29 de abril de 2014

REAL MADRI DÁ SHOW NA ALEMANHA E VAI À FINAL DA CHAMPIONS LEAGUE!

Real Madrid arrasa o Bayern, em Munique: 4 a 0


No primeiro tempo, o time espanhol marcou três gols em apenas 18 minutos. No final da partida, Cristiano Ronaldo fez mais um e agora é o maior atilheiro da Liga dos Campeões numa temporada, com 16 gols


O Real Madrid venceu o Bayern de Munique por 4 a 0 na Allianz Arena, na Alemanha, nesta terça-feira e é o primeiro finalista da Liga dos Campeões. Com gols aos 15, 19 e 33 minutos do primeiro tempo - e outro aos 44 do segundo, para fechar a goleada -, os espanhóis passaram pelo time alemão comandado pelo treinador Pep Guardiola e aguardam o vencedor da outra semifinal entre Chelsea e Atlético de Madri, nesta quarta-feira, em Londres.
Após um minuto de silêncio em homenagem ao ex-treinador do Barcelona, Tito Vilanova, que morreu na sexta-feira, 25, o juiz iniciou a partida em que as duas equipes saíram para pressionar, mas as defesas começaram bem e evitaram os gols. Com Bale e Di María jogando pelas pontas e voltando para marcar, o Real saía com muita velocidade no contra-ataque. Aos 8 minutos, o goleiro Manuel Neuer saiu mal do gol após lançamento e Bale, sozinho, pegou de primeira e errou o gol vazio. Três minutos depois, Di María arriscou de fora da área e chutou para fora. Aos 15, Modric cobrou escanteio e Sergio Ramos subiu de cabeça para anotar o primeiro do Real. Após o gol, o clima esquentou entre as duas equipes depois de um carrinho mais duro de Dante em Cristiano Ronaldo - o brasileiro levou cartão amarelo no lance.

Aos 19, Di María cobrou falta, Pepe desviou e Sergio Ramos, de novo de cabeça, marcou o segundo. O Bayern sentiu novamente o golpe e passou a errar passes, enquanto o Real se fechava atrás em busca dos contragolpes. Os alemães ainda tentaram com Ribéry, aos 24, mas o atacante chutou para fora. E aos 33, Bale recebeu bom passe de Benzema, ganhou de Boateng na corrida e tocou para Cristiano Ronaldo, na frente do gol, marcar o terceiro dos espanhóis. Com o gol, Cristiano Ronaldo se tornou o maior artilheiro da história da competição em uma única edição, com 15 marcados - ultrapassando Messi, Van Nistelrooy e Mazzola, que tinham 14. Aos 36, Cristiano quase marcou de novo após nova saída do gol errada de Neuer - ele tentou encobrir o goleiro, mas errou o alvo. No minuto seguinte, Xabi Alonso recebeu o cartão amarelo e ficou suspenso para o Real na final do torneio. O clima novamente esquentou e o árbitro conversou com jogadores do Bayern para tentar acalmar os ânimos do jogo.
Mesmo com a grande desvantagem, a torcida do Bayern de Munique continuou apoiando o time na segunda etapa. O time alemão permaneceu com a tática de manter a posse de bola na busca de oportunidades de gol. Aos 7, Alaba chutou cruzado e Sergio Ramos tirou de cabeça para escanteio. Quatro minutos depois, Robben chutou colocado de fora da área e a bola passou próxima ao gol de Casillas. Ribéry e Müller também tentaram alguns chutes, mas pararam no goleiro espanhol. Com o Real fechado na defesa, Guardiola tirou Müller e Ribéry para a entrada de Pizarro e Götze, que aos 30, dominou a bola com categoria dentro da área e chutou cruzado por cima do gol. Dois minutos depois, Kroos chutou de fora da área e também assustou Casillas. O Bayern, entregue, aguardava o apito final buscando diminuir o prejuízo com algum gol. Mas aos 44, Cristiano Ronaldo fechou a goleada em cobrança de falta por baixo da barreira - e chegou aos 16 gols em 10 partidas na Liga.
Fonte: http://veja.abril.com.br/noticia/esporte/real-madrid-arrasa-bayern-em-munique-em-18-minutos

Reações:

0 comentários: