27 de abril de 2013

FALECEU SABÁ, CARNAVALESCO ITAITUBENSE



Não divulgávamos o teor, a veracidade dos fatos porque havia um sentimento de esperança no ar. O estado era gravíssimo mesmo. Termina a saga, independente de suas predileções, de uma das pessoas mais bonitas plasticamente do estado do Pará, em toda a sua história: Sebastião Teodomiro da Costa filho, o popularíssimo "Sabá". Decorador, cantor, compositor, historiador, gourmet e, acima de tudo, o maior carnavalesco que Itaituba possuiu. Interessante que dois dias atrás, a Senhora Nazaré Nancí, que foi à Santarém para, só pode, despedir-se, ligou para mim, do celular dele, e disse: "Oi, meu filho! O Sabá quer falar com você." E falou como se nada estivesse sentindo. Voz quase que normal. Ele, como de costume, sempre desconfiava de minhas brincadeiras... Eu lhe disse que a sociedade itaitubense estava clamando por sua volta, com saúde, plenamente recuperado. Estranho como aconteceu esse diálogo. Intrigante por completo. Como ele teve esse desejo? Como ressurgiu das cinzas, pala proferir palavras como se estivesse a plenos pulmões? Entendo que foi uma baita despedida dele para com uma pessoa que brincando, brincando só lhe queria o bem. Os amigos, a nossa família e toda a coletividade de Itaituba "estende o tapete vermelho" para um de seu maiores filhos. Vá com Deus, SABÁ! (N. do Blog. Faço das palavras do amigo Luiz Henrique, as minha)


Imagem blog Pinga Fogo. Texto: Luiz Henrique Macedo (extraído do Facebook)

Reações:

4 comentários:

Anônimo disse...

Correções: "PARA proferir..." e "ESTENDEM o tapete vermelho...".

Luz Henrique

Anônimo disse...

Olá, amigo Norton!
Sinta-se sempre à vontade para copiar, divulgar meus textos do "Facebook", sobre os mais variados assuntos.
Forte abraço!

Luiz Henrique

Anônimo disse...

Caro Norton,
O Senastiao Filho sempre foi muito comunicativo e com seu jeito franco soube reunir pessoas em prol de seus eventos e atividades, que se revertam em prol da comunidade itaitubense !
Uma grande perda ! Mas fica o exemplo !

Vilson Schuber

Anônimo disse...

Ei Norton, corrija SEBASTIAO FILHO.


V. Schuber