19 de abril de 2013

MÉDICO FAZ GRAVES ACUSAÇÕES SOBRE O DESCASO COM A SAÚDE EM ITAITUBA

Por causa do stress, tem gente do HMI tomando antidepressivo

NOTA DO BLOG: DIGAM-ME, CAROS INTERNAUTAS, SE HÁ ALGUM, UM ZINHO QUE SEJA, MOTIVO PARA FALARMOS BEM DESSA ATUAL GESTÃO. QUEM ESTÁ APONTANDO AS FALHAS, GRAVÍSSIMAS, É UM MÉDICO. NÃO É ESTE BLOG E NEM O DO CONFRADE JOTA PARENTE.


São muitos os problemas da saúde pública municipal em Itaituba. E faz tempo que a população reclama. Esses problemas parece que se agravaram no início do governo da prefeita Eliene Nunes, que não vem conseguindo manter, sequer, o nível do serviço prestado durante o governo de seu antecessor, Valmir Climaco. Tem sido frequente a falta de medicamentos, tanto no Hospital Municipal, quanto nos postos de saúde, além de reclamações a respeito da falta de profissionais.
O médico Antônio Alvarenga, que por alguns anos prestou serviço no Hospital Municipal disse ao Jornal do Comércio, que como profissional da saúde e como cidadão que vive em Itaituba, está preocupado, também, com outro problema que ele reputa como da maior gravidade, fato para o qual a imprensa não tem atentado: a situação de stress que enfrenta quem trabalha no HMI.
"Assim que cheguei a Itaituba, em 2004, comecei a trabalhar no Hospital Municipal. Eu sei dos problemas que existem ali. De 2004, até hoje, não mudou quase nada nesse hospital. Se hoje chega um paciente com traumatismo craniano, o mesmo procedimento que se fazia em 2004, faz-se hoje. Não há suporte, não existe medicação para aplicar no paciente. Mesmo com a chegada da Gestão Plena da Saúde não mudou nada, excetuando o SAMU.
Outra questão grave, muito grave, diz respeito à sobrecarga de trabalho dos profissionais. Colegas médicos que tiram plantão no Hospital Municipal também tem que atender nos postos de saúde. Tem casos em que o médico dá plantão pela manhã no HMI, à tarde atende em um posto de saúde e de noite tem plantão no Hospital Municipal. Ora, numa cidade de aproximadamente 100 mil habitantes, que ainda atende as pessoas que vem do interior, bem como de outros municípios, tem apenas cinco médicos plantonistas no Hospital Municipal. Isso é um absurdo. 
Some-se a isso o fato de quem trabalha no HMI não ter segurança nenhuma. Os colegas ficam expostos. Já aconteceram casos de técnicos serem agredidos. Eu mesmo passei por essa desagradável experiência de ser ameaçado, tendo que registrar Boletim de Ocorrência por tentativa de agressão. Além disso, ainda tem o problema da redução dos salários, que no governo passado eram um valor, os quais foram reduzidos no começo do atual governo. 
Eu não me meto em política e não estou querendo falar bem do governo do Valmir, nem falar mal do governo de Eliene. Estou apenas dando conhecimento para a sociedade, da dura realidade que os profissionais da saúde enfrentam. Até onde eu sei, o salários dos médico não foi mexido. Mas, uma equipe de saúde não é composta somente por médicos. Técnicos que ganhavam R$ 1.460,00 tiveram o salário reduzido para R$ 1.000,00. Diminuíram o número de funcionários e reduziram salários. O resultado é a queda na qualidade do atendimento, que já era problemático. Instalaram várias câmeras no Hospital Municipal, não sei a que custo, enquanto o aparelho de Raio-X está quebrado".
Alvarenga continua a conversa com a reportagem dizendo: "Houve uma redução no número de pessoas que atendem. Antes eram três técnicos que atendiam na frente, enquanto agora são apenas dois. Isso faz com as pessoas que tiveram seus salários reduzidos trabalhem mais, e insatisfeitas. Antes era diferente. Quando eu cheguei e durante um bom tempo a gente sentia segurança para fazer o nosso trabalho, porque a equipe trabalhava satisfeita. Eu fui informado de que alguns servidores mais experientes pediram transferência do Hospital Municipal para postos de saúde por causa do stress. A consequência mais cruel disso é que tiveram que colocar um grande número de novatos, que precisam do apoio dos mais experientes para desenvolverem seus conhecimentos. O certo seria haver um médico atendendo na frente e outro atrás. E eu não vejo perspectiva de melhora nisso".
Na parte final da entrevista o médico faz uma afirmação grave: "Eu conheço casos de colegas que trabalham no Serviço de Saúde Pública de Itaituba, os quais estão tomando antidepressivo para combater o stress da carga de trabalho e da pressão que sofrem. Para se tentar resolver isso, é necessário que sentem a secretária de saúde, o Sindsaúde, o Conselho Municipal de Saúde, médicos e outros profissionais da saúde. Do jeito que está, o Hospital Municipal, não só, não tem condições de atender à demanda, como vai continuar sem as condições necessárias. A gente vai ter um grande aumento na demanda com a chegada dos portos e das hidrelétrica, e nós não estaremos preparados, nem nos preparando para encarar tudo isso. A sociedade civil organizada de Itaituba, quem tem um plano de saúde, ou se não tem, pode pagar por um atendimento médico não tem prestado atenção a isso tudo. A maioria da população, que é quem precisa desse atendimento, faz apenas reclamações esporádicas. 
Eu estou falando apenas do básico, do atendimento do dia a dia. Temos a questão dos especialistas, dos quais a população mais carente tanto precisa, mas, não tem contado com eles. E eu faço questão de ressaltar, que não estou querendo apontar o dedo para quem quer que seja. Não estou buscando culpados. Minha única intenção é levantar essa discussão, com responsabilidade, para que a gente encontre a solução adequada que atenda aos interesses da população, sobretudo aquela que mais precisa do serviço público de saúde, no caso, o serviço prestado pelo Hospital Municipal de Itaituba, que é o reflexo da saúde no município", finalizou o Dr. Antônio Alvarenga.

Postado por Jota Parente

Reações:

15 comentários:

Anônimo disse...

está reclemando porque foi cortado algumas relagias que ele tinha no hospital municipal, hoje um médico ganha em itaituba mais de vinte mil reais e não fazem um trabalho bom , o hospital tem sim suas falhas mais eles contribuem para o pessimo atendimento pois são mal educados e grossos com os paciêntes já vi várias groserias deles

Anônimo disse...

Mais não é prá ter falhas, afinal vcs sabem como fazer, mas quando vai fazer? Neste governo evangélico a culpa é sempre dos outros. Quando á alguma coisa certa, eles que fizeram, quando á uma coisa errada, a culpa é de terceiros. Assim, mamãe, é meu na chupeta.

Anônimo disse...

porque ao inves da prefeita tá investindo na saúde publica esta investindo na privada, por que faz merda por cima de merda, enqunato isso o hospital santo anotino cada dia ficando mais rico, a secretária incompetente empregou toda sua filia na saude do municipio, antes o hospital municipal havia ganhado credibilidade para ser usado novamente, mas hoje ninguem confia em passar por nenhum procedimento no HMI, essa éa realidade.

Anônimo disse...

Então toda a população de Itaituba estava recebendo regalias porque tá todo mundo reclamando desse governo, é o piro governo que já passou por itaituba, a população não ver perspectiva de melhora no nosso municipio, é lamentável pois a poipulação confiou nas promessas e mais uma vez foi enganada.

Anônimo disse...

Quando na campanha para prefeito vários médicos (dr. Leonardo, Carina e outros)diziam que a saúde de Itaituba não prestava, agora que vem outro médico dizer que a saúde não presta, o pessoal babão da Eliene diz que esse médico não presta. Quem não presta é a saúde público. Fora Eliene. Volta Walmir. Eu era feliz e não sabia.

Anônimo disse...

por favor o valmir não ...

Anônimo disse...

Itaituba tá cada dia pior porque uns reclamam do governo passado, outros do governo atual, já não se sabe mais pra quem recorrer, infelizmente o povo tem quer para ruas protestar por que os politicos só atendem a nossas necessidades sobre pressão, veja os ultimoss casos, começaram reclamar dos buracos nas ruas e iniciou o tapa buraco, moradores fecharam a 29 rua e a prefeita foi lá e arrumou, depois postaram fotos da situação da da 7ª em frente a policlinica e foi lá e arrumou parcialmente, então tá mais do que provado que esse governo só vai na pressão então não temos que ficar calado, temos que reclamar e mostra para a prefeita que não estamos satisfeitos com o seu governo que sabe assim ela se acorda de vez.

Anônimo disse...

E vcs querem o Roselixo é? É o Valmir sim. Eu era feliz e não sabia. O que o Valmir fez em pouco tempo, o Roselixo não fez nada em mais de seis anos e pelo andar da carruagem, a Eliene também não vai fazer nada. A bicha véia só quer é passia com o primeiro damo. Kkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

AMIGO NORTON, É MUITO TRISTE A ATUAL SITUAÇÃO DE NOSSO MUNICIPIO. O QUE AGENTE TEM VISTO É MUITA PROMESSA E POUCA AÇÃO. ME SINTO INDIGNADA POR VÊ QUE NOSSO MUNICIPIO ESTÁ VOLTANDO AO TEMPO DA DITADURA, ONDE SOMENTE OS QUE PODEM SE PRONUNCIAR DENTRO DESTE GOVERNO, SÃO AQUELAS PESSOAS QUE FALAM BEM DA PREFEITA E SEU GRUPO. OUTRA SITUAÇÃO BEM REVOLTANTE É A DISCARADA POSTURA QUE ESTE GOVERNO E SEUS COMANDADOS TEM TOMADO QUANTO AS ENTIDADES DESTE MUNICIPIO, ONDE TEM SE METIDO EM SEUS PROCESSOS ELEITORAIS, COM A INTENÇÃO UNICAMENTE DE PRODUZIR CURRAIS ELEITORAIS. É UMA TREMENDA FALTA DE RESPEITO COM NOSSO MUNICIPIO E NOSSA POPULAÇÃO, QUE TEM PERDIDO O DIREITO DE EXERCER SUA CIDADANIA DE FATO E DE DIREITO, ONDE ELES TEM SE INFILTRADO COM A AJUDA DO DEPUTADO FEDERAL QUE ATÉ O MOMENTO NÃO MOSTROU A QUE VEIO, "OPA, JÁ MOSTROU SIM, VEIO SOMENTE PRA PERCEGUIR AS PESSOAS DE BEM E OS TRABALHADORES DE NOSSO MUNCIPIO",USANDO PESSOAS DE MENOS ESCLARECIMENTO E INESCREPULOSAS QUE VISAM SOMENTE O LADO FINANCEIRO, QUE SÃO FILIADOS NESTAS ENTIDADES, PARA FORMAR CHAPAS, EM QUE ESTES POLITICOS (POLITIQUEIROS)ENTRAM COM TODA A EXTRUTURA FINANCEIRA PARA COMPRAR VOTOS E UTILIZAR NA INFRAESTRUTURA DESTA CAMPANHAS RIQUISSIMAS, SOMENTE PARA ELEGER DIRETORIAS QUE SE COMPROMETAM E COMPRETAM ESTAS ENTIDADES COM SEUS PROPOSITOS POLITICOS. ATUALMENTE ISTO ACONTECEU COM A ELEIÇÃO DE UMA DAS MAIS IMPORTANTES ENTIDADES DE NOSSO MUNCIPIO (COLONIA DE PESCADORES), EM QUE ATÉ AS MENSALIDADES ATRASADAS DE ALGUNS SÓCIOS FORAM PAGAS POR ESTES POLITICOS PARA QUE A CHAPA QUE ELES APOIARAM CONSAGRA-SE VENCEDORA. E ISTO ESTÁ PRESTES A ACONTECER NOVAMENTE COM OUTRA ENTIDADE DE RENOME EM NOSSO MUNICIPIO (SINTEPP)QUE JÁ ESTÁ EM PLENO PROCESSO ELEITORAL, COM UMA DAS CHAPAS COMO FOI NOS ANUNCIADO É A CHAPA DO GOVERNO, INDICADA PELO VEREADOR IZAAC DIAS, QUE DESTACAMOS SE DIZER UMA PESSOA DE BEM E DESCENTE, NO ENTANTO, TEM SE MOSTRADO UM TREMENDO E INESCREPULOSO POLITIQUEIRO, QUE COM CERTEZA SERÁ FINANCIADA SUA CAMPANHA DA MESMA FORMA COMO FOI NA OUTRA ENTIDADE. ALERTO ÀS NOSSAS OUTRAS ENTIDADES DE NOSSO MUNICIPIO PARA QUE SE RESGUARDEM EM SEUS PROCESSOS ELEITORAIS. POIS O QUE PERCEBEMOS É QUE ESTE GOVERNO PRETENDE CALAR A BOCA DE NOSSA POPULAÇÃO, E CREIO QUE A MANEIRA QUE ENCONTRARAM PARA FAZER ISTO, FOI TIRAR O DIREITO DE VOZ DE NOSSAS ENTIDADES, COMO TAMBÉM, TRATAR NOSSOS CIDADÃOS COMO SIMPLES BOIS NO PASTO. DIGO A VOCÊS QUE ENTIDADES SÉRIAS NÃO PODEM DEIXAR QUE POLITICOS ENTREM E COMANDEM SUAS ORGANIZAÇÕES, POIS ISTO SERÁ O FIM DE NOSSAS ENTIDADES.PROVA MAIOR DO QUE ESTOU FALANDO SERÁ A POSSE DA DIRETORIA ATUAL DA COLONIA DE PESCADORES, ONDE O GRUPO DO GOVERNO ESTARÁ FINANCIANDO E FESTEJANDO SUA VITORIA JUNTO A DIRETORIA QUE ELEGEU, NA SEDE DO SINTEPP AMANHÃ. COM CERTEZA SE A JUSTIÇA NÃO PRESTAR ATENÇÃO NAS ELEIÇÕES DO SINTEPP NESTE MESMO PALCO SERÁ IMPOSSADO A DIRETORIA ELEITA PELO GOVERNO DE MAIS UMA ENTIDADE. ME INDIGNO, ME REVOLTO, MAS NÃO PERCO A FÉ EM NOSSA JUSTIÇA E EM NOSSO POVO. QUE DEUS ESTEJA SEMPRE CONOSCO E JESUS NOS AJUDE.

Anônimo disse...

Eliene, o Roselixo de saia, vai passar quatro anos que nem abelha, só fazendo cera e comenndo mel, enquanto o povo tem que provar o quanto é amargo votar nessa incompetente, que pena quem dera se o povo pudesse tirar ela daqui a dois anos igual fez com o Valmir, vai ter que aguentar calado, pois nem quem era pra defender o povo já se calou, vereadores e imprensa em geral, tremenda falta de vergonha e compromisso com o povo, mas não esqueça um dia iremos dá o troco, aí eu tenho é pena de quem brincou com o povo, pois o povo e o povo tira.

Anônimo disse...

É por isso que não sobra dinheiro pra nada, gastando com vereadores que são 15, as depesas são maiores para ele ficarem calados, aí tem a imprensa em especial a TV Tapajoara o SBT, que todos come o dinheiro que poderia está servindo pra asfaltar ruas, comprando merenda escolar netre outros serviços, agora a novo gastos da prefeita são com as entidades como, SINTEPP, Colonia dos Pescadores, e eleição dos diretores de escola, olha que Itaituba está com seu comercio aquecido com tanta gente a venda, e a prefeita com tanto dinheiro pra gastar, enquanto isso as ruas, o hospital municipal, a educação e o transito estão um abandono, onde está o MP que não toma uma providencia, ou será que eles também já se venderam, espero que não senão nossa cidade estará perdida de vez.

Sóstenes disse...

Contribuindo com a discussão.
No período de 01/01/2013 a 19/04/2013 foram repassados ao município de Itaituba pelo governo federal (repasses fundo a fundo):
i) atenção básica: R$1.698.016,00
ii) média e alta complexidade: R$2.022.226,44
iii) vigilância em saúde: R$273.603,65
iv) assistência farmacêutica: R$193.006,20
v) investimento: R$39.990,00
Total: R$4.226.842,29.
Os dados são do Ministério da Saúde.
Transparência
A Lei Complementar Federal nº 141/2012 determina ao gestor do SUS, no caso de Itaituba, à Secretária Municipal de Saúde, que apresente em audiência pública, na Câmara Legislativa, a cada quatro meses, relatório de gestão, nos termos do art. 36, citado a seguir:
Art. 36. O gestor do SUS em cada ente da Federação elaborará Relatório detalhado referente ao quadrimestre anterior, o qual conterá, no mínimo, as seguintes informações:
I - montante e fonte dos recursos aplicados no período;
II - auditorias realizadas ou em fase de execução no período e suas recomendações e determinações;
III - oferta e produção de serviços públicos na rede assistencial própria, contratada e conveniada, cotejando esses dados com os indicadores de saúde da população em seu âmbito de atuação.
§ 1o A União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios deverão comprovar a observância do disposto neste artigo mediante o envio de Relatório de Gestão ao respectivo Conselho de Saúde, até o dia 30 de março do ano seguinte ao da execução financeira, cabendo ao Conselho emitir parecer conclusivo sobre o cumprimento ou não das normas estatuídas nesta Lei Complementar, ao qual será dada ampla divulgação, inclusive em meios eletrônicos de acesso público, sem prejuízo do disposto nos arts. 56 e 57 da Lei Complementar nº 101, de 4 de maio de 2000.
§ 2o Os entes da Federação deverão encaminhar a programação anual do Plano de Saúde ao respectivo Conselho de Saúde, para aprovação antes da data de encaminhamento da lei de diretrizes orçamentárias do exercício correspondente, à qual será dada ampla divulgação, inclusive em meios eletrônicos de acesso público.
§ 3o Anualmente, os entes da Federação atualizarão o cadastro no Sistema de que trata o art. 39 desta Lei Complementar, com menção às exigências deste artigo, além de indicar a data de aprovação do Relatório de Gestão pelo respectivo Conselho de Saúde.
§ 4o O Relatório de que trata o caput será elaborado de acordo com modelo padronizado aprovado pelo Conselho Nacional de Saúde, devendo-se adotar modelo simplificado para Municípios com população inferior a 50.000 (cinquenta mil habitantes).
§ 5o O gestor do SUS apresentará, até o final dos meses de maio, setembro e fevereiro, em audiência pública na Casa Legislativa do respectivo ente da Federação, o Relatório de que trata o caput.

É interessante saber que o art. 73 da Constituição do Estado impõe ao Prefeito e ao Presidente da Câmara o dever de publicar balancetes trimestrais, até trinta dias após o encerramento do trimestre anterior, nos quais devem ser discriminadas as receitas e despesas, bem como a admissão de pessoal a qualquer título. Tais balancetes devem ficar por trinta dias, no mínimo, em local de fácil acesso no prédio da Câmara para conhecimento do povo.
“Art. 73. Os Prefeitos e Presidentes das Câmaras Municipais ficam obrigados a apresentar balancetes trimestrais, até trinta dias após encerrado o trimestre, discriminando receitas e despesas, bem como a admissão de pessoal, a qualquer título, ficando tais balancetes e respectiva documentação no prédio da Câmara Municipal, por trinta dias, no mínimo, em local de fácil acesso, para conhecimento do povo.”

Espero ter contribuído.
Sóstenes Camilo Magalhães Costa

Norton Sussuarana disse...

Dr. Sóstenes, o blog fica a sua inteira disposição para nos brindar com tais informações. Assim como aos anônimos, que tão brilhantemente têm contribuído para o bom nível da discussão.

Anônimo disse...

Li agora pouco uma materia em que dizia que a prefeitura inaugura o novo CRAS, os puxa de plantão ficaram tão envergonhado com o serviço que nem publicaram fotos do que foi feito, pois a prefeita paenas pintou o cras com as cores do seu partido o amarelo e chamou de reforma, grandereforma, só se for pra enganar besta, eita governo sem vergonha. Como dizia carlos nascimento " Nós já fomos mais exigentes e inteligentes"

Anônimo disse...

A prefeita Eliene na entrevista que deu no programa circuito aberto desmentiu a secretária de saúde horenice Cabral, que falou que o prefeito anterior não havia deixado recursos para conclusão da upa, mas a prefeita desmentiu dizendo que há sim recursos e que os recursos dão para concluir a obra, ao contrario da secretaria que alegou que dinheiro que estava em conta era para compra de equipamento, a prefeita afirmou que assim for concluidas as obras irá receber mas 500 mil para compras de equipamentos, dá pra ver que esse governo não fala a mesma língua.