6 de novembro de 2012

TRADUÇÃO DO HINO NACIONAL

INTERNAUTA, NA HORA DE CANTAR NOSSO HINO NACIONAL, VOCÊ JÁ SE PERGUNTOU O QUE SIGNIFICA CLAVA FORTE, UM BRADO RETUMBANTE? E OS RAIOS FÚLGIDOS, QUAL SEU SIGNIFICADO? POIS BEM, ALÉM DESSAS DÚVIDAS, HÁ UMA CERTEZA: PARA QUEM NÃO SABE, NUNCA HOUVE ESSE GRITO NAS PLÁCIDAS MARGENS DO RIO IPIRANGA. D.PEDRO LEU O COMUNICADO DE SEU IMEDIATO RETORNO A PORTUGAL, ATRÁS DE UMA MOITA, ONDE ESTAVA A FAZER SUAS NECESSIDADES FISIOLÓGICAS EM VIRTUDE DE UMA TREMENDA DIARREIA, CONTRAÍDA EM UMA POUSADA, NA CIDADE DE SANTOS/SP. 

ABAIXO, AO FINAL DE NOSSO HINO NACIONAL, ESTÃO OS SIGNIFICADOS DE ALGUMAS PALAVRAS DE DIFÍCIL COMPREENSÃO ATUALMENTE. OS SIGNIFICADOS SEGUEM A ORDEM EM QUE APARECEM NA CANÇÃO.


HINO NACIONAL
Parte I
Ouviram do Ipiranga as margens plácidas
De um povo heroico o brado retumbante,
E o sol da liberdade, em raios fúlgidos,
Brilhou no céu da pátria nesse instante.
Se o penhor dessa igualdade
Conseguimos conquistar com braço forte,
Em teu seio, ó liberdade,
Desafia o nosso peito a própria morte!
Ó Pátria amada,
Idolatrada,
Salve! Salve!
Brasil, um sonho intenso, um raio vívido
De amor e de esperança à terra desce,
Se em teu formoso céu, risonho e límpido,
A imagem do Cruzeiro resplandece.
Gigante pela própria natureza,
És belo, és forte, impávido colosso,
E o teu futuro espelha essa grandeza.
Terra adorada,
Entre outras mil,
És tu, Brasil,
Ó Pátria amada!
Dos filhos deste solo és mãe gentil,
Pátria amada,
Brasil!
Parte II
Deitado eternamente em berço esplêndido,
Ao som do mar e à luz do céu profundo,
Fulguras, ó Brasil, florão da América,
Iluminado ao sol do Novo Mundo!
Do que a terra, mais garrida,
Teus risonhos, lindos campos têm mais flores;
"Nossos bosques têm mais vida",
"Nossa vida" no teu seio "mais amores."
Ó Pátria amada,
Idolatrada,
Salve! Salve!
Brasil, de amor eterno seja símbolo
O lábaro que ostentas estrelado,
E diga o verde-louro dessa flâmula
- "Paz no futuro e glória no passado."
Mas, se ergues da justiça a clava forte,
Verás que um filho teu não foge à luta,
Nem teme, quem te adora, a própria morte.
Terra adorada,
Entre outras mil,
És tu, Brasil,
Ó Pátria amada!
Dos filhos deste solo és mãe gentil,
Pátria amada, Brasil!


Letra: Joaquim Osório Duque Estrada
Música: Francisco Manuel da Silva

plácido
adj. Calmo, tranquilo, sereno, sossegado.

Brado 

s.m. Ato ou efeito de bradar.
Grito, berro; exclamação.
Reclamação em alta voz.
Dar o brado, tornar-se famoso.

adj. Que retumba, que faz ruído intenso: brado retumbante.

fúlgido - adj. O mesmo que fulgente; brilhante, cintilante.
 Penhor  s.m. Contrato em virtude do qual um credor recebe, como garantia da dívida, um objeto mobiliário.
O próprio objeto que é dado como garantia.
Fig. Garantia, segurança.


Vívido
adj. Que tem vivacidade.
Brilhante, fulgurante.
Fig. Vivo, ardente.
Que ilumina, luzente, que esclarece.
Que tem cores vivas.

Cruzeiro

s.m. Grande cruz de pedra ou de madeira que se ergue nos adros das igrejas, nas praças, nos cemitérios etc.
Parte da igreja entre a nave central e a capela-mor.
Constelação.


Impávido

adj. Característica do que não possui ou não aparenta medo.
Que é destemido - que não se enfraquece com preocupações, receios ou medos.
(Etm. do latim: impavidus)

Colosso

s.m. Estátua de tamanho extraordinário: o colosso de Rodes.
Fig. Coisa de dimensões enormes: esta ponte é um colosso.

Fulgurar
v.i. Brilhar, resplandecer, cintilar; relampejar.
Fig. Distinguir-se; sobressair; realçar.

Florão

s.m. Ornato em forma de flor.

Garrida
s.f. Sino pequeno.
Roda ou cilindro de ferro que se mete por baixo de pedras grandes, para fazê-las rodar.

Lábaro

s.m. Bandeira.
Estandarte, pendão.
Flâmula
s.f. Galhardete, bandeirola.
Pequena chama.
Clava
s.f. Pau mais grosso numa das extremidades, usado como arma.

FONTE:WWW.DICIO.COM.BR

Reações:

0 comentários: