17 de junho de 2013

PIMENTAL QUER VOLTAR À PERTENCER A ITAITUBA.

Pimental realiza audiência pública para reconhecimento territorial



NOTA DO BLOG: O administrador do blog já foi frequentador assíduo de tal comunidade, e por isso tem conhecimento dos fatos que levaram a comunidade estar passando por esses problemas. Em primeiro lugar, uma pequena comunidade que tem duas associações ditas representantes de seus moradores, não pode e nem vai almejar um bom futuro.
É sabido que toda essa celeuma reflete brigas políticas antigas dentro da vila. E por causa dessa animosidade de 'vizinhos', Pimental hoje enfrenta o descaso da administração do município de Trairão/PA, pois um desses grupos cooptados pela lábia (e algumas promessas) do Prefeito Danilo Miranda, tudo fizeram para que Pimental, principalmente quanto aos eleitores, com a clara intenção de prejudicar o vereador Peninha, pertencessem ao município de Trairão. Agora, a fatura está sendo cobrada de todos. E Peninha está assistindo tudo de camarote. E sorrindo.
"Localizada a margem esquerda do rio Tapajós, e distante setenta quilômetros de Itaituba, a comunidade de Pimental além de ter uma localização privilegiada, abriga um cenário natural que remete a sua origem, como, por exemplo, ser constituída por nativos ribeirinhos, indígenas e remanescentes do ciclo da seringa na Amazônia. Possui uma população estimada em quatro mil habitantes.



A comunidade, como outras da região é dotada de infraestrutura com serviços básicos como um posto de saúde, área de lazer, escola de ensino fundamental  que atendem seus moradores. A proximidade com Itaituba via fluvial e terrestre criou vínculos sociais, econômicos e culturais, e desta forma, a administração municipal adotou a comunidade que pertence desde a década de noventa ao município de Aveiro. 

Apesar de ser  integrante não oficial do município de Itaituba, Pimental recebe da prefeitura o mesmo tratamento dado em outras localidades, ou seja, os investimentos e benefícios públicos são bancados por Itaituba. Diante dessa situação, pela primeira vez, os moradores tomara uma decisão inédita por seu reconhecimento territorial.

O desejo é que a localidade pertença de direito e de fato ao município de Itaituba. Nesse aspecto os moradores em parceria com o Ministério Público agendaram para esta quinta-feira uma audiência pública que vai colocar em pauta, justamente esta questão. Conforme o presidente da comunidade Silvinho este é o primeiro passo dessa caminhada pelo reconhecido, e que se depender dos anseios dos moradores não vai demorar."


(Ascom-PMI)

Recebido por e-mail

Reações:

8 comentários:

Anônimo disse...

o cidadezinha atrasada o mundo pegando fogo, o Brasil parado por passeatas monstruosas de protesto e aqui nao se fala nada. Parece que os lessos daqui estao todos conformados com a administraçao mediocre da mediocre gestora. Vamos para a rua protestar... Convocamos todos para ir para as ruas protestar contra a corrupçao exacerbada que corroi o dinheiro deste municipio, contra a roubalhaeira, o puxassaquismo, o deserviço que a camara municipla representa para nossa populaçao, vamos quinta feira para as ruas vestidos de branco na frente da camara pela manha protestar contra todos os desmandos desta cidade.

Anônimo disse...

Ah tá!! O Valmir fez muito pior e ninguém protestou. A Câmara também era "dele". Te contenta, distribui currículos que os portos e a usina estão aí.

Norton Sussuarana disse...

Mas vocês não elegeram a Eliene Nunes para fazer tudo diferente do Valmir? Se era para ficar igual, era melhor deixar como estava, pois tenho certeza que o arigó, o analfabeto, o 'homi' do chapéu, não deixaria as ruas cheias de buracos. Quanto ao Curriculum, graças a Deus, não preciso distribuir, mas não me envergonharia, pois sei que seria aceito por minha competência. E não por puxa saquismo.

Anônimo disse...

verdade Norton distribuir curriculum nao e vergonha nenhuma, alias pedir emprego e coisa de gente digna, diferentemente de pessoas que querem dinheiro facil enganando o povo tao sofrido deste municipio, diferentemente de puxassaquismo de pessoas que se trocam por qualquer babugem. Vamos para a rua esta marcado ato publico amanha, vamos todos de branco de forma ordeira e pacifica protestar contra os desmandos desta cidade. As 16 horas em frente a barraca da Santa na orla . Articulaçao blog Fuxico de Itaituba.

Marta disse...

Vem cá esses comentários não deveriam ser sobre a matéria de Pimental? Que alias tem várias aberrações, como por exemplo: Fica apenas 48km de Itaituba e não 70, nunca fez parte do município de Aveiro, nunca teve duas associações de moradores e principal responsável pela atual situação da comunidade é exatamente o inconsecuente do Peninha, que junto com o Nicias Ribeiro fizeram essa idiotisse de colocar Pimental no mapa de Trairão, que por sinal atinge o rio Tapajós apenas para "pescar" a comunidade, mas o tiro saiu pela culatra.

Silvim disse...

Norton diminui um pouquinho a população de Pimental, são apenas 932 moradores, entre adultos, jovens e crianças.

Anônimo disse...

Pior que o Peninha fez toda a cagada e agora fala como se nunca tivesse feito toda a revira e volta. Jura que não sabia de nada e que ainda diz que é preciso uma audiência pública. Pimental sempre foi município de Itaituba. O peninha conseguiu fazer ser de Trairão. Tudo pela maldita política.

Norton Sussuarana disse...

Caro Silvim, a matéria foi-me mandada pela Ascom, via e-mail, por isso a coloquei entre aspas. Mas obrigado pelos esclarecimentos, À Marta também.