo Kinsman, na tarde desta quarta-feira (16), em Santarém, oeste do Pará. O religioso norte-americano da congregação dos irmãos Santa Cruz passou mal e precisou ser internado em um hospital particular da cidade na terça-feira (15). O quadro clínico se agravo, ele sofreu um infarto e morreu no início da madrugada.
A igreja de Nossa Senhora da Conceição, matriz deSantarém, ficou lotada de amigos, alunos, ex-alunos e funcionários do CDA durante o velório. Na cerimônia, muitas homenagens foram feitas com coroas de flores e discursos, entre eles a apresentação de um poema feito pelos alunos da Associação dos Eternos Alunos do Colégio Dom Amando.
Na matriz, o prefeito de Santarém, falou ao G1 que "a educação tapajônica está em luto, mas nós temos que, longe de sermos egoístas, agradecer profundamente a Deus que colocou um homem abençoado, um missionário da educação, da qualidade, do caráter como o irmão José Ricardo no nosso meio". A prefeitura emitiu uma nota de pesar e não decretou luto oficial. (Veja a repercussão da morte de José Ricardo em Santarém)
Cortejo saiu da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição (Foto: Reprodução/TV Tapajós)Cortejo saiu da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição (Foto: Reprodução/TV Tapajós)
Para o professor e ex-aluno, Carlos Rebelo, "o irmão 'Zé Ricardo' foi um homem de sensatez que sabia dirigir, se doar, um educador exemplar. Tinha uma forma maravilhosa de conduzir o educandário e sempre com aquela rigidez para que nos tornássemos cada vez melhores, uma rigidez palpável, bela, e que nós nos acostumamos a amá-lo e respeitá-lo por saber que ele queria o melhor para nós, para a nossa vida", destaca.
O irmão José Ricardo, nascido em 4 de dezembro de 1933 na Filadélfia (EUA), faleceu aos 80 anos. O cortejo, que saiu da igreja matriz, seguiu pelas principais ruas do Centro até o cemitério São João Batista, onde ele foi enterrado.
O religioso da congregação Santa Cruz passou mal com problemas estomacais e febre alta (Foto: Reprodução/TV Tapajós)O religioso da congregação Santa Cruz passou
mal com problemas estomacais e febre alta
(Foto: Reprodução/TV Tapajós)
Histórico
O norte americano natural da Filadélfia chegou a Santarém, em 1962, como voluntário da congregação dos irmãos de Santa Cruz. O envolvimento com a educação começou na sala de aula, como professor. Em 1968 foi nomeado diretor do Colégio Dom Amando. Entre as características marcantes: um caminhar lento pelos corredores do colégio, mas era desta forma que ele acompanhava tudo o que acontecia no CDA.
Em outubro de 2013, deixou a direção do Dom Amando e passou a ser conselheiro. A dedicação e a seriedade do religioso foram determinantes para o sucesso da educação oferecida pelo colégio, responsável pela formação de muitos profissionais.
Enterro José Ricardo (Foto: Luana Leão/G1)Enterro também foi marcado por homenagens (Foto: Luana Leão/G1)


tópicos:

Reações:

0 comentários: