6 de dezembro de 2012

EDUCAÇÃO DE AVEIRO É MELHOR QUE A DE ITAITUBA

NOTA DO BLOG: Parabéns ao prefeito Ranilson do Prado e à comunidade escolar de Aveiro/PA, que tem um ensino com melhor qualidade, o que demonstra a preocupação da atual gestão com o futuro de seus cidadãos. Ao contrário de Itaituba, que teve um IDEB somente acima de Jacareacanga/PA, que não teve planejamento e quando houve um pouco desse planejamento, não se soube colocar em prática. Até falta de livros houve em várias escolas. Como consequência dessa irresponsabilidade administrativa, vai demorar para Itaituba consegui almejar uma educação melhor. 

  O prefeito Ranilson do Prado recebeu nessa semana mais uma importante premiação para sua administração em Aveiro.

Dessa vez o O fundo das nações unidas para a infância,  Certifica que o município de Aveiro PA, conquistou o selo “UNICEF município aprovado” edição 2009-2012. Por avanços concretos na garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes.
Essa é mais uma conquista para o Município de Aveiro, que apesar das dificuldades, conseguiu importantes avanços e vários setores durante a gestão Ranilson do Prado. O Selo UNICEF - Município Aprovado é um reconhecimento internacional que o município pode conquistar pelo resultado dos seus esforços na melhoria da qualidade de vida de crianças e adolescentes. A partir de um diagnóstico e de dados levantados pelo UNICEF, os municípios que se inscrevem passam a conhecer melhor sua realidade e as políticas voltadas para infância e adolescência. Com dados concretos e participação popular, o município tem condições de rever suas políticas e repensar estratégias de forma a alcançar os objetivos buscados, que estão relacionados aos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio.
Expansão - O projeto começou no Ceará, no ano de 1999. Naquela primeira edição do Selo, dos 170 municípios inscritos, 27 receberam o certificado. Em 2004, experiência parecida foi desenvolvida pelo UNICEF no Estado da Paraíba e em 2006, após a realização de 3 edições bem sucedidas no Ceará, a participação foi ampliada para municípios de mais 10 estados (AL, BA, ES, MA, MG, PB, PE, PI, RN e SE). Juntos com o Ceará, estes formam os 11 estados comprometidos com o pacto "Um mundo para a Criança e o Adolescente do Semi-Árido" - documento que atesta o compromisso assumido em 2004 pelos governadores destes estados em adotar medidas para a melhoria das condições de vida das crianças e dos adolescentes, cumprindo metas nas áreas de saúde, educação e proteção.
Metodologia – Daquela primeira iniciativa no Ceará até hoje já foram cinco edições, estando a sexta em andamento, com 1262 municípios inscritos, apenas nos estados que integram o Pacto, o que demonstra a capacidade de mobilização que o Selo traz em si e a possibilidade real da vida de milhares de meninos e meninas moradores do semi-árido brasileiro serem transformadas.

Para participar da iniciativa, o prefeito municipal deve assinar um termo de adesão e garantir o funcionamento do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA). É dado um prazo aos municípios que não possuem um CMDCA ativo, a contar do prazo final das inscrições, para apresentar a lei de criação do conselho e a ata da primeira reunião.
Os municípios são agrupados, de acordo com sua realidade sócio-econômica, e nesta edição são avaliados a partir de três eixos: Impacto Social; Gestão de Políticas Públicas e Participação Social.
Nos eixos de Impacto Social e Gestão de Políticas Públicas, os municípios devem trabalhar para avançar em um conjunto de objetivos e indicadores, que serão analisados no início e no final da edição do Selo. O eixo de Participação Social envolve a realização de fóruns comunitários e o desenvolvimento de atividades e projetos em três temas: Educação para a Convivência com o Semiárido; Cultura e Identidade: Comunicação para Igualdade Étnico-racial e Esporte e Cidadania.

Reações:

1 comentários:

Anônimo disse...

PARABÉNS AOS PROFESSORES PQ COM 05 MESES SEM RECEBER AINDA CONSEGUE FAZER EDUCAÇÃO DE QUALIDADE PQ ESSE PREFEITO NÃO MERECIA NEM SER FALADO