10 de junho de 2013

CASA DA NOCA. A 'PEOR LEJISLATURA'


N. do Blog: Não é de hoje que a Câmara de Vereadores de Itaituba (Casa da Noca, como diz meu amigo Jubal Cabral) está aquém de seu papel Social, Institucional e Legislativo. Até o sítio da Câmara está inerte, não tendo nenhuma notícia. Qualquer que seja, demonstrando o descaso com a Informação. Na 'lejislatura' passado havia, em termos proporcionais,19% de edis com graduação superior. Na atual, tem-se 49%. Mas isso não reflete na produção legislativa e trabalho em prol do bem comum. E nem de um senso crítico mais apurado quanto às responsabilidades dos vereadores. O Presidente da Casa da Noca informa que não há verbas, mas patrocina todo e qualquer evento em Itaituba. Nessa filial da PMI, não existe rumo, direção. Um sentido que vá nortear os trabalhos, haja vista que não existe oposição e nem governo. Vereadores que deveriam corresponder aos anseios de seus eleitores e da comunidade, nada fazem, como Iamax Custódio, Wescley Tómaz, Célia Martins (que, sem qualquer explicação, ficou afônica. E continua), Dirceu Biolchi, João Meister e Isaac Dias, sendo que este último confunde e inverte os papéis que cabe à Câmara e à Prefeitura, defendendo a atual administração, mas olvidando seu papel fiscalizador e legislador. A Câmara, como sempre, fica ensimesmada sobre coisa alguma, tendo sempre o cuidado de enterrar a cabeça quando é chamada à responsabilidade, como nos casos do não pagamento dos Salários dos professores contratados e efetivos, em março/13, no cancelamento da permissão do transporte coletivo, na demissão de médicos do HMI, na questão do assassinato do burro (aqui, não há qualquer relação com o eleitor), no falecimento de um recém-nascido no HMI, além do completo abandono de nossa cidade. E ainda reclamam de que os Secretários não os atendem. Por que será? Ainda bem que eu nunca perdi meu tempo em entrar na Casa da Noca! Esses 'viriadores' devem é ocupar (a trabalho), o mais rápido possível, o antigo prédio da PMI.  

Numa das sessões da Câmara, semana passada, o vereador Nicodemos Aguiar fez coro às críticas que tem sido endereçadas ao Poder Legislativo municipal.
Se nós não cuidarmos, disse ele, está vai ser uma das piores legislaturas que esta Casa já teve.
Também o vereador Orismar Gomes falou sobre o assunto, afirmando que os vereadores realmente não estão bem diante da população. Ele falou que afirma isso por ser um dos edis que mais andam, estando constantemente em contato com o povo.
O vereador Manoel Diniz também tem abordado esse tema seguidamente em seus discursos.
Isso tudo foi motivado pela matéria publicada pelo Jornal do Comércio, semana passada, na qual o vereador Isaac Dias tratou de frente essa questão do tão precoce desgaste da atual representação da Câmara Municipal de Itaituba.

Reações:

2 comentários:

Anônimo disse...

Efeito cascata da inércia de um Executivo Municipal desacreditado e descompromissado com as propostas eleitorais aos moradores de ITB (frise-se: Quadro não exclusivo desta Gestão atual e que fui prova por ser habitante daí em tempo atrás).
Ora, o Legislativo que tem como funções primordiais de fiscalizar o Executivo e propor leis em pró do desenvolvimento do Município, face este papel inócuo do Executivo de ITB de anos e anos, observaremos que irão andar em uma mesma esteira os dois poderes, uma realidade triste, mas cujo grau de interrelação sempre foi/será elevado. Ass: Chico Jr.

Anônimo disse...

Como que os vereadores poderão fiscalizar a administração municipal, se eles estão de mãos atadas por terem aliados políticos e muita das vezes parentes. Como é o caso do Presidente da Câmara, Wesley Tomaz que tem sua esposa trabalhando na SEMMA, o Isaac Dias, que tem sua esposa como diretora de Ensino, Maria Pretinha, com marido na Seminfra entre outros. Como um vereador desse irá cobrar alguma coisa deste governo, com medo de ter seus aliados demitidos, aí fica dificil ter um legislativo comprometido.